“EU VOU RESSARCIR”

Share Button

Você sabe o que acontece quando ocorre a colaboração mútua de pessoas de lugares diferentes, que não se conhecem pessoalmente, que desenvolvem um trabalho absolutamente sem remuneração e que acreditam que é possível minimizar os prejuízos causados por aqueles “nossos representantes” que não honram os votos recebidos ou que por algum lapso ou desatenção lesam o erário público?

Alguns podem dizer que nada ocorrerá, porque ninguém quer dedicar parte do seu tempo para trabalhar de graça, e muito menos para lutar contra a corrupção institucionalizada brasileira.

Mas eu digo que pode ocorrer o que ninguém, até bem pouco tempo atrás, imaginava ser possível. E para provar o que estou dizendo, aqui está mais um caso resolvido pela OPS (Operação Política Supervisionada).

Como de costume, um dos mais ativos colaboradores da OPS enviou uma denúncia à nossa operação. Nela constava uma ilegalidade praticada por um político do estado do Rio de Janeiro.

No dia 23 de fevereiro deste ano, eu (Lúcio Big) postei um vídeo em meu canal no Youtube e no dia seguinte, um artigo aqui no Canal do Otário denunciando este ato ilegal praticado pelo deputado federal Paulo Feijó – PR/RJ.

Ele abastece veículos de seu gabinete no posto de combustíveis de propriedade de seu genro. Esta ação é ilegal, conforme o Ato da Mesa 43/2009, Art. 4º §13º.

Após algumas tentativas frustradas de sensibilizar o parlamentar para a necessidade urgente de devolver aos cofres públicos uma quantia superior a R$ 165 mil (montante de todos os abastecimentos realizados pelo parlamentar no referido posto, desde 2009), no último dia 26 eu recebi um telefonema do próprio parlamentar.

Com muita educação e cordialidade, ele reconheceu o erro que, segundo ele, foi ocasionado por um lapso. Ainda segundo o parlamentar, o referido posto de combustíveis é utilizado por ele há vinte anos e que, em 2007, o sócio minoritário do estabelecimento casou-se com sua filha.

Sem perceber que a partir daquele momento não seria mais permitido abastecer seus veículos naquele posto com o dinheiro público da CEAP, ele continuou com a prática, que encerrou-se neste mês graças ao trabalho da OPS.

O deputado ainda reconheceu a importância do controle social ser exercido por cidadãos comuns:

“...você foi um guerreiro e tem que ser assim. Eu tenho que reconhecer que por um lapso eu cometi esse erro, mas vou ressarcir. Esse trabalho que você faz eu tenho que reconhecer que é importante”.

Resta-nos agora aguardar a negociação que ele fará com a Câmara Federal para parcelar este valor e, a partir daí, fiscalizar o cumprimento do acordo.

Dedico esta vitória aos auditores da OPS que, mesmo sem receber um único centavo de pagamento pelos excelentes trabalhos desenvolvidos, continuam contribuindo para que façamos o controle social das atividades parlamentares.

Dedico também a todos os patrões, colaboradores e divulgadores da OPS e também ao Otário Annonymous por acreditar e apoiar o trabalho desenvolvido pela Operação Política Supervisionada.

Um grande abraço e até mais!

Confira o vídeo a seguir e ouça o áudio da conversa entre mim e o deputado Paulo Feijó.

 Escrito por Lúcio Big

patreon_big

5 comentários

  1. Tás cantando vitória antes da hora, meu caro.

    • Só do cara ter reconhecido o erro e admitir ressarcir já é uma vitória, muitos caras de pau não admitem o erro lá.

  2. Meus parabens pelo trabalho. Excelente e devia ser seguido por todos brasileiros. Os suecos sao conhecidos por ter esse mesmo carater investigativo perante seus politicos. Continuamos na luta! Abs

  3. Parabéns pela conquista senhor Big e também ao reconhecimento do erro pelo senhor Deputado.

    Minhas saudações também as 2.142 pessoas que, assim como eu, assinaram o abaixo assinado.

  4. Parabéns pela consciência e pelo trabalho, Lúcio. Agora só nos resta aguardar (com muita esperança) a devolução da quantia indicada, que não ocorra mais lapsos ao deputado e principalmente que seus colegas parlamentares NÃO EMBOLSEM o valor ou desviem para outros buracos, e sim que destinem essa verba para áreas como saúde ou educação, por menor que seja essa quantia.

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar