Dilma sai ou Dilma fica?

Share Button

Na terra do samba, do futebol, das mulatas e do jeitinho brasileiro, o que toma conta dos noticiários é o possível impeachment da presidente da República.

Seja nas ruas de Brasília ou nas manobras financeiras, as pedaladas da Dilma entraram em evidência depois que o petroleiro e lavador de carros, Eduardo Cunha, jogou todo o conteúdo de seu intestino no ventilador.

A vingança maquiavelicamente preparada pelo quase psicopata presidente da Câmara Federal (ainda que por pouco tempo) tem o sabor amargo de um adeus iminente e duradouro.

O abandono de outros roedores (que não deixaram dúvidas quanto aos votos que serão dados no Conselho de Ética em desfavor de Cunha) fez com que o nobre deputado abrisse o processo de impeachment contra a desorientada presidente do país.

Com esta nova realidade, o Brasil vai provar pela terceira vez em sua história o desenrolar de mais um capítulo de nossa política.

Dilma vai desempatar o placar que até agora está 1 x 1. Em 1954, Getúlio Vargas viu seu mandato de presidente da nação nas mãos dos deputados federais. Com relativa folga o seu mandato foi preservado.

A mesma sorte não teve Fernando Collor de Mello em 1992. Dos 480 deputados daquele ano, um se absteve do voto, 38 votaram pela manutenção de Collor no poder e 441 lhe deram um chute em suas nádegas.

Com seu afastamento, o mineirinho Itamar Franco assumiu o governo que só o entregaria dois anos depois a FHC.

Mas... Será que Dilma será impedida de continuar a fazer o seu governo "choque de pilha” (ou seja, muito fraco)?

Será que ela não terá os votos suficientes para permanecer em sua confortável cadeira no Palácio do Planalto?

Para desespero de muitos e deleite de outros, ao que tudo indica, Dilma vai concluir o seu mandato. Segundo um levantamento feito pelo jornal O Globo, Dilma tem o apoio de metade dos 513 deputados. Ela precisa de apenas 172 para se livrar do Impeachment.

Confira também o “Placar do Impeachment”, que ainda encontra-se em fase de construção e pode ser acessado pelo link: http://placarimpeachment.vidapolitica.info/

Obviamente que a política não é uma ciência exata. Há interesses pessoais em todo este processo e um deputado que hoje apoia a Dilma, amanhã poderá ser um de seus algozes.

O que você acha que vai acontecer? Dilma sai ou Dilma fica?

Dê sua resposta acessando esta enquete, mas não antes de assistir ao vídeo Notícias Absurdas

Escrito por Lúcio Big

patreon-lucio-big
Doe para a OPS, clique aqui

AVISO AOS 'J'ÊNIOS DE PLANTÃO As opiniões expressas pelos autores e leitores são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião do Canal do Otário.