Políticos fundamentalistas criam o Estatuto da Família “Cristã” e excluem homossexuais

Share Button

Família é a união entre homem e mulher? Esse conceito deturpado é defendido como se fosse algo natural. Uma massa de fundamentalistas, movidos por uma falácia moral e religiosa, defende que família seja constituída apenas por um homem e uma mulher, por meio de casamento ou união estável, ou ainda por comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes. Casais gays estariam excluídos.

A Constituição do Brasil, elaborada nos anos 80, trata a família como a união entre um casal heterossexual. Agora, o Estatuto da Família segue o mesmo caminho. Sob a liderança do deputado Anderson Ferreira, esse manual que deveria assegurar direitos às famílias fez questão de vedar os casais gays. Os filhos de mães solteiras e as crianças que são criadas pelos avós também estão fora do Estatuto aprovado na Câmara.

O Brasil é um país cristão e os cristãos, em grande maioria, são contra a união homossexual. Por isso é fácil para um político conservador levantar a bandeira da família tradicional, composta de papai e mamãe. Isso gera voto, o próprio Anderson Ferreira aumentou em 300% sua votação entre as eleições de 2010 e 2014 graças aos embates com a comunidade gay.

Mas se fossem sérios, os políticos brasileiros não deveriam criar leis baseadas em crenças, especialmente em crenças religiosas. A ciência, a razão é que deveria servir como base. Vivemos num país que diz não ter preferência por nenhuma religião, somos um país laicos por isso. Assim, teríamos justiça com todos os gêneros e com todos os tipos de fé. Só que, na prática, nada influencia mais os políticos dos que a religião católica e os votos que ela rende.

Família, ao pé da letra, significa servo doméstico. Vem do latim, numa época em que Roma queria definir como se referir a um grupo de pessoas que vivia sob a ordem de um mesmo “pai de família” (Pater Familias). Ou seja, todos aqueles que viviam debaixo do mesmo teto eram considerados família. Laços consanguíneos só eram evocados por uma pequena elite no momento de repassar heranças. Mesmo assim era comum dividir herança também com servos que eram muitas vezes mais queridos do que tios ou filhos.

Ao longo dos anos o conceito de família ganhou formas variadas no oriente e no ocidente. Há até relatos de tribos caçadoras-coletoras em que o filho era criado por toda a comunidade. Não tinha uma mãe e sim inúmeras mães que dividiam seus peitos para amamentar crianças que não necessariamente eram nascidas de seus ventres.

A chamada família tradicional cristã inspirada numa suposta interpretação bíblica, que considera um casal heterossexual como a base da sociedade, pode ser vista como algo recente na história do homem. Mesmo assim, uma horda de fanáticos religiosos que andam com a bíblia no bolso se sentem os donos da história e da verdade quando tentam impor o conceito de família que aprenderam na igreja.

Um casal heterossexual está protegido pelo Estatuto da Família e pela bíblia. Independente de haver laços consanguíneos, de haver filhos. E deve ser assim, não há nada de errado. O problema é descriminar os outros arranjos familiares.

O que une uma família romana, ou uma família tradicional cristã, ou uma família homoafetiva, o que faz uma tribo toda se comportar como única família são os laços afetivos. Acima dos próprios laços consanguíneos está o amor e o afeto. Por que então aprovar um Estatuto que faz questão de vedar qualquer outro arranjo familiar que não seja o cristão? Por que só aceitar o afeto entre pessoas do mesmo sexo e desconsiderar a união entre homossexuais?

Família é quem ama, cuida, passa valores, ensina, divide, e isso independe de ser heterossexual ou homossexual.

O Estatuto, não esqueça, não protege uma avó que cria um neto e também exclui mães solteiras. Só apoia a família tradicional cristã.

Ainda não se sabe as causas do homossexualismo. Só se sabe é que é algo natural. Pode ser determinado pelo DNA ou por hormônios, ainda está em estudo. O ambiente poderia influenciar esses hormônios.

Relação sexual entre mamíferos de um mesmo sexo é comum. A espécie humana não tinha como fugir dessa regra. Até leões do mesmo sexo copulam. Nem todos os mamíferos tem a função de procriar, o que não os excluem de compor novas famílias. Mas o Estatuto da Família não liga para a ciência nem leva em consideração a própria história da humanidade, prefere ser usado como imã de votos para políticos populistas que se aproveitam da ignorância e do radicalismo de uma parcela dos cristãos.

Veja abaixo Anderson Ferreira tentando explicar esse que devia ser chamado de Estatuto da Família Cristã.

Escrito por Guga Noblat

analfabeto-politico-banner

AVISO AOS 'J'ÊNIOS DE PLANTÃO
As opiniões expressas pelos autores e leitores são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião do Canal do Otário.

20 comentários

  1. “Ainda não se sabe as causas do homossexualismo. Só se sabe é que é algo natural. Pode ser determinado pelo DNA ou por hormônios, ainda está em estudo. O ambiente poderia influenciar esses hormônios.”
    Vou além. Mesmo que não fosse natural. Mesmo que a pessoa deliberadamente escolhesse se relacionar com pessoas do mesmo s***, qual seria o problema?

    Se duas (ou três, ou pq não 5?) pessoas de qualquer s*** resolverem morar juntas e ter/adotar filhos para criá-los, por que o Estado ou a opinião dos outros deveria importar? Cada um que vá cuidar da sua vida.

    • existe terceiro s***? só me diz isto …

      • Independente do s***, cada um que viva como achar melhor desde que não atrapalhe a vida alheia.

      • Cara. hoje todas as pesquisas apontam para o fato de que as pessoas nascem predispostas a exercer um papel s*****, portanto as pessoas nascem hétero ou homo, são muitos os fatores que provam isso, vou sitar apenas dois que acho os mais simples de entender:
        1- Não importa onde nem quando vc descida analisar a sexualidade humana, a homossexualidade esta sempre presente e com números quase constantes variando de 4-6% da população, o mesmo é observado em outra especies de animais (como carneiros e macocos bombos).
        2- Se foce totalmente uma questão de opinião, seria simples supor que em comunidades ortodoxias e extremistas não houvessem gays, no entanto, mesmo em países onde ser gay é um crime, ainda há indivíduos homossexuais, se é uma escolha , quem em sã consciência escolheria sofrer?
        O fato é que hoje pode se afirmar que as pessoas nascem homo ou hétero (bem como trans) o que nós pesquisamos agora é o que causa isso, e tudo indica para a variação do cromossoma X e Y (que possuem inúmeras combinações ao contrario do que vc pensa) e de níveis hormonais durante a gestação e no inicio da puberdade, claro que fatores sociais podem influenciar, fazendo indivíduos hétero experimentarem o que de fato não lhes atrai, sendo em seguida desprezado pelos mesmos e o individuo homo se retrair o levando a depressão (como já provado, uma das buscas mais frequentes em estados conservadores americanos, no google, é “como saber se meu marido é gay).
        não queria escrever testões mas não tem como ser mais sucinto e expor esse verdade ao mesmo tempo.

    • Norbert parabéns é exatamente esse o ponto, que moral tem o ESTADO para dizer o que é família, o que é amor, ou com quem devo me casar. esse são conceitos anteriores ao estado e privados a decisão individual de cada um. Cada um de nós sabe quem são seus familiares, cada um de nós sabe quem amam e cada um de nós sabe com quem deseja se casar esse poder o ESTADO não tem e NUNCA podemos da-lo.

    • Norbert, não saberia como expressar melhor. Seu texto é um tapa na cara, parabéns.

  2. O Brasil passando por um problema tão grande, que é a crise. Não só a crise, como a corrupção dos políticos e dos brasileiros. E você se preocupando em estatuto da família? Temos muitos outros problemas atualmente… E sabemos qual é a raiz. Que é o próprio povo elegendo políticos corruptos. A culpa não é da religião, da sexualidade, da cor da pele, é do próprio ser humano. Que é egoísta e corrupto.

  3. Vou resumir toda essa lorota em uma frase: – Orgão excretor não reproduz.

    Obs.: estou desapontado mas nao surpreso com o Otário, left lib total.

  4. Eu já to cansado de ver a priorização dessas discussões de questões relacionadas a homosexualidade, cristianismo, religião e conceito da família. C******, nosso país ta afundado em uma crise sem precedentes, a ultima eleição os debates só foram em volta de acusações, do aborto, maconha, cotas, negros, homossexuais. Enquanto ficamos perdendo tempo, sim, perdendo tempo mesmo com essas bobagens, absolutamente todos, independente de classe, cor, vício, tipo de delito, opção s*****, caminhamos JUNTOS rumo a recessão. O foco a muito tempo deveria ser em uma reforma política profunda, capaz de equacionar de forma correta os gastos dos nossos imensos impostos para nos tirar deste atoleiro. Enquanto isso fica a mídia focando nisso porque dá mais ibope, essa onda hipócrita ridícula do politicamente correto, e os políticos tirando o deles da reta levantando questões populistas e todo mundo caindo que nem patinho. Vamo acordar pessoal, já passou da hora.

    • É por aí, na última eleição a pauta do primeiro turno foi maconha e homossexualismo e deixaram o tema da corrupção pro segundo turno. Só que foram pro segundo turno os 2 candidatos mais ligados a corrupção. Lamentável.

  5. Não sou religioso, mas eu nunca vi uma sociedade sem religião. O Estado pode ser laico, mas a sociedade sempre terá religião. No Brasil o que predomina é a religião cristã(a mais pacifica, ao meu ver), pior seria se fosse islâmica. Por isso, acho mais saudável que o Estado seja uma espécie de “laico-cristão” do que atéia, ou pior ainda, islâmica.
    Obs: Alguns especialistas temem a islamização mundial, a começar pela Europa.

    O que vocês acham?

    • “Se duas (ou três, ou pq não 5?) pessoas de qualquer s*** resolverem morar juntas e ter/adotar filhos para criá-los, por que o Estado ou a opinião dos outros deveria importar? Cada um que vá cuidar da sua vida.”

      Olha ai o que vai acontecer se mudarem o conceito de familia! O Norbert explicou tudo.

  6. Quer dizer que o fato de existir relações homossexuais no reino animal, é o suficiente para chegar a conclusão de que arranjos familiares de todos os tipos são válidos??? Sua analogia não tem nenhuma relação lógica, outra coisa já viu algum animal criando códigos morais, formas de pensamento (filosofia clássica, por exemplo). Ou seja, o básico para nos fornecer uma sociedade mais pacífica.
    Sou de um arranjo familiar fora da família tradicional, nem por isso me sinto discriminado por tal estatuto. E para encerrar veja esta pesquisa do Dr Mark Regnerus sobre os filhos criados por homossexuais e tire suas conclusões.
    P.s antes que me chamem de homofóbico, o homossexual deve ser respeitado como indivíduo, porém, ao meu vê pautar discussões deste tipo sem bases científicas, é da carta branca ao vitimismo e o discurso racional que se f###!

  7. Realmente, uma matéria no Canal vinda de um lixo como Noblat faz o Canal cair no meu conceito, um cara que até um tempo atrás defendia piamente o governo, e se fazia de vítima ao ser achincalhado na rua por tal defesa ao ptlixo, deveria ter, no mínimo seu vídeo barrado no Canal… ….. com base nesta abertura para “qualquer um” vir a postar “qualquer bosta” no Canal é que vou cancelar minha contribuição mensal….

    • Não acho que o Otario poderia ceder a chantagens, como cancelar a contribuição..rsrss
      Para acrescentar, esse texto do Guga parece ter sido escrito pelo Jean willis…kkkk

      • Não fiz chantagem com o CO, apenas não contribuo com o que eu não concordo.
        Se o CO abriu as portas do site para qualquer “lixo” postar conteúdos diversos o problema é dele, só dele…

        O lixoguganoblat defende causas as quais EU discordo.

        Se ele gosta de morder a fronha o problema é dele, a Família como é vista hoje, é e vai continuar sendo assim, quer ele queira ou não.

        Ele vem de uma família tradicional, ou será que foi diferente?
        Creio que pode ter sido diferente sim, ele pode ter sido um monte de bosta defecado por uma hiena, que evoluiu ao ponto de ter sua aparência igual a nossa, pois tem tanta merda na cabeça, que esta pode ser a única explicação pra ele…. não acha????

  8. Não tenho nada contra os homossexuais acho que só Deus pode julgar alguém, porém não sou a favor que considere uma família pessoas do mesmo s***, isso é minha opinião, vão me chamar de homofóbico ?, f***.se f***.se f***.se f***.se f***.se f***.se f***.se f***.se f***.se !! uruhlllll somos maioria ;)

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar