Brunny, a deputada comilona

Share Button
Post atualizado em 24/09/2015 com a nota oficial emitida pelo gabinete da parlamentar

Você sabe quem é Bruniele Ferreira da Silva? Não?!

- Eu também não tinha a menor ideia.

E a deputada federal Brunny? Conhece?!

Pois é. Bruniele Ferreira da Silva, mais conhecida como Brunny, ficou famosinha depois de dançar o quadradinho de 8 em uma festa quando já estava exercendo seu mandato na Câmara Federal. Graças ao episódio, ela passou a ser conhecida com a Deputada do Funk.

Mas não é a música ruim e nem a dancinha ridícula que me fez escrever este texto.

A deputada parece agir incorretamente quando o assunto é alimentação paga com dinheiro público.

Apenas para relembrar: Os nobres parlamentares podem bancar suas refeições com o nosso rico dinheirinho, porém, apenas as suas próprias despesas. Isso quer dizer que o parlamentar não pode pagar refeições a terceiros e também não pode pagar bebidas alcoólicas com o dinheiro público.

Mas será que a parlamentar funkeira sabe disso?

Se depender do histórico de seus gastos, tudo leva a crer que a loira funkeira desconhece as regras.

Restaurante Ascade

Localizado numa região nobre de Brasília, o restaurante faz parte do Clube dos Servidores da Câmara dos Deputados.

Para almoçar neste restaurante não é exigido ser sócio e o valor da refeição é bem atrativo. Para sócios do clube, a refeição custa R$ 29,15 o quilo e para quem não é sócio, o valor é de R$ 37,29, pela mesma quantidade de comida.

Considerando a consumação de bebidas não alcóolicas (dois sucos ou dois refrigerantes) somada aos 10% do garçom, o valor pago por uma mulher não sócia do clube não deve ultrapassar R$ 40,00, em média (500gr. de comida aproximadamente).

Porém, a parlamentar vem nos fazendo pagar por despesas que fogem à esta realidade, chegando inclusive a ser ressarcida, em uma única refeição, em valor quatro vezes maior que esta média.

ASCADE172
Observe bem o valor unitário descriminado na nota (R$ 37,29). O que será que nós pagamos que custou R$ 135,50?

Mas não são apenas gastos elevados que a moça nos obriga a pagar.

Em março, no dia 17 (fato idêntico ao ocorrido em fevereiro), fomos também obrigados a pagar por refeições a terceiros. Nos cupons fiscais abaixo é possível verificar a consumação de quatro refeições no restaurante localizado na própria Câmara dos Deputados, todas no mesmo dia e horário.

Quer mais?

O Coco Bambu é um restaurante, também situado no Lago Sul, área nobre de Brasília. O forte da casa são os frutos do mar. São servidos pratos que custam em torno de 100,00 e que servem até três pessoas.

No entanto, a jovem moça nos fez pagar uma conta de 215,00.

coco
A Câmara Federal não considerou a taxa de serviço cobrada pelo estabelecimento (R$ 21,50) para fins de ressarcimento (Pelo menos isso, né?!).

A nobre representante do povo já utilizou, desde o início de seu mandato, o valor de R$ 5.857,93 do nosso dinheiro apenas com alimentação.

Estas são as despesas encontradas pela OPS e que aparentemente foram ressarcidas indevidamente:

O valor médio da refeição refere-se ao valor médio cobrado pelo restaurante, incluindo bebidas não alcoólicas e 10% do garçom.

Nº NF ESTABELECIMENTO LINK VL. DA NOTA VL.RESSARCIDO VL.MÉDIO DA REFEIÇÃO VL. EXCEDENTE
69915 COCO BAMBU (à la carte - valor médio R$ 100,00) LINK 236,50 215,00 100,00 115,00
10129 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 140,93 140,93 40,00 100,93
10141 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 135,05 135,05 40,00 95,05
10139 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 89,79 89,79 40,00 49,79
10144 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 70,52 70,52 40,00 30,52
10149 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 172,79 172,79 40,00 132,79
10203 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 152,59 152,59 40,00 112,59
10202 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 119,36 119,36 40,00 79,36
10150 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 67,61 67,61 40,00 27,61
10146 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 53,26 53,26 40,00 13,26
10208 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 90,11 90,11 40,00 50,11
10211 ASCADE (a quilo - R$ 37,29 o quilo) LINK 73,72 73,72 40,00 33,72
81372 BIER FASS (à la carte - valor médio R$ 120,00) LINK 184,21 184,21 120,00 64,21
81371 BIER FASS (à la carte - valor médio R$ 120,00) LINK 167,80 167,80 120,00 47,80
82430 BIER FASS (à la carte - valor médio R$ 120,00) LINK 138,22 138,22 120,00 18,22
41605 EMPÓRIO Sto.ANTÔNIO (a quilo - R$ 54,90 o quilo) LINK 181,64 181,64 80,00 101,64
41846 EMPÓRIO Sto.ANTÔNIO (a quilo - R$ 54,90 o quilo) LINK 142,12 142,12 80,00 62,12
NOTAS DE DESPESAS EMITIDAS NO MESMO DIA E HORÁRIO E QUE SUGEREM DESPESAS DE TERCEIROS
30019 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,63 50,63 50,13 151,39
30020 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,13 50,13
30021 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,13 50,13
30022 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,63 50,63
128026 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,13 50,13 50,13 151,39
128027 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,63 50,63
128028 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,63 50,63
128029 SENAC - CÂMARA DOS DEPUTADOS LINK 50,13 50,13
          TOTAL EXCEDENTE              1.437,50

Somando todas as despesas previstas na CEAP e devidamente reembolsadas à jovem funkeira, a sociedade brasileira já gastou R$ 209,825,56 de fevereiro a agosto deste ano apenas com a maldita Verba Indenizatória (CEAP), ou seja, não estou somando aqui o salário de R$ 33 mil, a verba de gabinete, as horas extras, a assistência médica e odontológica, etc.

Muitos me perguntam o motivo da Câmara Federal ainda aceitar ressarcir parlamentares por despesas que nitidamente infringem as regras do uso do dinheiro público com a Verba Indenizatório (CEAP). As respostas mais razoáveis poderiam ser:

  • "por incompetência";
  • "por incapacidade";
  • por conveniência"
  • ou "por falta de estrutura e metodologia de trabalho".

Eu, particularmente, prefiro pensar que é a última opção, visto que, por mês, são apresentadas por parlamentares cerca de quinze mil notas fiscais para fins de reembolso. A Câmara Federal não possui estrutura para verificar a existência de indícios de mau uso do dinheiro público em todas essas notas fiscais, pois trata-se de um trabalho complexo e que demanda muito tempo.

Como consequência disso, a alimentação do parlamentar que é paga com dinheiro público, muitas vezes desemboca na mais escancarada Farra com o dinheiro público. Muitos dos senhores de paletó e gravata (e senhoras de bolsa cara) não se importam em usar irresponsavelmente o dinheiro que não é deles. Não há escrúpulos e muito menos respeito ao usar o dinheiro público por aqueles que se fartam de comida cara para si e seus amigos.

A OPS vem publicando casos como este ao longo dos meses, tanto aqui no Canal do Otário quanto no Youtube. E como é prática da Operação Política Supervisionada, convido você a participar de uma "emailzasso" exigindo da deputada, esclarecimentos.

Se preferir, anexe a imagem abaixo em sua mensagem e utilize o seguinte texto:

Para: dep.brunny@camara.leg.br ou
https://www.facebook.com/deputadabrunny

Exma. Deputada Federal Brunny.

Na qualidade de cidadão brasileiro e pagador de impostos (um dos mais elevados do mundo), peço que me esclareça o motivo de V.Exa. ter apresentado, para fins de ressarcimento via CEAP, notas e cupons fiscais em valores elevados (que não concordam com o praticado pelos estabelecimentos) e até mesmo despesas com quatro refeições no mesmo dia e horário para os gastos com vossa alimentação, fatos estes vetados pelo Ato da Mesa 43/2009.

Aguardo sua pronta resposta.

Atenciosamente,

TABELA

Assista ao vídeo abaixo para saber mais detalhes da Loira Parlamentar do Funk

Nota Oficial - Atualizado em 24/09/2015

A seguir, a nota oficial emitida pelo gabinete da parlamentar Bruniele Ferreira da Silva (Brunny) contendo esclarecimentos sobre gastos com a alimentação:

“A assessoria da Deputada Brunny vem mui respeitosamente junto a este importante veículo de comunicação nacional, assumir toda e qualquer irregularidade contida na apresentação de Notas Fiscais para fins de ressarcimento junto à Câmara dos Deputados, bem como isentar a Deputada Brunny de qualquer responsabilidade na apresentação de notas de alimentação junto à Câmara dos Deputados.”

Escrito por Lúcio Big

patreon-lucio-big
Doe para a OPS, clique aqui

AVISO AOS 'J'ÊNIOS DE PLANTÃO
As opiniões expressas pelos autores e leitores são de inteira responsabilidade dos mesmos e não refletem, necessariamente, a opinião do Canal do Otário.

14 comentários

  1. Eu culpo tambem quem votou nessa tranqueira, infelizmente ela não é a unica, o povo precisa se unir contra este tipo de mordomias que não tem o menor cabimento, outra imoralidade é a pensão vitalicia das filhas dos oficiais das forças armadas, onde já se viu, sustentarmos tantos vagabundos, pagamos salários de mais de R$13.000.00 a filhas de oficiais que não produzem nada para o País, isto tbem precisa acabar, tó com saco cheio de sustentar vagabundo.

  2. Otário, obrigado por compartilhar esse tipo de absurdo. Usei meu email pessoal e o email da minha loja para replicar seu texto e suas fotos para o email da deputada em questão. Mandei mensagem pelo Facebook dela também, via mensagem privada.

    Veremos se terei alguma resposta.

  3. Ela está deletando as mensagens nos post do Facebook dela.

  4. Poderia pagar em vale xereca, eu não me importava

  5. Divulguem isso ae, galera do site mando muito bem.

    A vantagem é que ela é burra e por enquanto os flagrantes são mínimos, cuidado que se esse traveco resolver roubar mesmo mais ser phoda!

  6. Enviei e-mail e postei no facebook….vamos compartilhar

  7. Lúcio Big e Otário, sempre gostei muito deste site e hoje decidi fazer um pouco mais além de apenas ler e assistir aos videos do site. Quero saber onde posso encontrar mais informações sobre o que os “nobres” deputados podem pagar com esta verba, pois vou começar a investigar os deputados do meu estado (Maranhão). E de cara vi logo algo suspeito. Um deputado pode alugar dois carros durante 30 dias seguidos? Gastando um total de R$ 10.000,00!!! O link da nota é este: http://www.camara.gov.br/cota-parlamentar/documentos/publ/3020/2015/5782415.pdf

  8. Mandei o email pra deputada, dai já veio a resposta:

    Boa tarde

    Ontem, dia 23 de Setembro, fui surpreendida com diversos e-mails e postagens na internet referentes a algumas notas fiscais, a mim ressarcidas, a título de fornecimento de alimentação do parlamentar.

    Ao tomar conhecimento do fato questionei de imediato minha assessoria e revelo que me surpreendi, pois realmente são valores que não condizem com a alimentação exclusiva de uma única pessoa. Diante do fato, investiguei junto à equipe o que poderia ter acontecido e detectamos o problema: Um funcionário, erroneamente, lançou no sistema notas que deveriam ser apenas guardadas a título de controle de gastos.

    Lamento profundamente a falta de atenção de minha assessoria. Reitero o desconhecimento do fato, pois é atribuição e inteira responsabilidade de funcionários a fiscalização das notas. Faço questão de reembolsar integralmente os cofres públicos, mostrando à sociedade total compromisso com a lisura, integridade e transparência do meu trabalho. Estou tomando todas as providências junto à Câmara dos Deputados para que seja emitida uma Guia de Recolhimento à União (GRU) para o devido reembolso.

    Informo ainda que solicitei uma reanálise de todas as notas já apresentadas desde o início de meu mandato, a fim de verificar outros possíveis equívocos.

    Por fim, ressalto a importância do Blog do Sr. Lucio Big, canal este que vem prestando um importante trabalho de conscientização e relevância social, questionando e cobrando dos nossos representantes políticos a satisfação necessária à população, contribuindo assim para diminuir a corrupção.

    Desde já, quero me desculpar com toda a população brasileira e deixar claro que sou contra qualquer recebimento indevido.

    Segue abaixo nota da minha assessoria:

    “A assessoria da Deputada Brunny vem mui respeitosamente junto a este importante veículo de comunicação nacional,assumir toda e qualquer irregularidade contida na apresentação de Notas Fiscais para fins de ressarcimento junto à Câmara dos Deputados, bem como isentar a Deputada Brunny de qualquer responsabilidade na apresentação de notas de alimentação junto à Câmara dos Deputados.”

    Atenciosamente,

    Brunny.

  9. Li a resposta ref email de Dheison Pessoa; a referida parlamentar é de minha cidade, e soh tenho um comentario: me engana que eu gosto….como sempre, a culpa é do indio…rsrsrsrsrsr D Periguete, a sra tah precisando é de um tanque cheio de roupinhas p lavar…vai se catar minha sra…

  10. a mesma me respondeu o email com a mesma resposta que deu pra todos ta achando que somos otários o Brasil viu só da politico ladrão e carra de pau

  11. Otários, acho que encontrei um caminho melhor para reclamar, a ouvidoria parlamentar, aqui está o link: http://www2.camara.leg.br/a-camara/ouvidoria/Participe/fale-com-a-ouvidoria . Acessem deixem suas mensagens em caráter de denúncia. Acredito que a ouvidoria vai obrigá-la a fazer o ressarcimento. E você vai ganhar um código de protocolo pra poder acompanhar o andamento da denúncia, o meu ficou sendo 027B103413833 .
    Vamos encher a ouvidoria com essa denúncia!

  12. Prezados,

    Por favor não me interpretem mal. Mas gostaria de tirar algumas dúvidas. Li a nota de esclarecimento da FDPutada Brunny e me pergunto: e daí? O valor será ressarcido? Teremos provas disto? Como podemos nos certificar disso? Se cobramos uma posição dela por e-mail e ela não se posiciona o que acontece? Perdoem minha ignorância, mas realmente não sei como essa coisa funciona e a maioria dos brasileiros também não.

  13. Lúcio Big, mais uma vez, trabalhando para o povo. Como uma ideia de deixar ainda melhor seu exemplo de cidadania, deveríamos criar um abaixo assinado, um engajamento para os donos de estabelecimentos, que são tão corruptos quanto. Pq os donos e colaboradores dos restaurantes também tem sua parcela de culpa ou não?

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar