NADA A PERDER…. O “SUCESSO” de bilheteria!

Share Button

O "sucesso" de bilheteria do pastor Edir Macedo com o filme: NADA A PERDER, é um "sucesso" controverso, e claro, fui lá confirmar como pode um filme estar a tanto tempo em cartaz com TODAS (eu disse TODAS) as sessões com os ingressos esgotados em vários locais do país.

Fiquei na porta do cinema das 17:15 às 18:20, o filme começava as 18h, imaginei que haveriam pessoas pulando umas por cima das outras, troca de facadas pelos melhores lugares, acampamento para ver o filme, mas adivinhem? Neste período todo que fiquei por lá, pasmem, apenas 9 (nove) pessoas entraram no cinema, que tem lugar para 75 pessoas.

O que me levou a ter algumas reflexões...
O que leva o ENDINHEIRADO MACEDO a gastar tanto dinheiro na compra dos ingressos, além de criar uma "campanha" para fraudar sites que avaliam a nota de filmes, induzindo seus "fiéis" a darem a nota 10 para o filme, por mais que ele possa ser uma M$%#%?!
Só pude pensar que se tratava de um pequeno "investimento" com retorno certo e liquido.

Mas vamos às contas?

Se de cada 100 ingressos (R$ 1000,00 reais aproximadamente) - que eles estavam doando no centro da cidade, nas igrejas, ou mesmo na porta do cinema - ao menos 1 pessoa passar a frequentar a Igreja Universal e se tornar dizimista, e na pior das hipóteses essa pessoa ganhar 1 salário mínimo e doar os 10%, em 11 meses o PEDIR MAISCEDO terá recuperado o seu investimento (PAYBACK).
Teoricamente isto que se trata de um "investimento" para a vida toda.
Qual outro "negócio" lhe dá retornos assim e de brinde ainda vender livros?!

Isso nos dá uma taxa de retorno mínimo de investimento mensal de 9% a 12%, isso usando números bem conservadores, bem conservadores mesmo!!!

Mas tá afim de aplicar na poupança? Saiba que você poderá ganhar 6,7% AO ANO.... Não é mensal não... AO ANO!!

Mas e ai, você não montou a sua igreja ainda? Saiba que você leva apenas 1 semana em média para organizar toda a papelada necessária para abrir uma igreja. Basta o registro na prefeitura.
Pois se você for abrir uma empresa, empregar pessoas e movimentar a economia do país, vai gastar, só de papelada, 8 meses. E se seu ramo for um pouco mais complexo, há situações em que você precisa esperar até 1 ano e meio para estar totalmente "LEGALIZADO". Além disto, caso você comece a trabalhar antes de estar tudo "certinho", poderá ser multado por algum fiscal da prefeitura, como: SEFAZ, MPE, INMETRO, IBAMA, vigilância sanitária, bombeiros e mais alguns outros que devo ter esquecido de citar.

Sem contar que ainda terá que investir em: local, marketing, capital de giro, ferramentas diversas, contadores, advogados, etc... com o risco iminente de ser multado em uma legislação capenga, cheia de furos e que dá oportunidade para uma infinidade de parasitas do estado exigir alguma propina. Caso contrário, o seu negócio "não andará".

Com tudo isso, fica muito difícil sobreviver ao primeiro ano da sua empresa aberta. Lembrando que, de acordo com o SEBRAE, 85% das empresas fecham no primeiro ano e 96% em até 5 anos. Porém se você for uma dessas sobreviventes, com muita sorte, você terá um retorno inferior a 10% do seu investimento.

PEQUENAS IGREJAS... GRANDES NEGÓCIOS!!!

 

Escrito por Dirceu Zanchi Junior

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar