Como burlar os radares do Detran

Share Button

Muita gente me manda mensagens pedindo para que eu comente sobre a industria da multa que existe neste país, criada exclusivamente para prejudicar os inocentes cidadãos de bem, que pagam regularmente seus impostos e ainda são roubados por essas máquinas de caçar niqueis do Detran.

Pois bem, a boa notícia é que, recentemente, recebi um vídeo muito interessante sobre este assunto, e que explica, passo a passo, tudo o que tem que ser feito para burlar os radares de velocidade do Detran e quebrar (definitivamente) essa maldita indústria da multa, confira o vídeo a seguir (que possui duração de menos de 1 minuto) e descubra como fazer isso:

Gostou?!

E aí?! Gostou de saber como é que se faz para burlar os radares do Detran?!

Então, basta aplicar essas dicas no seu dia-a-dia. Fácil, né?!

Tenho certeza de que, em pouco tempo, o Detran irá quebrar se todos fizerem o mesmo! ;-)

- Chupa Detran!

Quer mais?!

As dicas do vídeo acima funcionam tanto para radares fixos quando para os radares móveis (inclusive aqueles que ficam escondidos).

Além disto, este raciocínio também funciona para: sinais ou semáforos (quando estiver vermelho, pare); estacionamentos proibidos (caso exista alguma placa escrita "proibido estacionar", então, não estacione); faixas de pedestres (nunca pare sobre uma faixa de pedestres), e por aí vai!

Não gostou?!

Não se preocupe, certamente você não estará sozinho... aposto que muitos dos adeptos do famoso "jeitinho brasileiro" devem ter odiado todas estas dicas. Mas, vê se não vai reclamar desses malditos políticos que só sabem roubar a população para levar vantagem em tudo, hein?! Pois você é apenas mais um "malandrão" fazendo a mesma coisa ;-)

Aliás, o que é que você ainda está fazendo aqui?! Vaza!

Conclusão

Não existe indústria da multa, o que existem são imbecis no volante, isso sim!

O dia em que o Brasil estiver criando multas fictícias apenas para roubar seus "inocentes cidadãos", então, significa que somos a população mais honesta e bem educada do planeta.

Abraços,

Otário Anonymous

banner-assine

 

276 comentários

  1. Se passar a 7km/h acima também funciona. Pois pela lei existe a velocidade medida e a considerada. A velocidade considerada é 7 km/h a menos da velocidade medida. Isso se a velocidade medida for menor que 100 Km/h. Se a velocidade medida for maior ou igual a 100 km/h, a velocidade considerada será a velocidade medida menos 7 %.

    • Essa tal de “velocidade considerada” não é nenhuma generosidade do detran, é apenas uma compensação feita para evitar erro de medição, pois o aparelho registra um valor maior do que o real: http://eemtransito.blogspot.com.br/2009/12/limite

      • Aprendi num curso de transito de 5 meses que frequentei (ministrado por PRFs formados em direito), que essa medida não existe, o que existe é a tolerância de erro do aparelho usado na medição, e que possui um percentual baixíssimo, pois uns anos atras fui multado por dirigir a 63 km/h numa rodovia de 60 km/h por pura distração minha, só o que me restou foi admitir o meu erro e pagar a multa.

    • Existe uma Industria da multa sim senhor.

      Alguns limites de velocidade em certos lugares são sim um absurdo, talvez pra vocês que vivem em cidades maiores, não seja, mas pra min, ha lugares em que a rua não passa pedestre, a sinalização é inadequada, e há lugares também que eles fazem questão de por um pardal em vez de colocar uma passarela, fazer mais ruas ou melhora-las pra melhorar o fluxo de carros.
      Então eu sou obrigado a cumprir com todas as normas e regras de trânsito igual um robô, e eles fazem Ruas emburacadas por toda parte(se fizerem as ruas), e aquelas ruas com pintura horrível que tem sinal de contramão pros dois lados, e eu sou obrigado a cumprir com a p**** do meu dever quando eles não cumprem o deles? O Detran é uma instituição que não tem moral de punir ninguém por p**** nenhuma, eles não cumprem os próprios deveres.
      Pior são as blitz que eles colocam em todo lugar e reduzem os acidentes de trânsito, sabe como elas reduzem os acidentes? Parando os carros, afinal, se tem menos carros andando, por causa de qualquer bobagem burocrática, tipo a merda do documento, ou a carteira que já demora-se meses pra de tirar. é só proibir que as pessoas andem com os carros, que reduz os acidentes, e ainda tira grana de aluguel naqueles pátios ridículos.
      Nem vou falar das auto-escolas e dá obrigatoriedade de fazer aulas nelas, que são muito caras. Por que eu não posso fazer a p**** da prova pra tirar carteira direto? sendo que é a prova que avalia minhas capacidades como motorista, em vez dessas merdas dessas auto escolas com controle de presença que servem apenas como punição e também de mais um cartel pra arrancar o nosso dinheiro, fazer as aulas tanto práticas quanto teóricas deveria ser uma opção minha. Mas será que é por que eles não querem fazer a parte deles de avaliar corretamente os motoristas?
      Então preferem fazer as pessoas pagarem meses de aulas mesmo que já estejam aptas a dirigir, já que a avaliação deles é ineficaz, se fosse funcional bastava fazer a prova, só que assim eu não teria que pagar tanto, não é verdade?
      Dirigir no Brasil é proibido.

  2. O problema não é a existência de radares e de multas, o problema é o uso abusivo delas. E nem venha discutir que é abusivo SIM. Eu levei duas multas em um trecho aqui em Natal onde o limite era de 50 km/h e sabe quais foram as velocidades registradas? Uma foi 55 km/h e outra foi 51 km/h! “Super barbeiro” eu fui, hein? E detalhe: o local aonde era feita a medição era uma descida, ou seja, era muito fácil extrapolar o limite de velocidade por uns poucos quilômetros como foi o meu caso. Isto pra mim é, sim, suspeito. Multas e leis devem existir para o bem da sociedade, para melhorar a segurança e manter a mobilidade urbana, e não para punir motoristas que não dirigem mal e apenas ultrapassaram o limite por poucos quilômetros, como foi o meu caso. Eu acabei pagando em torno de 60 reais por multa (já incluso desconto) e, felizmente, nunca mais fui multado. Entretanto, é algo a se pensar. Tudo bem punir alguém passando com velocidade de 80 km/h em um local com limite de 50 km/h, mas alguém que passou muito perto?? Qual é a diferença? Não tem critério, o único critério é uma multa menor. Ao meu ver, só deveria receber pontos na carteira, no máximo, quem ultrapassar o limite em menos de 20%, pois quem ultrapassa desta forma não dirige muito rápido, pois está bem próximo da velocidade máxima. Ou seja, a legislação atual é punitiva, ao invés de educativa e pode, SIM, ser usada como “máfia de multas”, principalmente agora que não é mais necessário avisar em que trechos tem radar de multa, o que torna tudo menos transparente do q deveria ser..

    • Para mim, seria suspeito se vc tivesse sido multado se estivesse abaixo dos 50km/h (que era o limite descrito por vc), aí sim teríamos uma indústria da multa. ;-)

      • Aqui onde moro, campinas – sp, existiu uma indústria da multa onde os ‘amarelinhos’ tinham que bater metas para ganharem seus bônus. Esse esquema veio à tona após um dos funcionários denunciar essa pilantragem. Resta-nos agora saber se essa pilantragem acabou ou está camuflada.

      • O que conheço como indústria da multa é outra coisa.
        Eu já tomei duas multas por estacionar em local proibido, uma delas em um lugar que nunca visitei, e outra em um local que vou com frequência, mas uso o estacionamento privativo a “míseros” 15 Reais a hora, ou seja, algum guardinha anotou minha placa e usou para bater a meta de multas do mês. Neste caso, apresentei um comprovante de abastecimento a cerca de 200 km de distância com 38 minutos de diferença para a hora da multa. Não foi aceito porque não tinha meu nome, placa etc. no cupom fiscal. Que tal?
        E tenho, no meu histórico, uma multa por invasão de sinal vermelho que não existiu e não chegou para eu pagar, nem foi registrada nos meus veículos. Recebi os pontos por algo que não fiz e poderia ter perdido injustamente a minha CNH. É aquele esquema de “tirar a sua multa” que algum amigo dentro do Detran/SMT faz, falsificando aquele documento de transferência da infração por ter acesso aos seus dados internamente.
        Por último, ainda não caí nessa, mas abaixam o limite de velocidade de avenidas da noite para o dia, gerando muitas multas. Avenidas movimentadas, importantes e largas, de 3 e 4 faixas, com limites de 50 km/h, é indústria de multas, sim!
        Não sou santo e também não sou burro.

      • Seu argumento acaba de corroborar a visão de que limites de velocidade não tem nada a ver com segurança no trânsito, já que esses 1km/h a mais não mata ninguém, ou seja, é só pra arrecadar mesmo!!

    • Tem um porém aí, ou tu mentiu ou o Detran cometeu um erro, porque se o limite é 50Km/h não se pode aplicar multa se passar há 51Km/h, existe um parâmetro pra considerar possíveis variações na calibragem do equipamento de medição.

    • Se de 50 pra 51 nao faz diferença, pq vc nao passou a 49? A variação é a msm, tb nao faria diferença

    • O limite é 50, se você passa a 50,01 você já esta errado. Se você estiver andando na velocidade correta, os radares escondidos não vão ser um problema.

      • Isso prova que limite de velocidade não tem nada a ver com proteger a segurança do motorista, e sim arrancar dinheiro do povo, já que esses 0.01 a mais na velocidade não vai matar ele, não vai fazer ele perder o controle do carro, isso só mostra como brasileiro é burro mesmo, acredita em lei feita por um governo safado que só nos rouba.

  3. kkkkkkkkkkkkk… boa !

  4. Altamir Ponchielli

    Nem precisei assistir o vídeo… já previa um conteúdo educativo, a “lá otário”…

  5. Não esse video ganho o pior video do canal do otario, pq isso e muito obvil . so a a favor de tacar fogo nessas p****.

    • Pô jovem! caso seu comentário tenha um viés sincero, eu lhe garanto que o vídeo não é “obvil”(obvio) mas sim sarcástico e zoeiro. Grande Abraço Champz.

  6. O problema não é existirem os radares… nem tampouco as velocidades máximas, etc… o problema é tudo ser feito tudo nas coxas pra sacanear as pessoas… Aqui em Curitiba uma época tinha um radar literalmente atrás de uma placa pegando carros que passavam acima de 60km/h, sendo que a via tem velocidade de 70km/h… depois de muita denúncia e encheção de saco tiraram o radar. Daí das velocidades máximas, tem vias e velocidades completamente incompatíveis… várias vezes eu prestei atenção nas BRs, durante viagens, você tá andando, daí tem placa dizendo que a máxima é 110, dali a pouco aparece uma placa de 80, depois outra de 110, de repente uma placa com 60km/h e já vi no meio da BR placa a 40km/h (provavelmente colocada pra fazer alguma manutenção na via e esquecida lá eu Espero!!!)… é impossível, totalmente impossível seguir todas as velocidades máximas de todas as ruas…
    Essas duas coisas são as que me causam indignação… Uma época o prefeito daqui resolveu que os radares tinham que ter faixas verdes pintadas no asfalto antes, aviso por meio de placa e o poste do próprio radar tinha que ser pintado de verde… aí beleza… nada de radares escondidos, em locais com altos índices de acidentes… tranquilo, todo mundo achou ótimo!!!… eu por mim acharia legal ter 1 radar em cada semáforo pra pegar FDP que passa semáforo vermelho ou exagera nas velocidades… seria perfeito… mas não da forma como fazem, escondendo, colocando de forma FDP pra sustentar a tal indústria da multa.

    • E daí se é escondido ou não? Você tem q respeitar a lei não interessa se tem radar ou não. Por mim tinha um em cada esquina escondido pra pegar malandro.

      • O problema foi que nem ele falou, radar de 60 km em via de 70 km, e aí quem é o malandro da história?

        • Isso resolve “facil” só tirar foto da placa na rua e mostrar a velocidade que diz na multa e entrar com ação contra o detran/cet etc

    • Perfeito seu comentário Cristopher. As velocidades em alguns trechos são totalmente incompatíveis com os tipos das vias. Boa parte dessa variação de limites permitidos não tem outra explicação que não seja nos induzir a desacreditarmos das sinalizações, para que, quando menos esperarmos, ser homenageados com uma agradável multa! num f*** p****!!

    • Exato Christopher, isso sim caracteriza industria de multa. Aqui em São Paulo, temos grandes avenidas de duas pistas e 3 ou 40 faixas cada, recebendo novos radares e tendo suas velocidades limite baixadas de 60 para 50km/h. Em cidades aqui da grande São Paulo, quase todos os semáforos tem radares. Assim, se um espertinho não tomar multa por furar o sinal vermelho, provavelmente toma por excesso de velocidade, pela mania de acelerar no sinal amarelo.

  7. As dicas são boas, só não concordo com a não existência da industria da multa. Existem casos em que o Detran diminuiu a velocidade de vias sem nenhuma justificativa nem aviso prévio, multando pessoas acostumadas a andar por ali.

    Além disso, não adianta só multar e não investir nada para resolver problemas conhecidos como: expandir vias, melhorar sinalização, criar mais estacionamento, melhorar transporte público.

  8. a industria da multa não se refere a pardais, e sim aos guardinhas que anotam estacionamento irregular marcando que seu carro estava a alguns metros fora de onde ele realmente estava. por ex: vc estaciona num lugar permitido, passa o guardinha e anota que vc estava fora do lugar permitido e pronto, multa

  9. Pow otário, eu esperava mais do você.

    Eu também acho que as regras devem ser cumpridas QUANDO elas são feitas para o bem comum, o que não tem sido o caso, sobretudo aqui em SP. Existe, SIM, uma indústria de multas, tanto quanto existem motoristas despreparados/sacanas. Mas não é porque existem motoristas desse tipo que eles podem fazer o que bem entendem para tirar vantagem.

    Acho que você deveria dar uma lida na comparação que fizeram aqui: http://www.flatout.com.br/o-excesso-de-velocidade

  10. Logo logo o governo vai ditar o que nós deveremos comer, onde deveremos frequentar, o que deveremos beber, para onde deveremos viajar e logo logo se poderemos ter filhos ou nao, inclusive logo logo estarao escolhendo maridos e esposas para nós.
    Fala sério… não preciso de ninguém pra me dizer oq que é certo e o que é errado, sou responsável pelos meus atos.

  11. Que susto! Já pensei que o canal tava começando a perder sua essência!

    Eu acho mais que certo o aumento das multas, cansei de ouvir “é baratinha, se vier eu pago”
    e abusa dos limites de velocidade.

  12. Concordo com o Cristopher, a grande sacanagem não está em ter a multa ou o radar e sim na incoerência de seus limites, locais ou até mesmo na quantidade de radares por via, isso quando eles não abaixam o limite por não estarem conseguindo mais gerar multas naquele trecho… Vejo como indústria da multa pois se levarmos em consideração que estamos no Brasil onde em tudo se tem fraude e alguém lucrando com coisas ilícitas, não vai ser neste ponto que vai acontecer tudo dentro da honestidade, vejamos oque diz:

    ” Art. 1º As multas aplicadas com a finalidade de punir a quem transgride a
    legislação de trânsito são receitas públicas orçamentárias, classificadas como outras
    receitas correntes e destinadas a atender, exclusivamente, as despesas públicas com
    sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de
    trânsito. ”

    Vocês acreditam mesmo nisso ?!!?

  13. Eu concordo e discordo.
    Concordo que deve haver fiscalização e que querer burlar o radar é picaretagem. O problema é que a prefeitura coloca radar até no meu ânus pra ver a velocidade que meu cocô cai na água, mas o asfalto é horrível, a iluminação pública é precária, muitos semáforos param de funcionar na chuva (eles deviam dar manutenção preventiva pra isso não acontecer) e as faixas pintadas no asfalto são muito ruins.

    E outra, adoram colocar radar em cruzamentos que são perigosos de madrugada. Aí você tem que decidir se é assaltado ou se paga uma multa. Como faz?

  14. Muito me estranha você Otário achar que não existe uma indústria.
    Você acha mesmo que o governo está preocupado em preservar vidas?
    Fala sério, acha mesmo?
    Se o intuito fosse realmente este, com certeza proibiriam a produção de carros que “voam”.
    Cortariam o mal pela raiz.

    Acorda.

  15. Existe um outro problema ainda…. Polícia corrupta que te aplica uma multa por que precisa bater meta… Sim existe, faça uma rápida procura com o termo “Desobedecer as ordens da autoridade/agente de transito” e veja. Agora você me diz: “é só recorrer” kkkkk, ingênuo hein… ingênuo achar que todas as pessoas que são injustamente penalizadas com uma multa desse tipo não tem mais nada pra fazer do que ir na casa do c****** para provar que eu não estava errado…. Aí vem um otário e defende isso aí…. Óooooooh que legallllll!

  16. Pode não existir indústria da multa em alguns estados. O que não é o caso do meu querido falido Rio Grande do Sul. Um exemplo perfeito de tal indústria é a recentemente duplicada BR-101. Inacreditavelmente, a qualidade da estrada é excelente, tanto no trecho gaúcho quanto no catarinense, que são os dois que eu percorri recentemente.

    Entretanto, quem está trafegando no sentido SC-RS tem uma bela surpresa ao cruzar a divisa do estado: um “pardal” ajustado para 60 km/h! Estaria tudo bem, se a velocidade máxima da mesma, em território catarinense, não fosse 110 km/h. Velocidade válida, inclusive, dentro de áreas urbanas, já que as mesmas possuem sinalização adequada, diversas passarelas, viadutos em todos os acessos e os mesmos “pardais” que encontramos no trecho gaúcho. A diferença é que tais pardais estão ajustados para 110. Neste caso, concordo que quem quiser trafegar em velocidade superior a esta (na verdade, 121 km/h, considerando os 10% de tolerância), merece levar uma bela de uma multa!

    E, se já não fosse o suficiente, após o referido controlador “bem-intencionado” que dá boas vindas aos motoristas que entram no meu Rio Grande, o limite de velocidade, após o mesmo, passa a ser 100 km/h, ao contrário dos 110 no estado vizinho. Lembrando que estamos falando da mesma estrada, de responsabilidade do mesmo governo (federal), do mesmo tipo de terreno e de obras de duplicação que foram executadas durante o mesmo período, com o agravante do trecho catarinense ser ligeiramente mais acidentado, motivo pelo qual suas obras ainda não foram concluídas, faltando alguns túneis e a famosa ponte de Laguna.

    Mas não termina por aí! Os mesmos 100 km/h de limite no trecho gaúcho caem para 80 km/h a cada vez que se cruza uma cidadezinha ou mesmo vilarejo com pelo menos 10 casas. Naturalmente, temos as mesmas passarelas, os mesmos viadutos (apesar de algumas diferenças no tipo de construção) e os mesmos pardais. Só que, ao invés de estarem ajustados para 110 km/h como no trecho catarinense, estão ajustados para quanto? 80 km/h! Mas como todos os gaúchos são ricos, sabemos que é justo que sejam multados com maior freqüência!

  17. O problema não é o limite de velocidade em questão, mas sim as pegadinhas q eles fazem com os radares, tem vias onde a velocidade é de 50km/h por exemplo e do nada cai para 30 km/h, mas sem vc saber e aí tem um radar bem na frente e aí vc é pego…

    Outra coisa q está acontecendo muito são radares escondidos, alguns são instalados atrás de pontes e outros nas guias das calçadas, até aí não acho errado, pois tem que pegar quem está acima da velocidade, mas acontece q eles reduzem tanto a velocidade q fica inviável para andar naquele limite, fora que pega um monte de gente de surpresa, é aí q a indústria da multa lucra…isso pq eu nem estou citando dos marronzinhos que ficam criando multa em carros aleatórios só para eles fazerem a cota diária de multa deles, infelizmente é assim que funciona…

  18. KKK que sacanagem… mas ótima estratégia, pegou certinho quem deveria ser pego… os malandrinhos !!!

  19. Isso sim pode chamar atenção para o canal até a imprensa será suspeita de ver esse canal tão bom, brasileiros e tudo safado, só que ver vantagem nos outros, isso irá chamar atenção de muita gente

  20. Acho que o que caracteriza essa industria de multas é o que acontece aqui em São Paulo. Temos avenidas largas sendo reformadas, 4 faixas de asfalto novo e liso e os limites de velocidade sendo baixados de 60km/h para 50km/h, junto com a instalação de novos radares. Aí você acostumado a passar sempre a 60km/h se esquece e toma multa, não porque começou a andar mais rápido, mas porque esqueceu que agora tem que andar mais devagar. Fora o fato de que as autoescolas hoje são uma máfia. Ensinam mal e, para o candidato a novo motorista não ficar eternamente tentando fazer o certo, forçam a barra pela compra da CNH. As autoescolas ganham dinheiro, as ruas ganham mais um motorista incapacitado e as prefeituras ganham mais um cliente que vai gerar muito lucro.

    • Se você for esperar receber tudo que você considera bom, justo e necessário, de alguém, não vai conseguir nada, vai continuar fudido e pior, com prejuízos.
      Se as auto-escolas ensinam mal, o ideal é estudar um pouco mais em casa por conta própria e decorar bem a lei de trânsito. Se você fizer tudo corretamente, será aprovado. Se nas ruas estão recheadas de maus motoristas, faça sua parte de ser um bom motorista, prestando atenção a todo o trânsito e lembrando-se que “preferencia” não te imuniza de acidentes; ou seja, Mesmo que a preferencia seja sua, de passagem para um “apressadinho” ou, mesmo que a preferencia seja sua, vá devagar nos cruzamentos. Ter a preferencia não te imuniza de machucados ou prejuízos materiais. É melhor ceder o orgulho a uma pessoa que está errada do que se ferrar de graça, pois, aquele que erra uma vez, erra duas, e depois três e assim por diante, e uma hora será pego, e aiele terá o que lhe é merecido.
      Ah sim! Mais importante, e antes que eu me esqueça: É bom se preocupar com os próprios problemas e não ficar muito grilado nos problemas dos outros. Justificar seus erros com outros erros é hipocrisia lambuzada de demagogia, e isso é Feio pra cara-le-o.

    • Asfalto novo e liso pedindo pra tu correr né? Ai vc ta acostumado e “sem querer” passa acima do limite.

      Acostumado a não olhar as placas e agir de acordo a elas, isso sim.

      Auto escola ensinam mal? A obrigação eh do candidato se esforçar não da auto escola. Afinal é o candidato q ta pagando, eles tem q ficar de baba pra q? Quanto pagar pra passar, não preciso dizer nada né?!

      Brasileiro dando o jeitinho brasileiro depois reclamando de sofrer as consequências.

    • Quando a gente esquece ainda ta bom, afinal de qualquer forma foi nossa culpa. F*** é quando ninguem avisa.

    • Pare de mimim. “Esquecer”?? Ô desculpinha esfarrapada. Presta atenção na sinalização ou no fluxo se não tiver.

  21. Concordo em relação aos radares, estão lá para TENTAR fiscalizar, muitas vezes não conseguem. Porém a indústria da multa é muito mais que radar caro Otário! A maioria das pessoas que reclamam foram multadas em radas, mas sabia que essa não é a unica forma? Pega um policial corrupto na sua frente depois volta ae para debatermos… Quanto aos radares em uma discussão superficial, OK, tem razão, a lei está aí para ser cumprida, assim como nossos direitos de ter segurança pública, vias em boas condições… Sem contar na preparação do condutor né? Tanto esquema para nego tirar CNH, simulador eletrônico de trânsito?? Ahhh, será que foi algum parente do Otário que ganhou dinheiro? kkkk, por que isso é um absurdo, mas alguém ganhou dinheiro com isso…. Ok, são outras questões, os radares estão OK.
    Otário.

  22. Eu concordo com tudo o que você escreveu otário, mas e quando numa rua tem várias placas dizendo que a velocidade é uma e chegam multas dizendo o contrário? Numa rua (ou avenida, sei lá), aqui perto de casa em Jacarepaguá; um mega bairro do Rio de Janeiro; há várias placas indicando 60 km/h e chegam multas pras pessoas por passarem a 56 km/h, nessas multas consta que a via é de 50 km/h. Nessa rua circula o BRT Transcarioca então é uma via de certa importância, já não deveriam cometer esse tipo de erro em qualquer via, imagine aqui. Já tem meses e o problema não foi resolvido. Esse tipo de coisas que faz com que pessoas comuns pensem que exista a tal indústria das multas.
    Att,
    Ivan.

  23. Acho que a questão da indústria da multa é a arrecadação e sua utilização, obediência as regras de trânsito é outra história.

  24. O problema, caro Otário, não é o fato de existirem tantos radares é que eles são instalados sem qualquer estudo de impacto.
    Um exemplo:
    Em Belo Horizonte, onde moro, o Anel Rodoviário (formado pela junção de três vias federais) funciona como as marginais Pinheiros/Tietê em São Paulo, ou seja, uma espécie de via expressa que deveria servir para o escoamento do trânsito. Embora ele possua falhas estruturais graves em alguns pontos, em sua maior parte ele possui 3 faixas e está relativamente em bom estado.

    O limite de velocidade é de apenas 70km por hora em toda sua extensão. Para piorar, as pessoas, por hábito ou falta de noção, reduzem sua velocidade para 40-50km/h ao passar pelos inúmeros radares. Assim, o impacto causado pelos radares fica perfeitamente visível nos horários de pico, onde o trânsito fica lento, muitas vezes parado.

    Sim, há pontos onde este limite se justifica, principalmente pelos afunilamentos, onde a pista diminui de três para duas faixas (geralmente por conta de pontes antigas que já deveriam ter sido ampliadas há muito tempo… Valeu DENATRAN!).

    Há estudos que mostram que em diversos trechos, o limite poderia ser, com segurança, 90km/h para veículos de passeio, isso faria com que o Anel Rodoviário funcionasse melhor como via de escoamento, uma vez que o limite poderia ser reduzido gradualmente com a aproximação aos pontos problemáticos. Contudo, os DENATRAN vai na direção contrária, instalando ainda mais radares na via…

    Outro exemplo: Na rodovia que liga Belo Horizonte ao Rio de Janeiro, há radares de 30km/h… Você está dirigindo a 110km/h (limite na maior parte da estrada) ai, do nada, você tem que enfiar o pé no freio e quase parar no meio da pista, porque surge um radar de 30km/h… Tá de sacanagem, né?
    Eu até entendo que por ser próximo de uma área urbana, uma redução de velocidade e um radar são justificáveis, mas precisa disso tudo? Não podia ser 60km/h?

    • No Brasil, quanto mais modernos, rápidos e SEGUROS se tornam os veículos, menor é a velocidade permitida nas vias. Vai entender…

  25. heheheh Adorei a dica.
    O que me deixa revoltado com a industria de multas é que RARAMENTE recebemos as notificações (aquela que podemos recorrer ou algo do genero), mas a MULTA, esta é GARANTIDO que vc receberá.

  26. Acho que o que não pode, não deve e não precisa, é vir a 60 km/h na pista da esquerda (pista de ultrapassagem que deve ficar livre) de uma via com limite de velocidade de 80 km/h e quando chegaR no radar, METER O PÉ NO FREIO! P****, se você já está abaixo do limite de velocidade, não pise no freio pra não causar acidente! Não ande na esquerda, porque esta é a pista de ultrapassagem (esse povo que compra carteira ou não presta atenção nas aulas na auto-escola não sabe desses “detalhes”) e não é pra murrinhar o tempo todo!

  27. Os mesmos que acreditam que não existe a Indústria da Multa são os mesmos que acreditam que brasileiro não sabe votar.

  28. isso não é burlar o radar, e sim cumprir a lei, andar dentro do limite de velocidade

  29. Esta bem equivocado, amigo. Existe, sim, uma máfia no Detran que ganha em cima de multas, já é antiga e quem tem carro por um período prolongado de tempo, ou mesmo conhecidos dentro desse meio, sabe disso. O meu conhecimento disso – e de outros que confirmam esses dizeres – é embasado nas diversas situações em que já fui multado: desde zona azul as 22:30 da noite ate estacionamento proibido em vaga regulamentada para minha empresa.
    Agora muito me impressiona a matéria, se comparada a outras aqui. Não tem:

    • Informações condizentes com a realidade de diversos motoristas indevidamente multados;
    • O formato falho com o qual são tratados os recursos de multas, por muitas vezes indeferidos por falta de averiguação das mesmas;
    • Nenhuma menção sobre situações incoerentes – como multa por falta de cinto de segurança para motociclistas.

    Começou a cair em descredito só por conta dessa matéria. Eu faria uma revisão da mesma.

  30. Otário, a indústria de multa existe sim, e o que esses imbecis no volante fazem é facilitar a existência dela, que acaba prejudicando muita gente inocente e de boa índole.

    A imposição de limite abaixo da velocidade natural da via é a principal ferramenta desta indústria, e com a desculpa de evitar acidentes apenas gera novos problemas, desde o desgaste excessivo de pastilhas de freio até o pior, que é causar mais acidentes.

    Um exemplo é a Rodovia dos Tamoios, que tinha apenas uma faixa toda esburacada e limite de 80km/h. Quando foi duplicada e recapeada, virou uma estrada segura para se andar a 100~110km/h, que se tornou a velocidade natural da via, seguida pela maioria de veículos que lá trafegava. Mas sem um estudo apropriado, fizeram o contrário do bom senso: mantiveram o limite de 80km/h nas retas, e mudaram o limite para 60km/h em diversas curvas com declive, com a justificativa de que pode haver pedestres atravessando ali, e instalando radares justamente nessas curvas. O problema é: não construíram passarelas para esses pedestres, que ainda correm um grande risco de atropelamento quando atravessam justamente nessas curvas com carros descendo a 60km/h. E quem não está acostumado com isso leva susto, se acidenta ou leva multa. Não é por maldade: uma pessoa que dirige tranquilamente na Tamoios a 80km/h já se sente viajando mais devagar do que devia, e a distância entre a placa de 60km/h e o radar é tão pequena que quando dá tempo de reagir ainda é necessário frear bruscamente. Eu nunca fui multado ou acidentado assim, então falo apenas como testemunha de vários.

    Outro caso é a ação dos agentes da CET aqui em São Paulo: só em 2014 recebi multa por dirigir usando aparelho celular, sendo que só atendo ligações pelo sistema de viva-voz do carro, multa por não usar cinto de segurança sendo que eu sempre uso pois meu carro apita freneticamente se eu não usar, e multa por estacionar em local proibido sendo que a placa era R-6a e não R-6c, e eu só fiz uma parada de menos de 5 segundos para desembarque de passageiro, devidamente sinalizada. Não errei em nenhuma das situações, mas paguei o pato.

    A sua conclusão não fala por todos. Pode ter muito malandro por aí, mas a indústria de multa existe sim e é muito sacana com todos, não só com quem merece.

  31. tenho certeza que mesmo sendo novo limite de velocidade, existem PLACAS sinalizando isso.
    E voce no seu carrinho/moto cada vez mais sem paciencia e com mais pressa, mexendo no telefone, ou com a cabeça nas nuvens nao ve… errado somos nos!

    O pior do brasil sao os brasileiros e enquanto essa maxima do jeitinho para tudo nao mudar,
    seremos escravizados por politicos incompetentes.

    O reflexo de (grande parte de) nós, sao os politicos no congresso!

    Tente mudar, nao peça jeitinhos e se alguem pedir nao faça, mostre-o o quao ridiculo é esse jeitnho brasileiro.

  32. Show, Otário!
    Tomei um susto quando li o nome desse artigo lá no FB.
    Concordo com vc: existe uma máfia, sim. Mas que fatura em cima de quem não respeita as leis.
    Se vc dirige como um ser humano normal, e tem os dcumentos em ordem, nunca vai tomar multa.

  33. oque existe mesmo de máfia no(s) detran(s) é a MAFIA DE VISTORIA VEICULAR, todo mundo usa, todo mundo sabe, todo mundo vê.

    Isso sim é um bom assunto para que o Sr Otario aborde. Os detrans estao infestados de policiais corruptos que recebem de R$30 a R$100 para que veiculos com irregularidades passem nas vistorias. estou cansado de ver isso. E todos utilizam este serviço, meu brother é despachante e ganha muito dinheiro e tambem paga muito para os fiscais (policiais civis) do detran, as vezes o veiculo nem entra no patio da fiscalizacao.

    O pior do Brasil sao os Brasileiros!

  34. Parabéns, Otário!
    Ganhou vários page views.
    Espero que cubra ao menos o “boost” que vc fez no FB.

  35. Errado porque um certo órgão instalou, sem mais nem menos, uma placa dizendo isso? Não é bem assim. Tem muitas placas por aí que colocam velocidades absurdamente baixas e desnecessárias e, mesmo assim, somos obrigado a seguir isso. Acha isso justo? É totalmente compreensível vetar e multar quem corta sinal vermelho, porque isso tem justificativa em relação à segurança e à mobilidade urbana, e também é justificável impor determinados limites de velocidade para evitar acidentes, mas punir pessoas que ultrapassam por MUITO POUCO uma velocidade que já é desnecessariamente baixa é, no mínimo, injusto. Afinal, tirando o fato de vc ter transgredido a um limite imposto por uma “plaquinha”, o que vc fez de inseguro ao andar de 1 a 5 quilômetros acima do limite? Qual é a diferença, afinal? Pense nisso.

  36. Eu sou a favor de uma tolerância mínima em relação à velocidade máxima permitida. Afinal, nós não toleramos o péssimo estado de conservação das vias as quais pagamos os devidos impostos para serem conservadas? E haja paciência pois aqui na região onde moro tem lugar que parece um campo minado. Se querem excelência de nossa parte em um simples 50 para 51, deveriam também em contrapartida nos mostrar excelência no uso dos valores arrecadados, e as vias então neste caso deveriam ser um tapete! ;)

  37. Ser roubado por limites ridículos de velocidade, como 50 km/h numa estrada ta beleza, só não me enganem com foto mentirosa no meu biscoito…

  38. Vai querer dar licao de moral agora? Se todos respeitassemos todas as regras, a evolucao social nunca teria acontecido. Nem vou entrar no merito da industria da multa, da arbitrariedade com que escolhem o melhor lugar para multar e nao para previnir acidentes, etc… pois muita gente acima explicou elegantemente. O que me chocou foi o argumento de comparar o andar acima do limite de velocidade (estabelecido arbitrariamente por um idiota) com o “jeitinho brasileiro”. O jeitinho brasileiro eh tentar ganhar vantagem em detrimento de outra pessoa. Enquanto andar acima do tal limite de velocidade nao eh detrimento pra ninguem.

    Antes que voce pense besteira: NAO! acidentes nao sao causados por excessos de velocidade, muito pelo contrario, a maioria do acidentes acontecem em baixas velocidades. Em qualquer pais civilizado os carros voam na faixa de ultrapassagem, enquanto que no brasil a faixa de ultrapassagem eh usada como faixa normal… e ninguem leva multa alguma por isso.

  39. Caro Otário, Admiro muito o seu trabalho. Parabéns. Mas esse vídeo foi uma decepção….pegadinha…? quer que isso..? Vc um cara que sempre passa informações importantes para a sociadade. Perdendo tempo com isso….,meu caro. Mas continue assim; cada um age por suas próprias cabeça!!

    • Rodrigo essa foi uma maneira de chamar a atenção justamente das pessoas que precisam ler. O povo vem querendo dar uma de esperto e toma uma lição de mora pra aprender a ser decente. Essa história de que cada um age com “sua própria cabeça” é frase típica de alguém que quer viver sem se importar com os outros. Vá numa UTI e depois a gente conversa amigão.

    • Perdendo tempo meu chapa ?ele está ensinando algo muito valioso e primordial entre os seres humanos , como ser um cidadão honesto ,você e outros que tentam ganhar tudo na mão grande, que proliferam esses tipos de gente aqui no nosso país, quer reclamar do governo ? seja diferente, seja honesto e digno, por que fora isso, você não tem moral alguma de falar mal do governo ou querer os seus direitos como um verdadeiro cidadão de bem .Jeitinho Brasileiro de merda que eu tanto repudio .

    • Até que admirava Otario, mas pegadinha vai te catar.

  40. Não é uma indústria, é só mais uma fonte de renda para os nossos políticos e outros compatriotas expertinhos. Ou alguém acha que o dinheiro das multas (que é muito) vai para onde deveria? Outra coisa, alguém me explica pq os semáforos em SP não funcionam qdo chove, mas os radares sim?

    • Bom, se vc afirma que radares funcionam em dias de chuva é porque correu acima da velocidade num dia em que o perigo é muito maior. Um irresponsável como vc nem deveria se pronunciar pra não passar vergonha. Não importa pra onde vai o dinheiro, vc não pode afirmar que vai pra corrupção, o que importa é que andando na velocidade vc evita mortes. Acorda rapaz.

      • Acredito que ele tenha se referido aos radares de semáforo que pegam o avanço. Tem que interpretar antes de sair metralhando. Afinal, pq ele relacionaria semáforos com radares? Além do que o funcionamento deste é extremamente perigoso.

    • Maurício, por acaso você dirige?

  41. Otário, falou e disse!!

  42. Dessa vez vc errou feio otário. É importante sim respeitar as leis de trânsito, respeitar a vida. Mas o governo anda se aproveitando disso para fazer farra na arrecadação. Coloca limites muita abaixo do necessário e nas rodovias encontramos muitos radares onde falta a sinalização adequada. Nessa vc errou.

    • Altamir Ponchielli

      Concordo com o Alexsandro….. viajei 1700 km nestes últimos 10 dias e percebi a falta de respeito para com os motoristas com ralação a sinalização dos radares… fora isso, de noticia boa, vi apenas 1 acidente no retorno para casa, onde uma carreta tombou com a carga de soja…. e nem vou comentar a barbarada na estrada… como tem bostorista (Bosta+motorista) que devia levar um tiro na cara por fazer cagada na estrada…..passei por cada uma…..

    • Um erro não justifica o outro. Exija os seus direitos, mas cumpra com suas obrigações. Pq ele errou feio? Em dizer para as pessoas serem responsáveis? Acorda rapaz.

  43. Gostaria de saber se os hipócritas de plantão aqui (inclusive o Otário), realmente cumprem a lei e nunca ultrapassam o limite de 30km/h nas ruas de bairro. Se o governo decidir que todas as vias são 20km/h para a segurança de todos, sem nenhum estudo, todos simplesmente baixam a cabeça e concordam? Acho que cabe como cidadãos responsáveis questionar sim os critérios para definição dos limites de velocidade.

  44. Pelo que eu pesquisei, Se vc está em uma pista que que o limite é 60km/h vc tem uma tolerância de 5% para não leva uma multo por velocidade, ou seja 67 km/h é o limite, acima disso é multa..

  45. Parabéns pela postagem! Forma inteligente e direta de conscientizar a população. Aí vem meia duzia aqui procurando argumentos para desvalorizar a sua postagem, deprimente esse tipo de gente, criam teorias da conspiração e outras bobagens para continuarem dirigindo na irresponsabilidade. Mais uma vez parabéns pela postagem!

  46. Otário está certíssimo. Nós cobramos dos políticos o cumprimento das leis, então não podemos querer descumpri-las. Só que o DETRAN faz várias sacanagens com os motoristas, ao reduzir a velocidade das vias, sem motivo, logo antes de radares.
    Próximo de onde eu moro, instalaram dois radares novos, e reduziram a velocidade da via de 100km/h para 60km/h. Agora voltou a 80km/h, vai saber por que. Quem passou sem saber da redução, ou sem ter tempo de notar a placa e reduzir, se ferrou. É esse tipo de situação que revolta.
    Agora que leva multa em radar de 100km/h, porque estava a 140mk/h é imbecil e tem que ferrar mesmo.

  47. Por isso que existe a indústria da multa! Pq tem gente que acredita que só é multado quem é imprudente ou “esperto”!

    Minha esposa dirigia há 12 anos em diferentes estados e países sem nenhuma colisão e sem receber nenhuma multa neste período. Mudamos para São Paulo e em menos de um ano foram duas multas! Uma por dirigir usando fones de ouvido (Ela ODEIA fones de ouvido e nem tem um!) e outra por conversão proibida no Morumbi em um dia e horário que estávamos juntos na zona norte! Explica isso!

    Revoltado fui falar com alguns amigos e TODOS me orientaram a não tentar recorrer pq só ia perder tempo e dinheiro e os pedidos seriam indeferidos de qualquer forma pois em ambos os casos não tinha como provar o contrário. Se mesmo com provas algumas vezes eles viram pedidos sendo indeferidos, imagina sem provas!

    Se isso não é indústria o que é?!

    Esse infelizmente é o primeiro vídeo que vejo que você pecou pela falta de conhecimento e por ir com a boiada que acha TODOS os brasileiros vivem para dar jeitinho.

    • tb já fui multado por dirigir usando celular, conduzir com apenas uma das mãos e sem cinto! Tudo de uma vez, sendo que meu carro é todo filmado!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  48. Pior que muitos não seguem isso. Aprendi do pior modo, tomei uma multa de excesso de velocidade com a provisória… Não posso tomar mais multas, mas é difícil, toda hora tem alguém te apressando para ir mais rápido. Ando de scooter que é um veículo prático para grandes centros urbanos, mas ruim pois os carros acham que é pista e ficam jogando encima da você toda hora.

  49. Que postagem BOSTA. Paraíba!

  50. Operação “Ave de Rapina”. Foi através dela que a Polícia Federal descobriu um esquema de propina envolvendo alguns vereadores de Florianópolis, o presidente do IPUF, entre outros, incluindo donos de empresas de radares. Parte do valor arrecadado nas multas era destinado aos bolsos desses infelizes, que já estão soltos no país da impunidade.

    Me liguei na sua intenção desde o título do artigo, Otário, de criticar quem não exerce seus deveres como cidadão e ainda reclama do governo. É bem por aí que a mudança deve começar! Mas o exemplo das multas foi um equívoco, já que tem muito guardinha no trânsito inventando motivo besta pra tirar o meu e o seu dinheiro rumo à conta desses vagabundos.

  51. Eu já tomei 2 multas em lugares que eu nunca estive. Uma por passar em farol vermelho outra por andar em contra mão. As duas anotadas por um guarda. A difilculdade maior é provar que vc nunca esteve no local da multa. Se vc não viajou e pegou um comprovante de pedágio ou estiver com o carro num estacionamento com comprovante não tem como recorrer. Eu provei que estava na faculdade e minha esposa trabalhando mas o “juiz” não considerou por que não provei onde o carro estava. Esta é a industria da multa, não é só feita pela fiscalização eletrônica, mas pela humana também.

  52. Quando vi o tempo do vídeo imaginei qual seria o conteúdo. Sigo essas regras há anos e nunca mais tomei multa por excesso de velocidade. Parabéns.

  53. Ou então você deixa o velocímetro descalibrado para quando ele estiver marcando 50 km/h na verdade você esteja a 40km/h

  54. Não sei em outros estados, mas aqui na bahia (salvador principalmente) A sinalização é extremamente precária, Temos avenidas inteiras com velocidade max de 80km/h e marginais em que a velocidade cai pra 60km (mesmo sem faixa de pedestres, escolas ou mesmo movimento de pedestres. Sem qualquer aviso, apenas o radar. Já fui multado em uma rua em que o entorno era de 60km e num braço da rua caia pra 40km sem qualquer placa pra avisar, tomei duas, na ida e na volta.
    Acho sim que os limites devem ser respeitados, mas que haja aviso, não para que possamos reduzir na hora de passar pelo radar, mas para que saibamos a velocidade correta na hora que passamos e não quando chega a multa em casa ou quando vamos pagar o ipva.

  55. Ok, excelente modo de conscientizar! Porém, eu, e com certeza muitos, enganaríamos sim diversos radares que estão posicionados de forma a prejudicar o motorista, ou seja, em locais onde não deveriam estar, com o simples intuito de arrecadação financeira! Portanto, se houvesse alternativa para burlar, eu burlava, como forma de protesto sobre radares mal posicionados e mal intencionados, não para poder dirigir como um louco.

  56. @Walter Luís, se for pra não multar quem ultrapassa 20%, não seria mais fácil simplesmente subir o limite de velocidade em 20%?? Mas, e ai… Se subirmos o limite de velocidade em 20% , você ainda vai reclamar em ser multado por ultrapassar um pouco? Não faz sentido sua reclamação…

    O limite é claro: 50KM/h… Não quer ser multado? Então não tente passar no limite… Se você passar a 45km/h CERTAMENTE não será multado.

    Não existe isso de transparência. Quer dizer que você só respeita a lei quando esta sendo observado?? Então, você também não pode falar mal dos políticos que roubam as escondidas. Afinal, eles estão fazendo longe dos olhos da lei.

    Se o limite define uma velocidade, respeite-o, independente de fiscalização. Simples assim.

    “Seja você a mudança que quer ver no mundo.”

    Abs!

    • “@Walter Luís, se for pra não multar quem ultrapassa 20%, não seria mais fácil simplesmente subir o limite de velocidade em 20%?? Mas, e ai… Se subirmos o limite de velocidade em 20% , você ainda vai reclamar em ser multado por ultrapassar um pouco? Não faz sentido sua reclamação…”

      Antes de mais nada, só pra constar, 20% de 50 é igual a 10. Ou seja, Se vc trafegar até 60 km/h (que é a velocidade NORMAL de ruas não tão movimentadas, mas asfaltadas), está neste limite. Sim, era melhor subir, mas, sabendo que eles não vão fazer isso, que pelo menos sejam consistentes com o princípio que norteia estes órgãos: zelar pela segurança e pela mobilidade. Uma quantia de até 10 km/h a mais em uma velocidade que está baixa é muito pouco, logo não representa significativa aumento no risco de acidente (prova disso: ande a 50 e depois a 60, veja a “diferença”) e tampouco influencia na mobilidade. Ou seja, ou aumenta o limite ou reduz a penalidade pra este tipo de “infração”. Por exemplo, só tira pontos de carteira… Ou então adverte nas 5 primeiras ocorrências e, depois, multa em um valor mais proporcional ao “delito”.

      “O limite é claro: 50KM/h… Não quer ser multado? Então não tente passar no limite… Se você passar a 45km/h CERTAMENTE não será multado.”

      Se vc tiver lido o que eu escrevi teria percebido que o radar estava em uma ladeira, onde o carro naturalmente acelera. Então é muito fácil vc estar acima de 50 ali, vc tem que se esforçar freando o carro para que ele esteja abaixo disso e qualquer distração fará com q vc ultrapasse o limite. É muito fácil vc se distrair no sentido de aumentar um pouco a velocidade acima do padrão, especialmente em uma ladeira.

      “Não existe isso de transparência. Quer dizer que você só respeita a lei quando esta sendo observado?? Então, você também não pode falar mal dos políticos que roubam as escondidas. Afinal, eles estão fazendo longe dos olhos da lei.”

      Não fala besteira, que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Se vc não foi multado por ter sido abordado por um guarda de trânsito, o qual pôde flagrar vc claramente cometendo o “ato delito”, vc foi “flagrado” por uma máquina. E tem que ter, sim, critérios, pra este “flagra” valer, pois é muito fácil forjar se vc desconhece totalmente onde a máquina está, como funciona e qual é o critério dela te multar. Por exemplo, suponha que eu seja multado em um ponto aonde eu NÃO passei acima da velocidade permitida. Mas a máquina mostra isso e, como eu não sei aonde ela está, não tenho como me defender de que eu estava abaixo da velocidade. A não ser que me passem os dados detalhados da máquina, tipo sua localização e o número de série, para que possa ser realizada uma perícia nela, como raios eu vou provar que eu não passei acima do limite?? Só me diz isso, é a minha palavra contra a “palavra” da máquina, e vcs sabem muito bem a quem eles irão ouvir..

      “Se o limite define uma velocidade, respeite-o, independente de fiscalização. Simples assim.”

      Eu respeito a maioria suprema dos limites que são impostos, mas tem limites que parece que foram criados por uma criança de 5 anos com medo de altura e que acha que 60 km/h é velocidade de fórmula 1. A lei tem que ser justa, acima de tudo, e não arbitrária.

  57. Mafia de multas não é em radares fixos mas sim dos agentes de trânsito que agem de má fé. Exemplo? Encher uma com muitos prédios residenciais com placas de proibido estacionar DA NOITE PRO DIA e multar todos os veículos que pararam lá antes da placa ser fixada. Fato recente em minha cidade, entre outros exemplos. Ohhhhhhhhhh que legal!!!!!!!

  58. Poxa Claro que se tomamos multa é porque fizemos por merecer…Ohhh Que Legallll SQN..

    O problemas é que para que possamos recorrer as multas que foram injustas, ou que cometemos por motivos “de força maior” ( Como por exemplo ter que transitar no horário de rodizio para socorrer uma pessoa) a burocracia é enorme e vc quase sempre não consegue recorrer ( ou perde o recurso ou desiste devido a burocracia).
    Outro fato é o “abuso de poder” minha mãe mesmo tomou uma multa por estar sem cinto de segurança. porém minha mãe é a pessoa mais chata do mundo quando se diz respeito a usar o cinto, ela me disse que na data da multa ela estava sim com o cinto e mesmo assim foi multada, tentou recorrer e não conseguiu (Ela realmente estava de cinto, afinal ela não teria motivos para mentir pra mim)

    Outra situação eu levei uma multa por estar em cima da faixa de pedestre, porém eu tive que subir na faixa pois precisei dar espaço para uma ambulância, e o CET viu que foi por isso, mas mesmo assim aplicou a multa….

    São essas coisas que nos deixam indignados ..

  59. Otário, pela primeira vez discordo e fico decepcionado. A industria da multa é movida pelos agentes de trânsito e não radares. Fui multado por andar sem cinto, mesmo estando com ele. Os “amarelinhos” têm meta diária de multa, sim. Veja o caso do condutor que foi multado por andar com a mão no queixo. Aliás, basta você olhar torto para eles que ganha canetada. No meu caso, o CET em questão estava parado na faixa de pedestre na frente de uma APAE atrapalhando a passagem dos alunos, e adivinha o que aconteceu comigo que falei isso para ele? Multa. Além disso, é obrigatório aos agentes de trânsito abordar (parar) o veículo que o condutor esteja sem cinto para que a situação seja regularizada. No meu caso e de muitos outros, não houve abordagem e multaram o veículo em circulação. Ora, se o objetivo da punição (multa) é proteger a vida, qual o objetivo de multar sem solicitar a colocação do cinto? Os agentes deveriam zelar pela lei. Quanto ao video, gostei da ironia e tudo mais, mas você foi muito infeliz em sua colocação. Não só motoristas que tomam multa são imbecis, mas todos nós que somos obrigados a comprar kit de primeiros socorros e extintores ABC. Garanto que você ainda será vítima desse tipo de corrupto e mudará seu conceito sobre esses agentes de trânsito mal intencionados. Novamente, a industria da multa que alegamos não são radares e sim os amarelinhos. Eles tem metas determinadas pelos seus superiores. Pesquise as diversas denúncias.

    • Concordo. A indústria da multa é um fato… não nos radares, mas no “talento” humano. Tenho um amigo muito próximo que é agente de trânsito em Maceió/AL… existe toda uma meta a ser cumprida por mês… que é alcançada sempre em horários e lugares específicos… por qualquer coisa, Exemplo: cruzou o semáforo no amarelo = vermelho = multa; segundos antes do semáforo ficar verde, se adiantar o carro um pouco… apenas com o para-choque ficando em cima da faixa = parar em cima da faixa = multa; e por aí vai. Quem é novato e não quer participar, tem que fechar os olhos… e somente isso, porque acreditar em justiça e “ser herói” neste país é utopia. Que a grande maioria das pessoas em nosso país são desonestas, concordo plenamente com o “canal do otário”, agora, achar que não existe a indústria da multa é de uma imaturidade tamanha a ponto de fazer jus a titularidade do canal. Blog caindo no conceito em 3… 2… 1…

    • e fato otário fiquei decepcionado

    • teve um caso de um carro que bateu uma velocidade de 800 km/h no radar com um celta , até os radares tem o seu jeitinho brasileiro kkk

  60. Otários, o que me diz sobre alguns bandidos travestidos de Guarda de Trânsito,que parecem até receber “matas” dos órgãos de trânsito, para aplicação de multas ? pois esta indústria existe siiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmm !

  61. kkkk , correção,
    Otário, o que me diz sobre alguns bandidos travestidos de Guarda de Trânsito,que parece até receber “metas” dos órgãos de trânsito, para aplicação de multas ? pois esta indústria existe siiiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmm !

  62. So vc e malandro o resto e tudo otário. Ve se mata infeliz !!!!

  63. É sério otário??? NÃO EXISTE INDUSTRIA DA MULTA? Vivemos em um país de servidores ilibados!! e por que meu carro parado, desmontado, na oficina há 3 (TRÊS, III, three,trois, acho que deu pra entender!!!) meses leva uma multa de sinal vermelho, apenas com o testemunho de um agente??? E NÃO meu carro não foi clonado pois é um escort 90 velho e para trabalho,de nada adiantou recurso, nem nota da oficina, nem testemunho nem merda nenhuma

    • Amigo, passei pelo mesmo problema com o meu Passat, que não funcionava pelo fato de estar passando por restauração e levei uma multa de trânsito as 7:30h da manhã por não usar o cinto.

  64. Discordo completamente desta postagem, achei fraquíssimo você querer defender que devemos abaixar a cabeça com limites de velocidades ridículos como vem ocorrendo na capital paulista, e como ainda tem gente que também defende isto. Há um estudo pelo departamento de transportes americano onde não importa se abaixam ou diminuem o limite de velocidade, tanto em vias rurais quanto urbanas, os motoristas não aumentam e diminuem a velocidade conforme a regulamentação, mas mantém uma velocidade padrão entre todos, com poucos ultrapassando o limite para mais ou para menos (velocidade incompatível), inclusive pessoas as quais andam em velocidade incompatível mais devagar são as principais causas de acidentes. O problema dos que andam em alta velocidade se dá pela fatalidade ser muito maior, apesar de serem menos numerosos. Portanto, não me venham dizer que esse limite de velocidade está aí porque pensam na sua segurança, a maior segurança é a experiência e a percepção de cada motorista e não andar devagar e impor isto a todos distribuindo multa, quer andar de devagar nem saia de carro, pois os mesmos não foram feitos para isto.

    • Falou tudo meu amigo!!!

    • Um caso, o anel rodoviario em Bh possui um limite de velocidade de 80km/h porem nos radares o limite e de 70km/h, agorae explica uma coisa, como o radar possui uma velocidade inferior ao limite de velocidade da via.

  65. Bom quando colocam redução pra 40 km/h na entrada de uma favela onde a ocorrência de assaltos é constante..e aí? corre e é multado ou fica e é assaltado?

  66. OTÁRIO,VOCÊ ESTA ESQUECENDO QUE ESTAMOS TRABALHANDO QUE NEM LOUCOS PRA PAGAR IMPOSTOS,E SUSTENTAR TANTO VAGABUNDO NESSE PAIS DE MERDA,E É NATURAL QUE NÃO CONSEGUIMOS RESPEITAR TODOS OS LIMITES DE VELOCIDADE IMPOSTOS PARA NOS ROUBAR!!..O QUE VOCÊ ACHA DE UMA LEI QUE PROÍBE A FABRICAÇÃO DE TODOS OS CARROS COM UM LIMITE DE VELOCIDADE ACIMA DE 80 KM POR HORA?…

  67. Concordo com o Eric e acrescento que os radares tambem estao incluidos nessa dai em alguns locais. Na cidade, em sua grande maioria nao, mas nas estradas. Diversas rodovias estaduais, (SP) tem radares colocados com o unico intuito de multar o motorista e nao prezam pela seguranca coisa nenhuma. Alem disso, em diversos trechos, de varias rodovias, o limite de velocidade fica estabelecido sem, aparentemente, nenhum estudo.
    Como alguem poderia me explicar que a rodovia dos Tamoios SP 99, que antes tinha limite de 80km/h em toda sua extensao, agora, depois de duplicada, tem trechos com velocidade abaixo de 60km/h??? Se com a pista unica nao tinha esse limite, que dira agora com a duplicacao, que melhorou demais as condicoes da rodovia e sua seguranca e eles reduzem a velocidade para 60km/h, com radares a torto e a direito, qual o objetivo disso?? Basta pensar que velocidade de 60km/h e uma velocidade de uma avenida em qualquer cidade brasileira.
    Diversos radares sao colocados em pontos para multar o motorista e nao para zelar pela seguranca. E claro, principalmente pelos amarelinhos.
    Concordo plenament que tem muito motorista safado e malandro que quer levar vantagem em cima de tudo e todos e esses ai colocam em risco nao somente a propria vida, como a dos outros motoristas tambem, quanto a esses, nem mesmo CNH deveriam possuir.
    Outro exemplo dessa industria da multa encontra-se na rodovia D.Pedro I, SP 65. Em uma rodovia com um movimento grande, existe a petulancia de reduzir a velocidade de 110km/h para 80km/h em diversos trechos onde eles sinalizam, na maior cara de pau “travessia de pedestres”! Pelo amor de Deus, tomem vergonha na cara e construam passarelas, nem que seja uma passarela a cada 500m, nao interessa, obrigar o motorista a reduzir, arriscando a vida destes, e tambem dos pedestres e algo inaceitavel, e obviamente existem os radares neste trecho! Pagamos os pedagios nao somente para recapiarem o asfalto, mas para que a concessionaria faca as melhorias necessarias para todos os usuarios, sejam pedestres ou motoristas. O problema esta na cara de pau dos modelos de concessao, feitos pelo governo, e pela falta de bem senso e exploracao das concessionarias. Pelo que parece, o fato de o contrato de concessao nao incluir passarelas (ao longe de mais de 20 anos de contrato) a concessionaria se agarra a isso para continuar explorando o pedagio e nao construindo nada, afinal, contratualmente ela nao tem obrigacao de faze-lo. E ai, industria da multa em operacao, radares e multas completamente injustificaveis!

  68. Aqui em Fortaleza, decidiram colocarem certas avenidas faixas exclusivas para ônibus, de modo que alguns fiscais eletrônicos (conhecidos aqui como “cabeções”) estão dando multa a quem andar nessas faixas. Acontece que alguns desses cabeções foram colocados em frente a entradas de garagem de apartamentos, e para o cidadão entrar na garagem, ele precisa entrar na faixa de ônibus. Com isso, ele ganha multa pelo simples fato de entrar e sair de sua própria moradia! Isso pode ser multa, mas não é correto!

    Pelo amor de Deus, Otário! Sei que tem muito babaca no trânsito, mas também há muita gente mal intencionada no DETRAN e que fazem de tudo (até o que é antiético) para conseguir multas e mais multas. Investigue e denuncie esses picaretas, pois aqui em Fortaleza muitos já entraram na justiça a cerca do que disse e até agora nada!

  69. Vou elaborar melhor meus comentários. Vendo sua trajetória aqui, “Otário”, o quanto que vc conclama aos quatro ventos de nós não nos deixarmos ser lesados nem mesmo pelo governo (vide video sobre os impostos) e vc prega que devemos abaixar a cabeça às placas do detran sem nunca questionarmos elas se considerarmos elas injustas? Como muitos já falaram, eu também já vi vários casos de placas de limite de velocidade que não fazem sentido. Tem uma rua principal que vem da BR-101 aqui em Natal onde tem muitas placas de limite de 80 km/h, sendo que ela tem várias passarelas, então pra que fazer os carros reduzirem dos 100 km/h normais de uma via como esta se a via já tem como atravessar sem levar em conta o trânsito (isto sem contar onde tem semáforo)? Fora os vários cantos em que não é necessário reduzir a velocidade da via de 60 pra 50 e eles fazem assim mesmo… Tem uma rua que é larga o suficiente para passar quase 3 carros de uma vez (desde que nenhum estacione na via), mas ela é mão única. Porque, afinal? Ela é um ótimo acesso para evitar um semáforo de um cruzamento muito congestionado, mas vc só pode entrar nesta rua e não sair.. Patético. Respeitar a lei de trânsito é importante, mas é preciso se ter bom senso em saber o que é justo e o que não é. Outro exemplo: a lei estabelece que estacionar próximo a canteiros é crime de trânsito. Entretanto, tem uma clínica médica aonde eu costumava ir onde um dos poucos locais pra estacionar é justamente próximo ao canteiro, a rua é pouco movimentada e mão única em cada lado, ou seja, carros estacionados no canteiro central não atrapalham a mobilidade. E, pra piorar, não havia nenhuma placa de proibido estacionar ou faixa amarela pra mostrar que não podia estacionar ali. Estacionei, e fui pego pelos “amarelinhos” que estão fazendo muito ronda em lugares assim estes dias (porque será?). Eu fui, conversei amigavelmente com o guarda e expliquei todas estas circunstâncias. Ele também foi educado, deixou a multa comigo e me aconselhou a recorrer tirando fotos da via, mostrando as condições dela (sem faixa amarela, sem placa de “não estacione”, etc.). Tirei as fotos e esperei a ocorrência de multa chegar e, outro dia, quando apareci no mesmo local da clínica, me deparo com uma placa de “permitido estacionar”. Neste caso, a justiça foi feita e eu NUNCA recebi a ocorrência de multa sobre isso. Ou seja, reclamar da sinalização não é errado e não é tudo que o órgão de trânsito diz que é errado que é errado. Acorda, Brasil!

  70. babaca e bundão!

  71. Ridicula a colocação de voces , nem vou perder mais meu tempo aqui, alias otario é um nome perfeito pra voce sua anta

  72. Assim como já foi relatado, tive meu carro multado numa rodovia onde nunca trafeguei. Era uma manhã de sábado. Levei o carro para arrumar a fechadura do porta-malas e não pedi nota fiscal. Foi meu erro. Fui multado naquela manhã numa rodovia há mais de 300 km de onde moro pela Polícia Rodoviária Federal. Fiz B.O. caso a placa estivesse clonada. Entrei com recurso. Indeferiram. Entrei de novo com recurso e, depois de gastar mais de 60 reais com xerox de documentos e selos postais a multa ficou suspensa no Detran por 2 anos e depois indeferiram de novo. Como eu vendi o carro o comprador ficou com o carro multado e não me procurou para pagar. Já se passaram mais de 5 anos agora. Me salvei. Mas não sei o que realmente aconteceu. Clonaram minha placa? Policial agiu de má fé? Na segunda carta de indeferimento veio escrito que a palavra do policial é digna de fé pública e, por isto, a multa foi indeferida.

  73. Como assim não existe indústria da multa?

    Os caras já cruzaram a linha entre educar e arrecadar faz tempo.
    “Ah mas passar no vermelho é perigoso” então sobe a multa pra 50 mil reais. É só não passar e você não vai ter que dar um rim pra pagar. Tem lógica?

    Aí o cara coloca um radar de 40 num lugar onde da pra trafegar rapidamente em segurança, fora quando não sai completamente do padrão, e você toma uma multa pra perder a carteira e vender o carro de bobeira.

    Por favor, reveja este conceito.

  74. Não existe indústria da multa? Decepcionante, o comentário…. Talvez o dia que o sr. seja multado por trafegar pela faixa do ônibus quando está, na verdade, realizando uma conversão ou desviando de um veículo quebrado na sua própria faixa, seu comentário imbecil e infeliz seja suprimido. Quando o sr. passar por um radar sem placa indicadora de velocidade, que multa acima de 60km/h em uma rodovia cujo velocidade normal é de 80km/h, o sr. entenda o “caça-níquel” que é a indústria da multa. Quando o sr. for multado por um marronzinho aqui em São Paulo por “buzinar em local proibido”, e se perguntar “como o marronzinho consegue saber que fui EU quem buzinei, em meio à 200, 300 carros?”, seu comentário infeliz mude…

  75. Ahahahaha boa Otário!! Brasileiro é muito iixxxpiierrtto, agora vai ficar mais ainda!!

  76. Concordo e discordo ao mesmo tempo…

    Concordo pelo fato de que temos que andar no limite estipulado. Se com radar o trânsito no Brasil já é o que mais mata no mundo, imagina sem. É só você andar em qquer avenida que você vê a diferença de velocidade entre trechos com radar e sem radar…

    E discordo, pelo fato de que tem agentes de trânsito que aplicam multas mesmo sem o motorista ter feito nada. Eu sou um exemplo disso. Fui pagar o IPVA deste ano (2015) e para a minha surpresa, haviam duas multas no sistema. Sendo que nunca chegou notificação nenhuma na minha casa e sempre procuro andar abaixo do limite de velocidade da via.

  77. Venha pra brasília e vc vai entender que não é tao simples assim. É bem provavel que num belo dia vc encontre um radar na sua bunda e vai receber multa por ter olhado pra ele. Vias em que é possível andar a 80km/h sem problemas, eles te obrigam a andar a 50km/h e colocam um radar a cada 500m pra “te pegar” fazendo coisas supostamente erradas que vc nem estava fazendo, e se estava, não interferiria na vida de ninguém nem na sua própria. Aqui já estamos em estado alarmante, chega a ser vergonhoso, é pior ainda ler vc dizendo q o q existe são imbecis no trânsito. Repense suas idéias, Sr. Otário.

  78. A proposta do vídeo é boa, porém há sim uma brexa nos radares, ou melhor, nas multas aplicadas por ele. Existe a tolerancia de 10% da velocidade, ou seja, em radar de 60, dá pra passar até 66; radar de 80, até 88; e assim vai. Além disso, os velocímetros dos carros (principalmente os analogicos) mostram uma velocidade maior do que a real.

  79. Sou apenas 1 mais vc acaba de perder um inscrito em seu canal

    • Mais um comigo. Ja somos 2

      • Agora somos 3, sei que não fazemos falta, mas isso não é sobre você, Otárioanonymous, é sobre você achar ok limites de velocidade impostos sem nenhum critério técnico, baseados apenas na arrecadação que eles irão gerar!!

    • Cara perdeu mais um aqui , sem noção em uma pais que nem estradas tem ,é radar em cima de radar , lombada em cima de lombada , se eu for andar so a velocidade permitida eu nunca chego em casa. pior fazer propaganda para vir aqui ver seus videos e colar esse video escroto , se não tem oque falar fica quieto nob dos inferno.

    • Perdeu mais um seu Otário!!!!
      E antes que me esquece, vão se foder.

    • kkkkk, vc acreditou, kkkkk, só rio, kkkkkk.

  80. Vc acha mesmo que não existe indústria de multa????
    Fui ao um evento prox. ao shopping Aricanduva, parei meu carro na porta do estabelecimento, liguei o pisca alerta e passei a direção para o manobrista. Foi então que veio a surpresa, a multa chegou, nela indicava estacionamento sob passeio, e o numero de referencia que o AGENTE de transito indicou era o mesmo do evento.
    OBS. minha placa é do Rio de Janeiro.
    Só que se lascaram, prq a placa é do RJ, mas, atualmente moro em SP e já que a multa veio bem detalhada (data, hora, local e n), voltei ao local do evento e gentilmente me cederam imagens do circuito de câmeras.

  81. Bom, Otário, se você resolveu se vender ao Estado extorsionista, vá em frente e boa sorte. Mas mude seu nome, por favor, porque otários agora fomos nós por assistir a este vídeo chapa-branca.

  82. Se a ideia é um canal com conteúdo escrito por um otário (canal do otário, sendo o otário o dono do canal) este é um excelente vídeo seguido de excelentes colocações. Do contrário, esta pessoa anda de carro somente no final de semana do dia 5 de cada mês. Aí não vai ser multado nunca mesmo!!!

  83. vacilou ótario, pela primeira vez discordo de vc

  84. fdp e eu achava que era serio!

  85. Já tomei umas 10 multas na vida, TODAS fiquei puto da cara, brabo, MAS comigo mesmo, pois tive culpa em todas. NUNCA ouvi falar de alguém idôneo, e honesto que tomou uma multa injustamente. Mas sim, já ouvi de pessoas que tomaram multa, que dizem não ter culpa, porém em nenhuma delas coloco minha mão no fogo, afirmações com contradições o tempo todo, historinha para boi dormir. E se alguém realmente tomou uma multa injustamente, você simplesmente foi premiado, pois erros acontece em todas as profissões, inclusive na sua.

    • Bom amigo, tomei uma multa por estar com a viseira aberta, no entanto eu estava com a moto estacionada e desligada em frente a uma loja. Tentei recorrer, mas não tinha câmeras no local, então tive q pagar a multa. Eles procuram motivos pra multa e quando não encontram eles inventam, tudo para arrancar dinheiro das pessoas.

  86. O problema de Autuar sem Abordagem é que fica a crença fiel num agente público, em contestação, advinha quem tem que provar a inocência? diria a Constituição de um lugar chamado Brasil “Inocente até que se prove o contrário”. Quando vamos evoluir a ponto de a palavra de um simples agente público (agente público = Agente de trânsito + Polícias) não seja o suficiente o governo extorqui o cidadão?

  87. Não existe indústria da multa?????? É sério isso??
    Então a população inteira deve estar dirigindo muito mal… Eu recebi 5 multas por estar utilizando o celular no volante, o mais engraçado é que na época eu tinha perdido o celular e fiquei sem por 2 meses…. Ohhh que legal!!!! Canal do otário está se vendendo……

  88. Jurandir José Lopes

    ACREDITO QUE VOCÊ DEVERIA TER FICADO QUIETO. ÀS VEZES NOS ACHAMOS TÃO ENGRAÇADOS QUE PERDEMOS O RUMO DAS BRINCADEIRAS. E, ENTÃO ACONTECE ESSES COMENTÁRIOS QUE VOCÊ PODERIA TER EVITADO. AUTORIZO VOCÊ A DESQUALIFICAR MEUS COMENTÁTIOS.

  89. Tô vendo um monte de gente criticando, mas o pior de tudo é que o Otário tem razão! Concordo que existem multas inventadas (já tive casos na família), mas de nada adianta a gente reclamar do Detran se paramos na vaga de idoso “só por um minutinho”, se corremos demais “porque estava atrasado/ com pressa” ou se fizermos uma conversão proibida “porque ninguém estava olhando”. Quem quer que o mundo fique melhor deve, em primeiro lugar, melhorar a si mesmo.

    • Então muito bem, Cleiton. Eu não paro em vaga de idoso, não corro demais, não faço conversão proibida. Nunca fiz nada disso. Estou apto agora a discordar do Otário? Como o Otário pode ter razão? Pois somente um caso de multa inventada “em sua própria família” já demonstra que ele não tem razão nenhuma. Tenha dó da nossa inteligência.

      • Amigo, o jeitinho brasileiro é um câncer, por causa dele que pessoas desonestas fazem o que querem. Esse é o sentido desse post. Tenho inteligência suficiente para entender isso, mas se isso ofende a SUA inteligência, paciência. E a propósito, o caso que tive de multa inventada na minha família foi devidamente reclamado e indeferido, pois, como você disse, não cometemos esse tipo de erro e, por consequência, tínhamos provas a nosso favor.

  90. Postagem ridícula, faz quem vê e lê se sentindo otário realmente.
    Video idiota e inútil.
    Perda de tempo
    Olha só o canal do otario defendendo o governo..R.I.D.I.C.U.L.O.

  91. Acho que o povo não entendeu o que é a industria da multa. Existe um exemplo: Se um trecho contem 4 pardais, três deles são de velocidade a 50 Km/h e no meio deles tem um de 40 Km/h, aparece ai um para aplicar a multa. Fica mais fácil ainda quando o indivíduo não conhece esse trecho. Agora numa rodovia de limite de velocidade é 80 e os bestas andam a 120 e reclamam… PQP. Ou se está na lei que é obrigatório dirigir com as duas mãos no volante e com cinto de segurança e o besta faz ao contrário, tem que levar ferro mesmo. Precisamos mudar nossa cultura mesmo, não adianta.

    • Perfeito, Henrique. Esse é o exemplo mais claro da ma-fé do Estado. Outro situação: aqui em minha cidade há uma avenida onde a velocidade passa de 60 para 25, assim que se passa de um cruzamento. Isso sem grandes sinalizações, além daquelas plaquinhas redondas de 40cm. Quem vai dirigir olhando pra cima (placas) e para frente a todo instante?

  92. Rod. Raposo Tavares – todo trecho de 40 kms entre Araçoiaba e Itapetininga com velocidade permitida de 80 km/h. Passando por alí o Sr. Otário terá 2 opções: 1 – esquecer seu discurso moralista hipócrita; ou 2 – desistir completamente do Brasil já que 100% (eu não disse 99,99%, é CEM) dos demais motoristas o ultrapassarão a, no mínimo 100 km/h, e só vão reduzir próximos aos radares fixos. Até o funcionário da concessionária prefere o “jeitinho”.

  93. Fora que acabou de chamar todos os seus inscritos de imbecil. Talvez até a si mesmo.. quem garante?

  94. Eu fui roubada evuma câmera do detran está voltada para o meu lote mas as gravações nao me puderam ajudar pq a câmera é só pra multa. Filmaram os bandidos mas eu n pude ter acesso pq a câmera é só para multa!!!!

  95. Seria um ótimo vídeo se os limites de velocidade em nossas estradas não fossem apenas meras canetadas sem critério técnico algum, o que é um indício bem forte de que a indústria da multa já começa na legislação de trânsito!!

  96. kkkkkkkkk, essa foi boa , cuidado otario no brasil quem fala a verdade é que ta errado …

  97. meu como o povo é f***… um monte de gente dizendo q vai parar de seguir o canal e nem assistiu o video que tem 58 segundos… épácabá!

  98. bom comigo vc nao perdeu um adepto pq numca vi essa idiotice e esse video pra mim e mais um, mas esse negocio de burlar multa e uma falta de vergonha na cara, quem nao quer levar multa e so nao desrespeitar a lei, se furar farou e andar acima da velocidade tem q levar multa mesmo, por mim poderia ter ate multa de cidadao, em q se var alguem fazendo alguma coisa errada poderia registrar a multa no site do detran (com provas fotos e testemunhas claro) por q e a inprudencia q causa acidentes, e se td esquina tivesse radae nao teria acidentes, a multa e uma consequencia de quem faz coisa errada, e por mim poderia ser 10 mil reais o valor das multas q eu nao levo multa pq fasso como tem q ser. eu tenho uma dica para nao levar multa, eh so nao desrespeitar as leis

  99. pessoas ainda ficam revoltados com isso, sao eles proprios que fazem as coisas erradas e querem discutir! se ninguem fizer nada que nao deva ser feito nao havera infraçao nenhuma de multa, a pessoa esta andando com o carro em cima da calçada e toma uma multa por isso e fica puto ainda por ter sido multado! e ainda chingam e querem matar se poder os “marronzinhos” sendo que muitas das multas sao de Policiais Militares!
    nesse casa, grande parte dos motoristas sao grandes imbecis mesmo, pois quando acontecem coisas erradas para si mesmo, querem correr atras de direitos e das condiçoes!@

  100. Será que só eu não entendi…..a grande questão do vídeo é “como burlar” não diz se é certo as multas ou não……mas sim de um povo que é trapaceiro por natureza e reclama dos governantes serem também……afinal eram um de nós……foram para lá……..surgiu a oportunidade e agora são corruptos…..qual a diferença entre burlar o radar ou roubar milhões…….o comentário final talvez tenha sido mal falado mas também foi mal interpretado.

    • A diferença entre roubar milhões e burlar o radar é que, no radar, o roubo é do Estado. Qualquer ação para evitar esse roubo não só é legítima, como honesta.

  101. A ideia de mostrar que a origem dos problemas está na própria população foi até boa. A escolha do modo é que foi infeliz. Tenho certeza que com suas habilidades você poderia ter feito algo muito mais criativo e que atingisse o objetivo. Tenta mais uma vez.

  102. concordo com o Otario….infelizmente a verdade é dura
    e as pessoas se ofendem com ela.Parabéns otario continue fazendo seu trabalho.

  103. Realmente isso foi uma coisa de otari…. Sem necessidade essa lição de moral ridícula

  104. Cara, realmente acabei de entender porque chama canal do otário, porque vc deve ser o maior dos otário mesmo, e agora revoltado porque perdeu a sua merda de patrocínio né seu merda.
    Não tenho nenhum ponto na carteira, sempre procuro respeitar as Leis do Transito, porém mesmo não se enquadrando no assunto, desperta curiosidade em qualquer um e chegamos a conclusão que realmente vc é um otário que talvez por isso perdeu seu patrocinio,

  105. Não Otário, o Detran não vai quebrar, sabe porque? Porque se a arrecadação diminuir eles vão simplesmente reduzir o limite pra multar mais, duvida? Dá uma olhada em São Paulo.
    ISSO é indústria da multa.

    Indústria da multa não diz respeito (só) as multas inventadas, diz respeito a aplicação porca da lei com o único objetivo de arrecadar mais com multas.
    Qual é a finalidade de colocar um pardal de 40 km/h em uma rodovia que até ali era de 80-100 km/h? Aplicar a multa mais pesada em relação a velocidade, afinal de contas 80 km/h é 100% mais que 40 km/h.

    Indústria da multa diz respeito ao fato de vários prefeitos (se não todos) já incluírem o valor arrecadado nas multas no orçamento do próximo ano, isso quer dizer que não haverá interesse algum em educar os motoristas, afinal isso não gera lucro.

    Indústria da multa é o fato de serem aplicados recursos para fiscalização eletrônica de última geração para multar os motoristas, mas para resolver qualquer pendência junto aos órgãos de trânsito o cidadão sente como se os funcionários usassem máquinas de escrever.
    Já tentou recorrer de uma multa Otário? Nem tente, se você não tiver uma “peixada” ninguém nem vai olhar pro seu caso (Olha o jeitinho aí).

    Isso, Otário, é o que chamam de indústria da multa, ninguém quer baderna, ninguém quer que todos possam fazer o que quiserem sem punição, o que queremos é que a p**** da lei seja aplicada corretamente, que os limites sejam estabelecidos por técnicos e não por canetadas.

    • Se reduzir engarrafa mais , se engarrafa mais quebra a industria do transito, se esse esquema de reduzir velocidade existir. simples

  106. Parabéns pela postagem, continue mostrando o que precisa ser visto e entendido, Brasil e o geitinho brasileiro. Com(g) mesmo………

  107. hahaha quem não gostou , vaza, simples, percebi q o canal do otário só arrecada pessoas que querem se entreter com os videos e postagens do cara. poxa , pelo menos se fossem menos individualistas , e outra , quem não deve não teme , uma multa mal aplicada gera processo e indenização por parte do governo , ainda mais se não haver foto nem nada que comprove, pois é e ainda tem gente com a cara de pau falando q desgostou e blablabla, sério?????
    o que vcs fazem pelo bem de sua própria população? sabe o q me vem a cabeça , aquela famosa hipocrisia individualista q se sentarem no seu lugar no ônibus vc vai ficar enfurecido por dentro e depois querer descontar tudo em alguém ou em algum lugar, como se tivesse o direito mais do que outros.
    saibam respeitar a p**** do próximo , saibam q pelo menos ele, mostra quantos malandros temos nesse país e como são explícitos e saibam que somos todos nós por que fomos educados a sermos assim, então pensemos numa melhor solução para o nosso próprio dia-a-dia em vez de sermos os caras que fazem o famoso jeitinho brasileiro.

    Sem mais

  108. mimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimi

    Bando de hipócritas idiotas, falam mal do governo, metem o pau na poha toda, mas saberem respeitar leis, querem ela esteja certa ou não não querem né? Na verdade eu sei o que vocês querem, vocês querem tudo da maneira de vocês, se não for não esta bom… Tudo que vá contra a vontade de vocês é ruim para o resto.
    O Brasil esta uma merda, não é por conta de políticos ladrões, é por conta de pessoas como vocês, que querem se dar bem, infringindo leis LEIS de transito. Se fazem isso com as leis de transito, quem dirá com outras, já que todo mundo é perito né? Daqui a pouco vão dizer que existem leis criminais erradas, vamos matar, vamos roubar porque esta errada essa lei… Bando de imbecis babuinos idiotas.

    Não posso se quer postar com meus dados reias, pois posso acabar sendo rechaçado aqui, por bandidos, da até dó dessas pessoas, que xingam e acho o máximo, desrespeitar as leis… vão todos a merda _|_

    • Não, Anonymous, o Brasil tá uma m***** por conta de gente como VOCÊ que se submete BOVINAMENTE ao Estado, mesmo sabendo que uma lei existe apenas para roubá-lo. No seu caso não é mimimi, é muuuuuuuu.

      • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK rachei o bico com o MUUUUU, é o que Brasileiro no geral tá acostumado a ser mesmo, REBANHO, eu acho engraçado esse povo criticar tanto o estado o acusando de corrupto e ao mesmo tempo, legitimam as leis criadas por esse mesmo estado corrupto, esse povo dem bosta na cabeça!

  109. Otário ainda carrega o romance estatista no peito…

    • Perfeito. Deve ser isso mesmo.

    • Pois é cara, o Otário é tipo aquela mulher de malandro que vive apanhando do macho, mas ainda nutre uma esperança infantil de que ele vai mudar! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK um estado corrupto sempre fará regulamentações corruptas. eu acho engraçado esse duplo padrão do Otário em pensar que um estado corrupto pode ser bom e mau ao mesmo tempo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  110. Hipocrisia falar que quem anda acima do limite de velocidade está burlando as leis. Quem anda a 30km/h dentro de uma avenida em um bairro? Nem as velhinhas!

    Impõem velocidades que acham que é certa e somos obrigados a aceitar.

    Os carros já estão ficando menos inseguros por aqui, mas os limites ainda são de décadas passadas.

    Não gostei deste post do Otário

    • nem todo mundo tem carros de decadas futuras. quando eu precisar de um estacionamento vou procurar a porta da sua garagem.

      • O que diabos de estacionamento tem a ver com o comentario do Cristian G?? tá noiado??

        Então quer dizer que você não tem carro de “décadas futuras”? ainda dirige uma brasília, um fusca, um 147 é? porque qualquer carro fabricado a partir da década de 90 pode muito bem manter velocidade constante acima de 130km/h sem perigo algum, seu comentário só mostra um desconhecimento que só é notado em pessoas que nunca dirigiram na vida, nem no carrinho de bate-bate do parquinho!!

  111. depois deste vídeo sou mais um que vai deixar de estar inscrito no seu canal.

  112. como n existe industria d multas? poderia muito bem por quebra molas como redutores d velocidade, mas o q axa q eles preferem? por redutores ou por radares?

  113. Sério que tá todo mundo de mimimimi porque vieram procurar um jeito de burlar a Lei (se a mesma está sendo imposta de forma incorreta ou não é outra discussão) e saíram decepcionados? E ainda tentam argumentar? Dois errados não fazem um certo, meus caros.
    Se o Estado é uma merda, lute para muda-lo e melhora-lo, não para se igualar ao mesmo.

  114. E os pedágios Otário? A linha amarela (RJ) já arrecadou nesses 20 anos mais de 8 Bilhões de reais, (Mais de 400 mil veículos dia, atualmente pedágio a R$5,90), renovado por mais 25 anos de concessão. O governo faz estimativa de gastos astronômicos para as obras, diz que não tem dinheiro lógico, licita o investimento, faz uma estimativa de veículos dia ridícula x pedágio para reembolsar o investidor para gerar um século de exploração de pedágio… Aí corrupto e investidor extorquem a população. É a mina de ouro dos corrutos, concessão. Tudo que é bom e dá dinheiro o governo vende, se não presta e dá prejuízo o governo fica.

  115. Ja estão utilizando os novos radares que estão fazendo a verificação no inicio e fim do percurso, calculando uma “velocidade média utilizada” para diminuir a chance de utilizar esse “jeitinho”… Não que eu apoie a ação, mas pra tirar dinheiro do contribuinte é uma maravilha o investimento para melhorar a cobrança.

    • Melhor ainda vai ficar quando as pessoas passarem a respeitar essa nova velocidade e o novo procedimento de cálculo de velocidade média (que é inconstitucional), e o papai-estado diminuir ainda mais os limites para aumentar a arrecadação, não tem jeito, as pessoas nasceram pra ser gado do estado, só olhar a maioria dos comentários achando o vídeo lindo, perfeito e repetindo como um mantra bovinamente “tem que respeitar a lei”, pois é amigos, continuem respeitando uma lei que te prejudica e legitimando essa ação do estado, quando realmente forem prejudicados por isso, não reclamem!!

  116. ta de tiração né.

  117. Acho que pra fiscalizar tem que ter o minimo de infraestrutura. Me pega uma BR381 onde tem uma faixa pra cada lado e milhares de carretas e mete um radar de 80km/h tem pontos que tem 30km/h. querem comparar isso com paises desenvolvidos la sao 4 faixas no minimo pra cada lado. Impossivel voce fazer uma viagem num tempo razoavel sem ultrapassar e se for ultrapassar tem que ser igual kamikazi neh na contra mao com a vida na mao. Pra se quer pensarem em fiscalizar dessa forma agressiva pra inicio de papo deveria ter uma rodovia duplicada com faixas pintadas e sem buracos. Porque as rodovias que viajo aqui nem faixa tem mas o radar brilhando novinho ta sempre presente.

    • Justamente pela falta de infraestrutura, não deveria ter limite de velocidade baixo?

    • Não senhor, as tão faladas “autobahn” alemãs sem limites de velocidade, só tem apenas duas faixas de rolamento por sentido, no máximo três, e o que separa as duas pistas são dois guard rails de 1 metro de altura, canteiro central é de no máximo 1 metro de largura, não deve em nada em termos de engenharia para uma Rodovia Castelo Branco como aqui em SP, uma Bandeirantes, Imigrantes, quem fala uma bobagem dessa de “multipistas com 10 metros de largura cada, simplesmente nunca se deu ao trabalho de nem procurar ver como é uma autobahn no google images, fala sem conhecimento de causa!!

      • Ó senhor da verdade, você poderia colocar aqui a fonte do discurso que tão veementemente defende? Porque não encontrei nenhuma informação oficial sobre a quantidade de pistas das “bundesautobahn”. Recebi informativo por e-mail de diversas respostas suas, bem agressivas por sinal, de vários outros comentários aqui. Achei um tanto repugnantes as suas duras críticas quando, em toda sua hipocrisia, acusa alguém que nunca viu na vida de não ter conhecimento de causa, mas baseia todo o seu argumento (que, na sua cabeça, é o único que vale a pena seguir, o mais correto) em algumas fotos do Google Images. Por sinal, segui seu conselho e, ao digitar “bundesautobahn” no Google Images, a segunda foto da esquerda para a direita já mostra uma com 4 pistas.

      • É lógico que o seu link, assim como a sua argumentação aqui nesse site, não leva a lugar nenhum. “Página não encontrada”. Lógico!

        Outra maravilha de argumento:
        “Só tenho uma coisa a dizer quanto a isso, PROBLEMA SEU!!”

        Sim, cara. Problema meu, seu e de TODOS os brasileiros. Não preciso ir muito longe para fundamentar meus argumentos, basta mostrar você! Você é a imagem e semelhança do povo brasileiro: um povo sem educação, sem argumentos para uma discussão como essa e extremamente ignorante. Quando quer defender um ponto de vista, mas não consegue, age de maneira agressiva, fala, fala e não chega a lugar nenhum. Além de viver num mundo de fantasia onde todos estão errados e você é o único detentor da razão. Um ser muito conhecido no mundo como “valentão de teclado” ou “troll”. A Internet tá cheia deles, infelizmente.

  118. O legal era cada um de nós queimarmos um radar deste por dia.

  119. SE AS LEIS EXISTEM E OS LIMITES DE VELOCIDADE É PARA NOS AJUDAR A REDUZIR ACIDENTES , POR QUE OS IDIOTAS ACHAM QUE PODEM CHEGAR A 150 NUMA VIA DE 80…… É PARA MATAR QUEM ESTÁ NA FRENTE , DESTRUIR UMA FAMÍLIA, ACABAR EMBAIXO DE UM CAMINHÃO …..MATAR PEDESTRES , DESTROÇAR MOTOQUEIROS OU MOTOCICLISTA ….. QUANDO É QUE OS HUMANOS VÃO APRENDER QUE OS LIMITES NOS AJUDAM E NÃO ATRAPALHA E DEVEM PAGAR MULTA SIM , E PERDER O DIREITO DE DIRIGIR QUANDO CAUSAR UM ACIDENTE GRAVE E PIOR AINDA QUANDO SE TEM VÍTIMAS , TUDO BEM QUE NÃO SERÁ SEU PARENTE MORTO , MAS OUTRO PODE MATAR SEUS PARENTE …..ENTÃO SERÁ SÓ NESSA HORA QUE VOCÊ IRÁ RECONHECER SEU ERRO ???

    • Pois é ROSI concordo, só que o DETRAN, DER, e CIA não tem limites para multar! E outra, vamos pensar direitinho? Se estradas são para andar a 80 KM/hr ou 120 Km/Hr então por que TODOS fazem questão de possuir um CARRO ou MOTO VELOZ (Minimo 160 Km/hr Maximo até 300 Km/hr, muito mais do que o permitido) ? POR QUE CINTO gera multa num carro, mas nos onibus e trens se pode ficar em pé sem proteção? Por que uma pessoa imprudente, alcolizada que causa acidente fatal paga fiança e vai embora ao invéz de ser obrigado a cumprir pena e no minimo compensar a familia da vitima ou a propria vitima se ocasionou danos graves? ROSI no nosso país BRASIL impera a hipocrisia ! E os seres humanos do Brasil, especialmente os que tem o poder não fazem nada para o país mudar. Aqui o que vale não são leis e sim o dinheiro é que manda! Multa pra diminuir velocidade pra evtar acidentes? BALELA!

    • Então me explica Dona Rosi, como que na Alemanha, a maioria das estradas federais não tem limites de velocidade e o número de acidentes que ocorrem lá é ínfimo em comparação com aqui, limites de velocidade são apenas para arrecadar dinheiro, lide com isso!!

      • A explicação é muito simples, Lucas. Você se esquece do fator primordial, algo que o brasileiro, em sua maioria, (chame-me de pessimista) nunca plenamente terá: EDUCAÇÃO. Ela é passada, primeiramente, de berço e se estende a todos os âmbitos da sociedade, inclusive no trânsito. Se você dirige já sabe a educação que o brasileiro tem (ou não tem) atrás do volante (ou guidão). Velocidade tem que ser regulamentada aqui porque brasileiro não sabe lidar com liberdade porque é um povo naturalmente irresponsável, enquanto que o povo alemão, (podemos incluir aí até mesmo a geração X), já nasceu com essa liberdade e o acesso à educação é algo tão essencial quanto saneamento básico (que alguns brasileiros, de forma absolutamente vergonhosa, também não tem). Você critica as leis acerca de limites de velocidade, aí está apenas uma das explicações. Somos um povo irresponsável por natureza. São cerca de 50 mil mortes no trânsito por ano. Já a Alemanha registra números baixos como menos de 4 mil em 2013. Concordo que algumas leis são abusivas e inconstitucionais, mas o Brasil é assim: um país contraditório. Sempre foi! Não sou contra a luta pelos direitos quando os mesmo são feridos, mas temos que saber como lutar por eles. E não sabemos porque não temos….? Bom, nem preciso dizer que o nosso senso de luta é com vandalismo e agressão.

        • Esse negócio de educação não é desculpa, uma batida a 120km/h tem o mesmo efeito no mal educado e no civilizado. nossos acidentes de trânsito se deve mais por infra-estrutura precária do que por falta de educação, mas é claro que pra você é mais conveniente comprar esse discurso de “falta de educação” porque isso isenta a responsabilidade do governo de fazer a parte dele, então você se ilude quando o Detran estipula um limite de velocidade absurdamente baixo pra uma via em vez de ir tapar os buracos dela, e isso já é o suficiente pra fazer você acreditar inocentemente que o governo está fazendo a sua parte. típíco discurso de esquerdista defensor do governo o seu.

      • “Esse negócio de educação não é desculpa”. Então, Lucas, continue no seu mundinho fantasia de “troll”. Educação é TUDO. Você defendeu uma via sem limites de velocidade num país onde uma boa parte dos motoristas sequer é habilitada. Bastar reler alguns comentários. Tem muita gente aqui que acha legal dirigir a 150, 160 km/h numa via cujo limite é 110 km/h e cujo desenho e infraestrutura são incompatíveis com essas velocidades. O cara acha que a via é boa, mas se esquece que ela está localizada próximo à áreas verdes e algum animal pode entrar na sua frente e acabar com sua vida e o que é pior – acabar com a vida de uma família que não tem nada a ver com sua irresponsabilidade. Você provavelmente não dirige. Se você dirigir por algumas horas num trânsito caótico de qualquer grande cidade do Brasil, verá falta de educação por todos os lados! Isso não é “comprar discurso”. É uma simples amostra da triste realidade desse país. Eu teria parado de ler seus argumentos contraditórios em”infra-estrutura” e “nossos acidentes de trânsito se deve” (sic), mas com essas frases você, mais uma vez, provou meu ponto. Se tivéssemos mais educação, esse país seria muito diferente. Daí eu leio isso: “típíco (sic) discurso de esquerdista defensor do governo o seu”. Acho que você precisa estudar um pouco mais de política para me acusar de “defensor do governo”. Ser um valentão de teclado te leva bem próximo ao analfabetismo funcional. Todos os meus argumentos aqui giram em torno da falta educação e (muitas vezes por isso, mas quase sempre por uma mera questão cultural) da vontade do povo brasileiro de fugir das regras e responsabilidades e (aqui você é um belo exemplo disso) ainda querer ter razão. Tenho criticado duramente a falta de investimento nesse setor primordial e ligado isso ao post e você, com seu achismo barato, vem dizer que sou defensor do governo? A única coisa que eu defendo aqui é que o brasileiro siga as regras para primeiro querer argumentar alguma injustiça. Não adianta o cara ir ao camelô comprar seu Windows pirata, seu jogo pirata, seu software pirata e, em toda sua hipocrisia, reclamar de corrupção. Não adianta o cara ter acabado de passar por uma placa de regulamentação de velocidade máxima permitida de 110 km/h, por exemplo, a 160 km/h, ser multado por um radar e culpar uma suposta “máfia dos radares”. Justificar um erro com outro não é uma forma de lutar pelos seus direitos. Lutemos por eles, mas com argumentos e sem hipocrisia.

  120. Pra quem não gostou do post:
    Tbm não concordo com limites de velocidades sem com semaforos nem proibições de estacionamento. pq oq gosto mesmo é correr e, se eu bater o carro é meu mesmo e, se for em ooutro carro o seguro cobre. se morrer… Ha todo mundo vai morrer um dias mesmo. e quando eu precisar de um lugar pra estacionar vou procurar tua garagem.
    Em todo mundo tem leis de transito, mas só aqui tá errado?

  121. Toma no olho do seu cú rapá!

  122. Na nossa cultura podre herdada!! Em uma que deveria ser projetada para 120 Km/h Carros e 90Km/h Caminhões!!!! Enfiam radares com valores da metade da rodovia !! e acha isso correto!!! kkkkkkkk
    Bando de desinformados!!!

    • Não adianta cara, brasileiro merece um estado corrupto, totalitário e cagador de regras como esse nosso, nego acha que só porque está no papel, qualquer absurdo vira lei, e ainda aplaudem mesmo sabendo que serão prejudicados com isso!

  123. Por que os idiotas fabricam carros que chegam a 360 km/h se o limite é de apenas 80?

  124. O absurdo é que tem quem critique a informação honesta e correta. Tipico de muitos brasileiro e sua natureza corrupta, reclama dos políticos e fazem o mesmo. Tem um que sugere queimar os redares. Bom o dia que seu filho, mãe, pai, sobrinho, ou qualquer parente seu morrer vitima de um idiota que ache que tem o direito de desrespeitar e Lei e exceder a velocidade. Faça o seguinte vá até o otário e lhe de os parabéns, e chame-o para tomar uma cerveja e fazer um churrasco para comemorar a morte de seu parente. Se vc não tem coragem para fazer isso vc é um hipócrita. Lei foi feita para ser respeitada. Só mais uma ressalva o DETRAN não tem radar, radar é de responsabilidade de quem administra as vias, ou seja, DNIT, DER ou Departamento municipal de Trânsito, e os órgãos fiscalizadores PRF, PME e agentes de trânsito.

  125. Eh mais ou menos…nem todos os radares são necessários ou corretamente colocados. Muitas vezes a velocidade limite é reduzida muito abaixo da velocidade natural da via justamente com a intençao de arrecadar. Ou, ao invés de corrigir o traçado e a superelevação da curva, colocam um radar…

  126. Acontece que o brasileiro é fudido de todas as formas possíveis, mas vamos nos limitar apenas em relação a meios de transportes, neste país aonde tem cidades que nem transporte público se quer existe e as cidades que existem são de péssima qualidade, então o cidadão resolve comprar um veículo para o seu transporte, visando conforto e comodidade…. Já começamos a ser lesados na compra do carro ou moto, porque no nosso país não sei porque eles valem muito mais do que nos outros sendo uns dos mais caros do mundo, acredito que quando pagamos 40 mil reais num carro popular o governo leva no mínimo 20 mil, se não bastasse os imposto altíssimos em cima do veículo, ainda temos que pagar, IPVA, DPVAT, licenciamento, taxas e mais taxas, tudo para poder se transportar, se não bastasse vem os impostos sobre o combustível, que acredito eu que com apenas o dinheiro dos impostos arrecadados sobre a gasolina é recurso o suficiente para que andássemos sobre as melhores estradas do planete Terra, mas não é o que acontecesse as ruas são péssimas, cheias de buracos, as que são boas são privadas aonde se cobra pedágios caríssimo. Resumindo a gente compra carros caros, pagamos impostos caros anuais para veículo ficar e situação regular, pagamos um combustível caro e de qualidade duvidosa com altas taxas de impostos, para recebermos de volta péssimas ruas e estradas, sinalização horrível e congestionamentos sem fim. Mas na contra mão dos péssimos serviços que recebemos do governo, cada vez mais eles investem em radares e outras tecnologias para punir o cidadão e arrecadar dinheiro das multas aplicadas.

  127. Desculpe sempre acompanho o canal.. Mas é lógico que passar um pouco abaixo da velocidade não vai gerar multas.. Achei que era uma maneira de burlar o sistema e não dizer o obvio.

  128. Pois é ROSI concordo, só que o DETRAN, DER, e CIA não tem limites para multar! E outra, vamos pensar direitinho? Se estradas são para andar a 80 KM/hr ou 120 Km/Hr então por que TODOS fazem questão de possuir um CARRO ou MOTO VELOZ (Minimo 160 Km/hr Maximo até 300 Km/hr, muito mais do que o permitido) ? POR QUE CINTO gera multa num carro, mas nos onibus e trens se pode ficar em pé sem proteção? Por que uma pessoa imprudente, alcolizada que causa acidente fatal paga fiança e vai embora ao invéz de ser obrigado a cumprir pena e no minimo compensar a familia da vitima ou a propria vitima se ocasionou danos graves? ROSI no nosso país BRASIL impera a hipocrisia ! E os seres humanos do Brasil, especialmente os que tem o poder não fazem nada para o país mudar. Aqui o que vale não são leis e sim o dinheiro é que manda! Multa pra diminuir velocidade pra evtar acidentes? BALELA!

  129. Vendo livro de auto-escola, bem Ilustrado, Indicado para:

    – Idiotas que enchem o cú de cachaça e sai com o carro achando que é o fudelão da night, fura blitz, leva tiro no carro e pega no passageiro;

    – Babacas que precisam andar a 180 km/h para pegar o ricardão em casa comendo a mulher, bate com o carro e vai ficar tetraplégico e comer feijoada de canudinho e cagar no saquinho;

    – Dementes que não reduz a velocidade em pista molhada, fazendo com que o veiculo pareça que está no cenário do Frozen, correndo o risco de deslizar e você bater num caminhão de ferragem, fazendo com que você pareça o PinHead do Hellraiser;

    – Ou para aqueles que não usa o cinto de segurança, para que este ser idiota se ache o Super Man e voe pelo para-brisa, para o alto e avante !

    – Retardados que não usam o bebe conforto, e numa simples freada, sujeita a criança a um voo fatal até o para-brisa !

    – E Etc…

    Caso queiram é só chamar inbox !!
    Compra não recomendada para aqueles que REALMENTE fizeram auto-escola !!!

    Porém, se você viola as regras de circulação. Que a “Mafia das Multas Eletrônicas” enrabe você toda vez que avançar um sinal fechado ou quando passar a 200km/h perto de uma escola !

    #TomaNoCu #NumFodePorra

  130. Passo em muitos radares todo dia e nao me pegam.

  131. Oh que legal, pra burlar o DETRAN é só seguir a lei!!!! Aff que conselho inútil. A melhor maneira de burlar os radares é comprar um GPS que acusa a posição do radar. Não tem erro, se a via tem um limite de 80 km/h eu corro a 110 de boa, ae o GPS apita quando tiver um radar à vista, eu diminuo no trecho onde o radar está localizado e acelero de novo. Dá pra confiar de boa na precisão desses GPS, diminua quando ele avisar e meta o pau onde não tem radar (lógico, só corra se vc tiver segurança do que está fazendo) ;)

    • Rafael Lopes Rodrigues

      Daí um político desobedece uma lei e você quer contestá-lo? Ok, então!

    • Infelizmente, tem gente que acha que “quebrar as leis quando ninguém tá vendo” é louvável. Os limites de velocidade estão ali por um motivo, cara. Não foi um Zé Ruela qualquer que botou aquela placa/radar ali. Aquela velocidade foi estudada por um engenheiro de trânsito, que determinou que ela é a mais segura para aquele trecho. Se você andar a 10 km/h, que sejam, acima dessa velocidade, já está arriscando um acidente e, quanto mais acima você anda, maior a chance de você foder com a vida dos outros. Você pode até pensar que pode “meter o pau de boa”, mas o seu GPS não apita quando tem buraco, óleo, animais ou qualquer outra irregularidade na pista. Você pode acabar com a vida de uma família inteira com esse seu pensamento. Pense nisso.

      • Você é muito inocente se acha que tudo o que colocado na via de placa é totalmente justificável e contestável só pq foi feito por alguém supostamente com um título..

        • Ops, eu quis dizer “incontestável”.

        • Walter, o ponto principal é que brasileiro tem que parar com essa idiotice de querer levar vantagem em tudo, de querer dar um “jeitinho” nas coisas. A nossa imagem lá fora nunca foi muito boa por conta de um bando de “zé b*****” dando seu “jeitinho” pelo mundo afora. Mas, independente do “título” que a pessoa responsável pela placa tenha, aquilo tem um motivo para estar ali e representa a velocidade segura de trânsito para aquela via ou para determinado trecho. A placa tá ali, o limite da via é de 120 km/h? Se você andar a 140, já tá predisposto a receber multa e o que é pior: causar um acidente e, como disse anteriormente, foder com a vida de uma família inteira. Agora, você me chama de inocente, mas não vi nenhum FATO ou ARGUMENTO seu para me contestar, ou seja, só falácias. Já vi gente dizendo: “não sei porque o limite dessa rodovia é de 80 km/h sendo que a estrada tá boa”. Só que a pessoa não sabe absolutamente NADA de engenharia e se baseia em uma observação simplória da coisa toda.

        • Quem tem que provar e argumentar é vc, pois foi vc que afirmou primeiro. Vc disse e eu repito: “Não foi um Zé Ruela qualquer que botou aquela placa/radar ali. Aquela velocidade foi estudada por um engenheiro de trânsito, que determinou que ela é a mais segura para aquele trecho”. Vc não sabe disso, vc supõe isso. Vc sabe, por acaso, o nome do engenheiro que fez tal estudo? Vc teve acesso ao tal estudo? Vc pôde examinar de forma crítica o estudo e ver que, de fato, ele está certo e quem se opõe a ele, errado? Se vc responder “não” (e eu creio q vai) pra estas perguntas, vc q está sem fatos e argumentos e é por isso q eu te chamei de inocente. Eu já fui inocente assim tb, acreditando cegamente na “autoridade” só porque ela tem este nome, mas não é assim que as coisas funcionam. Tudo deve ser examinado criticamente, pois só assim não seremos tapeados. Acreditar no q alguém diz só porque ele é supostamente entendido no assunto é ingenuidade, pois isso é falácia da autoridade: não é o status de uma pessoa que determina se aquilo é válido e/ou verdadeiro, é a afirmação em si que define isso. E eu analisei criticamente várias destas supostas placas de “especialistas” e deduzi que muitas delas determinam velocidades desnecessariamente baixas e isso se sabe por experiência de trânsito, não apenas com cálculos. Já foram postados MUITOS comentários de forma exaustiva de várias outras pessoas aqui apontando estas situações em vários cantos do país: vias aonde a velocidade normal e segura dela é 100 km/h e, bruscamente, sem muita necessidade, muda para 50 km/h. Leia estes comentários antes de me responder e depois me diga o que achou…

        • Não, cara. Eu não tenho que argumentar nada. Eu tenho o CTB como “fatos e argumentos” (link logo mais). Foi VOCÊ quem me chamou de inocente e tem que argumentar. Foi VOCÊ quem veio com seus achismos. Quis desbancar meu comentário, mas não trouxe nenhum fato concreto pra esse fim. Você me conhece? Disse isso baseado em que? E como assim o nome do engenheiro? Usa a cachola um pouco antes de vomitar um comentário e passar vergonha na internet! Não há UM nome por trás dos estudos técnicos, são VÁRIOS! Ou você acha que UM engenheiro trabalhou nos estudos de TODAS as vias nacionais? Cada dia que passa eu perco mais as esperanças nesse país, sejamos mais racionais! SIM! Há profissioNAIS por trás das placas de trânsito e, se elas estão ali, você tem que respeitar SIM. E se fizer o contrário, vai tomar multa SIM! Diferente de você com suas, repito, falácias, aqui estão os FATOS nos quais baseei meu primeiro comentário:

          http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/RESOLUCAO_CONTRAN_396_11.pdf

          Por favor, repare que, ao final do documento, há uma ficha de ESTUDO TÉCNICO onde UM DOS profissionais deverá assinar. Outra falácia: “MUITOS comentários de forma exaustiva de várias outras pessoas aqui apontando estas situações em vários cantos do país: vias aonde a velocidade normal e segura dela é 100 km/h e, bruscamente, sem muita necessidade, muda para 50 km/h.” Em primeiro lugar: se isso REALMENTE acontece, qual é a dificuldade de se ler a placa e reduzir a velocidade nesse momento? Segundo: você não conhece as pessoas desses comentários. Você tem certeza que vai querer basear seus argumentos nisso? Vejamos: se você ler alguns atentamente, vai notar que temos aqui motoqueiros que burlam os radares fixos ensinando a “cortá-los” pelo acostamento OU a tampar/dobrar a placa para não receber a multa. Tem ainda gente que curte “dar um cacete” na estrada porque tem GPS que “apita” avisando sobre a existência dos radares. Temos aqui aqueles que querem sair nas ruas para pichar as lentes dos radares, entre outros. Que mania que brasileiro tem de “Maria vai com as outras”. Tipo, “o cara faz merda, eu também tenho direito de fazer merda!” E outra: eu tenho CNH desde 1998 e nunca, repito NUNCA vi esse tipo de mudança brusca na sinalização, exceto naqueles trechos onde há obras. É EVIDENTE que o limite de velocidade cairá PARA A SUA SEGURANÇA. Já dirigi em, no mínimo 5 estados diferentes, sendo dois deles por ANOS e NUNCA vi isso. Além disso, seguindo a sinalização, NUNCA me envolvi em acidente, exceto aqueles de “ocasião do trânsito” (duas quedas simples de moto e outras duas ou três batidas igualmente simples de carro, sem qualquer ferido). Agora, quem REALMENTE passou por isso, não basta apenas relatar num comentário aleatório na internet. Tem que documentar tudo e, no caso de multa, se for comprovada a irregularidade, contestá-la. Isso já derruba sua outra falácia/achismo “Eu já fui inocente assim tb, acreditando cegamente na “autoridade”. Repito que brasileiro tem que parar com essa mania de querer achar razão para tudo o que faz de errado e ficar justificando um erro com outro. As leis estão aí para serem seguidas. Caso haja abuso, é ÓBVIO que cabe contestação, isso é uma DEMOCRACIA. Mas no trânsito, chega de nego querer andar acima do limite porque se ACHA O engenheiro e diz que a “estrada é boa”. Tô cansado de ver imbecis matando gente inocente nas estradas. O cara que faz isso tem que se foder sozinho, o problema é que isso raramente acontece, sempre leva alguém de uma família a passeio junto. Chega dos que se acham “ases do volante” matando gente por aí.

        • Em relação a te chamar de inocente, eu errei e peço desculpas por isso. Vc não é. Eu o julguei mal e minha intenção não era insultar vc, é porque eu realmente pensei q vc estava sendo inocente.

          Mas é aí que acabam minhas desculpas, pois vc me interpretou errado e vc NÃO provou seu ponto. Vc apenas mostrou a resolução do Contran que estabelece as diretrizes para a placa ser colocada. Isso não prova nada num país como Brasil onde licitações (que possuem também muitas leis, como a 8.666/93, que regula de forma rígida os certames) são fraudadas por órgãos e pregoeiros corruptos que acham brechas e facilmente corrompem licitações, fraudando resultados e superfaturando homologações de licitações (eu sei disso pois trabalho em um setor de licitações em uma universidade, que, felizmente, trabalha direitinho nesta área). Ter a lei não significa NADA em nosso país, por isso é fácil pensar na possibilidade de alguma placa ter seu laudo pericial forçado da forma que os interesses de certas pessoas sejam atendidos através de uma generosa propina. E pra vc não dizer q é só achismo meu, desfrute de três links de reportagens mostrando lados sujos desse ramo aí:

          http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/empre

          http://municipiomais.com.br/presidente-da-camara-

          http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/

          E estes são só os exemplos que vieram à tona, o que não dizer de vários exemplos ocultos que ainda venham a ser descobertos um dia.

          E eu citei os internautas como exemplos práticos de situações aonde a velocidade é desnecessariamente baixa, eu não citei ninguém que é barbeiro e prega, por exemplo, queimar placas, pois isso eu não apoio. Eu não defendo direção perigosa, muito pelo contrário, eu sou cauteloso e cuidadoso, prova disso é que dirijo desde 2002 (com carteira desde 2004, porque passei 2 anos praticando depois de reprovar na prova prática na minha primeira tentativa) e NUNCA causei nenhum acidente com ninguém, só me envolvi em dois acidentes e em todos a perícia foi a meu favor e eu não fui o culpado por nenhum dos ocorridos. Só foi multado 2 vezes e todas estas vezes foram no mesmo trecho e no mesmo ano (e faz mais de 6 anos isso) por “excesso” de velocidade: limite de 50, minhas velocidades consideradas foram míseros 51 e 55 km/h! Ou seja, eu não sou um motorista ruim, muito pelo contrário. Em suma, eu não defendo uma política de ignorar as placas, de jeito nenhum, mas defendo que elas sejam justas e razoáveis e muitas vezes, pelo menos na minha cidade, elas não são, e a lei é excessivamente punitiva quando o dever da lei é promover segurança e mobilidade. E é isso que me irrita, por isso os órgãos relacionados à transporte, como detran, denatran, etc. estão entre os órgãos que eu mais odeio, só perdendo pra Receita Federal, que é pior ainda.

          Punir quem corta o sinal vermelho é válido (dentro do limite de antes da madrugada, claro), pois o sinal tá ali pra regular o trânsito; Punir por estacionar em determinados locais inapropriados também é válido, pois interfere na mobilidade; entretanto, punir por limite de velocidade é algo que dependendo da circunstância e local, pode ser subjetivo e, consequentemente, sujeito a debate. Não é algo trivial. E, de novo, pra vc não dizer que é achismo meu minha ressalva em relação à limite de velocidade, eis um “estudo” em inglês sobre isso:

          http://www.motorists.org/speed-limits/safety-sett

          Este link, inclusive, mostra que, em geral, motoristas responsáveis dirigem na velocidade que lhes é confortável e nem sempre esta velocidade se alinha com a da via e, mesmo assim, eles NÃO estão dirigindo perigosamente. Afinal, o motorista responsável “sente os sinais do carro” e quando ele pode perder controle dele, então ele naturalmente irá reduzir nos momentos apropriados, como em curvas, por exemplo.

          Há também este link em inglês com ressalvas de que carros acima do limite de velocidade causam muitos acidentes:

          http://blog.motorists.org/national-speed-limit-ef

          Já basta deste país onde a MAIORIA (não todos, claro): ou é alguém corrupto que reclama da corrupção dos outros ou é alguém que abaixa a cabeça pra tudo o que o governo faz e não questiona nada. Ambas são posturas inaceitáveis

          Mas, enfim, deu pra aproveitar o que vc escreveu porque agora está evidente que os laudos das placas devem estar disponíveis ao público para consulta, então será exatamente o que eu farei.

        • Walter, até tentei acessar seus links para entender o fundamento dos seus argumentos, mas dos cinco disponibilizados, apenas dois funcionam, sendo que apenas um deles tem alguma (embora pequena) relação com toda a discussão. O link que te enviei, na verdade, trata apenas da regulamentação dos medidores de velocidade (radares), não das placas. Os estudos técnicos que defendi são regulamentados por essa resolução (vide artigo 4°). Relendo todo o artigo e em posse dos anexos, podemos concluir que, como te disse, há todo um estudo por trás da coisa toda. Agora, quanto a acusar o órgão responsável pela falta desses estudos, ou da qualidade daquele que os faz, ou ainda da desnecessidade dos equipamentos e ainda inferir que há uma máfia por trás da instalação dos mesmos, não cabe a mim julgar. Aquele que se sentir prejudicado por uma multa deve, naturalmente, recorrer. Claro que isso é de livre acesso ao público e pode e deve ser usado para uma possível defesa. Como você afirmou quando compartilhou sua história da sua única multa por excesso de velocidade, penso que se há uma máfia por trás dos radares, ela deve estar passando fome, porque em mais de 15 anos de CNH, nunca fui multado por um radar. Meu pai, já dirige há cerca de 50 anos. Recebeu algumas multas por excesso de velocidade, sim, mas ou isso aconteceu antes dos radares existirem, ou mesmo com os radares foram, pelo que ele se lembra, 2 “fotos” e, em ambas, assumiu e pagou devidamente. E esses relatos se estendem por aí, basta perguntar para alguns amigos.

  132. Ser for de moto e melhor coloca a mão na placa kkkkkkkkkkkkk :P

  133. – Precisamos respeitar as leis de trânsito.

    – Existem sim, radares instalados com velocidade desproporcional a via.

    – Tbm nunca entendi a fabricação de carros que possuem velocidade final muito acima do que a legislação permite que vc imprima nas ruas.

    – Realmente o titulo está fazendo com que a gente se confunda, afinal, o contexto não mostra como burlar. Deveria ser algo como: Como não ser multado pelos radares do Detran. Mas gostei do conteúdo e tbm representa minha forma de pensar.

    – Abraço e sucesso a todos

  134. E a MÃEZINHA vai bem né???!!!

  135. HAHAHA!!!
    Muito legal essa dica!!!
    Estou repassando para meus amigos…
    Parabéns Otario!!!

  136. Sabe qual é o problema? Eu fiz uma viagem rio-paraiba de carro e pude perceber que o radar em sua grande maioria só serve para cobrir erros de infra estrutura. Onde tem uma cidade pequena, mete um radar ou um quebra mola pra que o pessoal possa atravessar. É mais fácil do que fazer passarelas, subterraneos ou viadutos para saída dos carros sem risco. E caso a pessoa tenha una pequena falta de atenção e acabe passando num dos MILHARES sem querer.. Plim, plim.. O caça níquel ganha mais um dinheirinho para o governo gastar com corrupção.

    • É só você respeitar o limite de velocidade que eles tiram os radares, meu caro…

      • Existe sim uma indústria de multa. Viajei para uma cidade litorânea do estado de São Paulo, e por meu carro possuir placa de outro estado recebi multas de transito com motivos dos mais absurdos. O primeiro exemplo foi de que circulei por faixa exclusiva de ônibus, sendo que a cidade não possui esse tipo de faixa em nenhuma de suas vias. E outro fui multado por estacionamento em local proibido e no auto de infração constavam a data e hora, e neste momento estava estacionado no estacionamento de um shopping e possuía o comprovante onde contavam o local, o número da placa, hora de entrada e saída. Então tive prejuízos pois tive de passar por burocracias que seriam desnecessárias. Agora quanto aos equipamentos de radares de velocidades e até mesmo os de avanço de semáforo, alguns poderiam ser desligados em determinados períodos por questões de segurança, em minha cidade por diversas ocasiões me vi obrigado a ficar parado durante a madrugada em uma rodovia durante o mínimo de 50 segundos na saída da cidade por conta de um semáforo com radar. Situação que gera um certo risco a minha integridade.

    • Se você frequentou aulas apenas para pegar para botar sua fotinha num pedaço de papel, botar as mãos no volante e meter 120 km/h numa cidade pequena, só te digo uma coisa, faça isso sozinho e espere não atropelar ou acidentar ninguém, pois pode ter certeza que se fizer isso, fuja logo, pois lhe pegarão, lhe açoitarão e queimarão o seu carro. Tem muito bosta que faz as merdas no transito, envolve os outros inocentes (poderia se acidentar sozinho e seria apenas problema seu) e os mais covardes fogem do local. Se há multas injustas, defenda-se, faça valer seu direito de defesa, se há falhas na infraestrutura rodoviária, incluindo sinalização ou passarelas contrastando com a presença do radar, isso é outro departamento, se há corrupção, idem, mas a presença do radar deixa os filhos da p*** reclamadores de cú trancado. Certa vez eu estava liberado para avançar o sinal verde e outro avança o sinal vermelho e quando fui reclamar, perguntou se eu trabalhava no Detran. É certo isso seu defensor dos motoristas criminosos? O motorista tem que ser do Detran para parar no semáforo? Ridículo seu comentário e de todos o outros que criticam a chamada indústria da multa. Uma das coisas que me deixam fulo é que quando o sinal fica verde, eu ainda não posso passar, porque chego a contar até CINCO carros avançando o sinal vermelho e eu esperando e os outros carros atrás também, engrossando o engarrafamento. Se houvesse fotossensor, os merdinhas ficavam de cú trancado. Quanto a falta de atenção, é bem melhor ter falta de atenção no fotossensor do que ter falta de atenção numa curva, num obstáculo e sofrer um acidente, aliás motorista com falta de atenção, não presta mais para dirigir, eu mesmo não queria estar na frente de um cara desses. Eu já fui multado, já fui cobrado e me corrigi, e posso dizer com toda a certeza que todas as multas que tive foram justas. Fiquei com raiva? Fiquei sim, vi dinheiro voando, e fui me corrigindo, depois de duas multas por estacionamento proibido, só estaciono certo e não é esforço nenhum. Não sou santo, quando estou nas estradas, ainda ponho o pé no acelerador, mas quando estou numa zona urbana, é 60 ou 80 km/h e não quero nem saber se alguem atrás reclamar. Estacionamento, paro só nos permitidos, deixe de preguiça e pare certo e ande um pouco a pé. Tenho muito ódio quando alguém para errado, em fila dupla ou ainda em porta de escola. Isso é que atrapalha a fluidez. Fluidez não é andar veloz, livre e solto. É ser ORGANIZADO. Mesmo que seja a 40, 60 ou 80. Aliás não sei porque tantos idiotas querem saber pra onde vai o dinheiro das multas, não vejo ninguém querer saber onde vai o dinheiro das fianças, pior, NÃO VEJO NINGUÉM QUERER SABER PRA ONDE VAI O DINHEIRO DOS NOSSOS IMPOSTOS. As multas são uma merreca em comparação com isso. Pelo amor de Deus, vão pentear macaco e deixem o pessoal do Detran trabalhar. Espero que não atropelem uma criança por causa de velocidade, isso aconteceu com um colega de trabalho meu e somou isso a falta de atenção como você citou. Nem te digo como ele ficou sob questões emocionais.

    • Por falta de atenção né, imagina se por falta de atenção eu causo um acidente? OU você tem atenção ou tem deficit de atenção e quem tem deficit de atenção não pode ter carta, acho que sua talvez a avaliação psicotécnica devesse ser mais rígida, isso se nossos aspirantes a políticos não comprassem suas cartas né.

      O carro e para te levar aos lugares com mais conforto e tornar certas situações humanamente possíveis, pra vc ser piloto é outra área e você não é piloto senão estaria sendo sucesso como um profissional num lugar adequado, agora pega seu carrinho 1.0 e respeite a vida.

  137. Pois é galera… realmente podemos fazer isso para “quebrar o Detran”, mas o problema é o seguinte a velocidade exigida é muito baixa na maioria do lugares, acredito que se todo mundo seguir a risca as placas de velocidade máxima permitida o trânsito iria parar… ou seria uma grande bosta.
    Quem viaja de carro 1.0 sabe a bosta que é ter que reduzir de 120KM/h para 60KM/h ou até 40KM/h e depois retomar…
    o negócio não é burlar e sim fazer que quem é responsável pela engenharia do trânsito faça uma coisa melhor.

    • Caro Gleison, existe uma carga pesada de física por trás dos cálculos de limite de velocidade, que deve considerar as relações entre tempo de reação, distância de frenagem, tipo de pista e fluxo de carros e pedestres.

      Quando a gente aprender a burlar as leis de Newton, de repente fica mais fácil subir os limites de velocidade. Enquanto isso não acontece, respeitar os limites de velocidade é uma maneira de garantir que o seu direito de dirigir um carro não se transforme em uma ameaça ao direito à vida que as outras pessoas possuem.

      • Se isso fosse verdade, não teriam construído a Bundesautobahn na Alemanha que NÃO TEM limite de velocidade em sua grande maioria.

        • quer comparar um auto estrada multi vias que não tem nem desnivel com as BR’s q tem aqui? e outra la eles mesmo dizem que se vc sofrer um acidente em alta velocidade não adianta ter airbag, cinto, santo, padrinho ciço, aparecida que te salve.

        • …Lá durante anos não se registra graves acidentes… primeiro por causa da própria pista, e segundo eles dirigem CARROS… que tem perfeita estabilidade e sistemas de freios que tornam um carro a 240km por hora “inofensível” já aqui a 60km já é difícil de dirigir!

        • No EUA a velocidade em vias urbanas é de 40 km/h e em vias interestaduais de 60 km/h.

          Só que la eles tem os Chips em suas Harley Davidson pra pegar os apressadinhos. rs

          Assistam e chorem. rs

          https://www.youtube.com/watch?v=BGpT-k335fY

        • Paulo, na verdade, o limite em vias urbanas lá é de 30 mph (cerca de 50 km/h), em estradas pavimentadas, 45 mph (cerca de 72 km/h) e em interestaduais entre 65 e 70 mph (cerca de 104~112 km/h).

      • “Caro Gleison, existe uma carga pesada de física por trás dos cálculos de limite de velocidade, que deve considerar as relações entre tempo de reação, distância de frenagem, tipo de pista e fluxo de carros e pedestres.”

        HAHAHAHAHAHAHAAHHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHHAAHAHAHAHA… Calma, mais um pouquinho só… HAHAHAHAHAHAHAAHHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHHAAHAHAHAHA

        Então, antes que você conteste o que vou dizer dizendo pra eu estudar, já começo dizendo que faço engenharia e que sei bem do que estou falando.
        A questão é que DEVERIA existir essa carga de cálculos, mas não existe. É tudo no olhômetro. Tem uma saída da Castelo que cai no rodoanel (Saída 22, acho), você vem a 120 KM/h e tem que reduzir pra 40 KM/h em alguns poucos metros pra contornar uma rampa de acesso. Chega a ser ridiculo.

  138. Mandou mal nessa, Otário!

    É ÓBVIO que no Brasil tem uma indústria de multas que funciona a pleno vapor.

    Já vi radar que reduzia a velocidade da via pra ridículos 30km/h logo depois de curva, pra não dar tempo do motorista brecar. Já vi rodovia em que um único trecho tinha velocidade menor que os demais e a única placa que avisava isso era ao lado do radar, o único tbm em vários kms. Sem falar na Rodovia dos Imigrantes, descida pra Baixada Santista, que é uma reta de 3 pistas em ótimas condições, que tem radar de 80km/h e faz com que o motorista se preocupe mais em segurar o carro na velocidade máxima do que com o trânsito e a própria pista (na SUBIDA, onde é liberado inclusive o tráfego de ônibus e caminhões, o limite é 100km/h).

    Fora os demais abusos das Cias de Tráfego municipais que todo mundo tá cansado de ver.

    Concordo com vc que a educação no trânsito é essencial, mas justificar todas as falcatruas que fazem pra gerar renda de multas como sendo culpa do motorista tá errado…

    Gosto muito do canal e das suas denúncias, por isso acho que vc tem muito crédito ainda.

    Abs.

    • Vamos sair em mutirão com várias latas de spray na mão e pichar essa bagaça toda,. pichar as lentes dessa merda. Eu era muito patriota, mas agora tenho NOJO país que só quer sugar de todos nós brasileiros. PAIS DE MERDA!

    • Você mesmo está falando que tem placas sinalizando o limite de velocidade. O problema é que você não concorda com esse limite… Mas até aí o problema é seu. Ou siga a lei, ou tome multa. Não tem mimimi. Simples.

      • Acho que vc não conseguiu interpretar direito o que eu escrevi. E pelo que vi nas suas mensagens abaixo vc tem uma séria dificuldade de interpretar textos em geral. Tente reler todos mais devagarinho, quem sabe até pedir pra alguém te explicar.
        Não te culpo pq infelizmente analfabetismo funcional é muito comum no brasil hj em dia… Uma pena.

        • Eu também não te culpo por querer usar o jeitinho brasileiro em tudo, afinal isso faz parte do toda a população, porém quem tem bom caráter tenta se afastar dessa realidade, já quem é vagabundo fica reclamando sem razão.

      • Duvido que você anda a 30 dentro do bairro. Pra mim vc é um hipócrita.

  139. depois querem fazer passeata para derrubar a Dilma, olha como o povo é safado e corrupto.

  140. Eu ♥ Moto! Moto = Mão na placa

    • Você é um daqueles manés que ficam postando vídeos no youtube fazendo direção perigosa e cheio de babaca curtindo e achando tudo aquilo o máximo? Parabéns, mais um peso no Brasil.

  141. de moto dá pra burlar os radares fixos.

  142. Aqui em Santo André, o limite na avenida é 60km, porém, pouco antes do radar, a placa de velocidade máxima muda para 50km, isso em vários trechos… Industria muito justa essa do Detran!

    • Por isso mesmo tem a placa… Basta ler a placa e fazer o que ela manda. Qual a dificuldade?

      • Nota-se que você não dirige, Liserb. Ninguém conseguiria circular de forma segura se, por exemplo, tivesse que levantar a vista a cada 30 metros só para checar se a quinta placa de velocidade mantém o mesmo limite das quatro anteriores.

  143. Impavido Colosso

    GRÁFICOS, ESTATÍSTICAS E CURIOSIDADES NADA LISONJEIROS SOBRE O BRASIL.

    por André Fuentes

    http://veja.abril.com.br/blog/impavido-colosso/

    Dá vontade de chorar.

  144. Quero ver se quem trabalha na rua concorda que não há uma indústria…No ABC explica reduzirem velocidade de 70km para 50 km, numas pista de 4 faixas? Explica 4 radares em 500 metros em Mauá pista de 2 faixas e com passarela pra pedestres; Em Maua VC tem 3 velocidades em certos trechos, uma placa de identificação de velocidade, se perdeu a placa, por passar junto com um veiculo alto, já era… E não esquecendo São Paulo, onde VC vem a 80 e tem de reduzir num curto espaco pra 40, porque o radar ta bem no comeco da curva. (Se vier um perto, ou VCdeixa o cara te empurrar ou toma a multa.Nao nomeei as pistas mas quem passa por um desses locais todo dia sabe de onde falo.Certos lugares são verdadeiras armadilhas, e só pra finalizar, quem te multa tbm tem meta diaria!!

  145. Parabéns! Tapa na cara desse povo hipócrita e corrupto. E antes que venham de mimimi: dirijo no Rio de Janeiro há 15 anos e NUNCA levei multa que não merecesse. Na minha opinião, tinham que botar mais radares e aumentar os valores das multas!

  146. A questão não é querer burlar os pardais, mas sim, que existe uma indústria de multa. É mais fácil multar, que dá dinheiro, do que investir em infra-estrutura, por exemplo. Vejam agora aumentaram o valor da multa para quem faz ultrapassagem indevida. Correto por um lado. Só que vejam, as estradas brasileiras, na maioria, são de pista simples. E cheias de caminhões que andam em velocidades mais lentas, trancando o fluxo. Aí se você ultrapassa um caminhão na parte proibida, vem multa. A multa é correta, porém o poder público não fez a contrapartida esperada que é a duplicação das estradas de maior fluxo. Ou seja, se as pistas fossem duplas, os caminhões se manteriam na direita e não haveria necessidade de ultrapassar na contra-mão pois haveria a segunda pista para os veículos mais agéis transitarem. Isso é brasil. Vai nos EUA por exemplo, onde tem movimento é no mínimo 2 pistas. Onde não tem é pistas simples. E lá investem em outros meios de transporte, não tem essa quantidade de caminhões infernizando as estradas, carga pesada vai de TREM. Mas aqui é a bananalândia. Quem determina se vai ser investido dinheiro ou não em trens são os cartéis e políticos lobbystas. Nada no interesse da população mas sim no interesse de particulares.

  147. o que fazer com entrada de marginal, onde a placa de velocidade está depois do radar?
    Quem é o responsável, o nome do engenheiro canalha que faz a prezepada destas, pra ferrar o motorista? Pessoas tem que ser responsbilizadas, e enquanto não isso não acontecer, não haverá solução; sempre um cachorro destes fará isso na má intenção.

  148. Otário sou um tremendo divulgador seu mas vc mandou mal nessa, vc caiu de nota 10 pra 9 no meu conceito. Esse assunto é delicado e vc tratou de forma superficial. Faço parte de um grupo de motociclismo e NÃO SOU RICO. Não temos onde correr! Por acaso vc tem 300 reais pra desembolsar cada vez q quiser correr um sábado (chamado Free Day) no autódromo? Pois eu não, R$ 1000/mês jogados fora nisso pesariam no meu bolso. Sei q vc tem conhecimento mas cito as rodovias alemãs sem limite de velocidade como um exemplo do que funciona muito bem num país com gente equilibrada. Aqui no DF a polícia multa até por irregularidades como estacionamento proibido em lugares onde não há indicação de proibição! E aí, como vc vem me dizer que não há indústria da multa?

  149. Cara tem um trecho da rodovia Anhanguera em SP, no trecho de Ribeirão PIres, no qual o limite da velocidade é 70! Se vc andar a 70 até os caminhões buzinam na sua bunda! E ali tem muito radar!! E aí, como fica? E mini radares escondidos no término do guard rail??

  150. Todo mundo que ta falando q damos jeitinho pra correr é hipócrita, duvido q alguem ande a 30km/h. Se todo mundo andasse nos limites o transito seria ainda pior.
    Todas as empresas q instalam radar q eu conheço tem envolvimento com corrupção.

  151. òtimo vídeo. Ele é uma trollagem naqueles que pensavam que existia um jeito de burlar radar.

    Curioso como esse negócio de burlar radar, burlar contas públicas, burlar a legislação com medidas provisórias, burlar aquele jogo online com programas maliciosos, burlar a fila do ônibus, burlar as regras da empresa que trabalhamos usando energia elétrica, telefone e gasolina para interesse próprio, está enraizado na nossa cultura.

    Se não burlamos, temos um sentimento de ser “trouxa”, que estamos sendo passados para trás, afinal de contas, nenhum carro respeita o sinal, eu também não respeitarei, sob pena de ser considerado um “trouxa”. Eu tenho curiosidade em saber se algum antropologista já observou em nossa cultura esses comportamentos. Volta e meia pesquiso na internet e nunca encontrei nada de confiável.

    Vídeo legal, temos que respeitar a lei, mesmo que algo dentro de você diga que não tem ninguém olhando.

  152. Dizer que não existe uma indústria (ou máfia, prefriro frisar), de multas é ser, no mínimo, ingênuo demais. Fiquei surpreso ver isso justo no canal do Otário, que é tão inteligente.

  153. Dizer que não existe uma indústria (ou máfia, prefiro frisar), de multas é ser, no mínimo, ingênuo demais. Fiquei surpreso ver isso justo no canal do Otário, que é tão inteligente.

  154. JÁ QUE É CANAL DO OTÁRIO……………….

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar