e-mailzaço para o deputado luis tibé organizado por OPS

E-mailzaço para o deputado Luis Tibé

Share Button

E-mailzaço: ação organizada pela OPS para pressionar políticos a serem mais transparentes em seus gastos e/ou exigir devolução de recursos públicos gastos irregularmente

Era dia 6 de julho de 2017 quando o deputado federal mineiro e presidente nacional do partido Avante, Luís Tibé, alugou um avião com recursos de sua verba indenizatória, que, como se sabe, é dinheiro público. A viagem foi entre Ipatinga e Belo Horizonte e custou ao contribuinte, o valor de R$ 5 mil.

Mais detalhes no vídeo

A locação não seria irregular não fosse um detalhe: a viagem foi para atender a interesses do partido. De acordo com regras da Câmara dos Deputados, o cotão, como também é conhecida a verba indenizatória, só pode ser utilizado para ressarcir despesas que sejam exclusivas do mandato.

Divulgado em redes sociais e no site do deputado Luís Tibé, o evento intitulado "Encontro Regional do Avante" aconteceu na Câmara Municipal de Ipatinga, na noite daquele dia 6.

Questionado, o deputado informou via assessoria que:

"No dia 06/07/2017 o Deputado Luis Tibé participou de diversas agendas em Ipatinga cumprindo compromissos de sua atividade parlamentar. A despesa para deslocamento dessa viagem (trecho BH – Ipatinga) foi paga por ele e depois reembolsada pela Câmara.
No mesmo dia, à noite, como presidente Nacional e Estadual do AVANTE, participou do Encontro Regional do partido em Ipatinga e no outro dia, 07/07/17, esteve presente na inauguração da sede em Teófilo Otoni. Contudo, por tratar de eventos partidários, não houve pagamento dessas despesas pela Câmara.

Assessoria de imprensa Deputado Luis Tibé"

Entretanto, a assessoria não detalhou quais foram as "diversas agendas".

Entretanto, parece ser pouco provável que alguém consiga, em um só dia, trabalhar até às 14h na Câmara dos Deputados, pegar um voo no aeroporto de Brasília, fazer escala em Belo Horizonte, trocar de avião e seguir para Ipatinga para "cumprir agendas diversas" e ainda participar do evento na Câmara Municipal.

Este é um dos casos levantados pelo auditor-mor da OPS, Marcelo Carvalho, e auditado com a ajuda de um dos colaboradores da OPS que participa da Fiscalização Colaborativa.

Peço que participe do "E-mailzaço" que se encontra neste link.

Escrito por Lúcio Big

AVISO AOS 'J'ÊNIOS DE PLANTÃO: As opiniões expressas pelos autores e leitores são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião do Canal do Otário.

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar