1994 vs 2015: 100 reais

Share Button

O que fizeram com o meu dinheiro?

De acordo com o IBGE, a inflação medida pelo IPCA fechou o ano de 2014 em 6,41%. Lembrando que a meta da inflação para aquele ano era de 4,5% (e o teto era de 6,5%). Nem precisa dizer que este valor só não extrapolou este teto devido a muita manipulação artificial de preços, como: gasolina, eletricidade, água, transporte público, etc... caso contrário, estes valores já estariam acima dos 6,5% há muito tempo!

A inflação está corroendo o poder aquisitivo dos brasileiros, os quais precisam, basicamente, fazer mágica para conseguir sobreviver. Para você ter uma ideia, até mesmo no setor de alimentos, que costuma ser menos sensível as variações de capacidades de compra, já estão sentindo os impactos da inflação.

E, para piorar, a expectativa para 2015 não é nada animadora. De acordo com ata da última da reunião do Copom, a inflação continuará aumentando este ano:

… o Comitê não descarta a ocorrência de cenário que contempla elevação da inflação no curto prazo, e antecipa que a inflação tende a permanecer elevada em 2015...”.

Em português bem claro, isto significa o seguinte: Fodeu! Se segura, pois a coisa vai ficar feia!

Histórico

Analisando a evolução dos preços de alguns alimentos básicos entre julho/1994 (início do Plano Real) e dez/2014, podemos observar que os preços dos produtos tiveram aumentos muito acima da inflação oficial, neste mesmo período (que foi de aproximadamente de 345% para o IPCA).

No gráfico a seguir, podemos observar a variação do IPCA (linha vermelha) em comparação com outros alimentos básicos, como: pão francês, carne bovina, arroz, feijão e outros.

Se compararmos o preço da carne bovina (em kg), a variação foi de mais de 600%. Já a farinha de mandioca, subiu mais de 650%, e o nosso pãozinho francês de cada dia, subiu mais de 700%! #NumFodePorra

Veja a seguir alguns exemplos de histórico de preços de alguns produtos (fonte: IEA):

  • Carne bovina
  • Pão francês
  • Leite (tipo B)
  • Ovo
  • Arroz
  • Feijão

100 reais (1994 vs 2015)

O que será que era possível comprar com R$100 em 1994 e o que será que estes mesmos R$100 comprariam hoje (2015)?

tabela_comidas

Se ficou difícil de visualizar essa diferença, nas imagens a seguir será possível ter uma ideia melhor desta dimensão.

2015-alimentos

Mas antes de continuar, prepare-se! Pois faltou espaço na tela para colocar a quantidade de todos os produtos que era possível comprar com 100 reais em 1994.

1994-alimentos

E aí?! Será que a inflação REAL (aquela que nós realmente sentimos no bolso) não é muito maior que a divulgada pelo governo (através do IPCA)?!

Aos malandrões que estão querendo justificar a corrosão do nosso dinheiro, pela inflação, através do salário mínimo, lamento informá-los, mas salário mínimo não significa PORRA NENHUMA! Quer comparar com alguma coisa? Que tal comparar com o salário médio do brasileiro entre os dois períodos? Aí os "J"ênios não querem, né?! Mas, independentemente de qualquer coisa, a crítica neste artigo é bem clara e direta, e está relacionada ao IPCA, que é o índice oficial da inflação do governo. Só que o IPCA (que variou 350% no período) não explica as diferenças que chegam a mais de 700% no valor do pãozinho francês. Aliás, parece que o governo conseguiu impregnar na cabeça dessa gente a cultura do salário mínimo. Só que o salário mínimo aumentou, mas o seu salário continua o mesmo! Acorda, porra!

- Bú!

Abraços,

Otário Anonymous

banner-assine

327 comentários

  1. Otário se vendeu mesmo…tsc…tsc…
    Bem tucanalha esta matéria viu ¬¬ era mais barato pq era o começo do plano furado chamado real (criado só para os liberais ganharem dinheiro) com o mercado estrangeiro crescendo, o dolar dominando a economia é claro que tudo ia ficar mais caro. A culpa é do FHC sim e dos estados unidos que impedem os países de terem liberdade.

  2. E ainda tem gente que fala bem da Dilma e defende ela …

  3. Esse raciocínio não está certo. Em 1994 o salário mínimo era 70 reais, ou seja você está calculando o que era comprado com 1,5 (pra arredondar) do salário da época. Hoje com 1,5 salário minimo de hoje (1,5X788,00=1118,00) da pra comprar bem mais do que você disse. Não estou negando a inflação alta, mas devemos usar a lógica correta. Abraços

    • Qual lógica correta? O salário mínimo aumentou, mas isso não quer dizer que TODOS os salários aumentaram na mesma proporção. Melhore o SEU raciocínio, amigo.

    • Dá mesmo? Já pegou um cupom fiscal e olhou os tributos pagos no final dele? Passa dos 40%.

    • Campeão, salário mínimo não significa absolutamente nada. Se tivesse lido o post, teria percebido que a crítica está relacionada ao IPCA, que é o índice oficial do governo. Porém, o IPCA não explica essa diferença.

  4. triste hein. Pelo menos o Site tá cada dia mais valorizado http://valordosite.com.br/canaldootario.com.br

  5. Extremista do PT [detected]…….chega de tanto bla bla blá……..e comparações………é lógico que com o passar do tempo os preços mudam……mas nem tanto né…..

  6. Só não entendi o motivo da comparação uma vez que o atual valor do salário mínimo não foi levado em consideração.
    Antes de criticarem, não sou a favor desse governo fdp.

  7. Caraca, ou trabalhava em banco ou com investimento, que beleza de gráfico em super organizado …. Parabéns.
    O pão nunca esteve tão caro.

  8. M-mas em 1994 o salario era 64 reais, então você precisaria de mais ou menos um salario minimo e meio pra comprar isso ai, enquanto com o salario atual você gasta menos de 1/7 dele. A comparação é burra se você levar isso em consideração :(

  9. Então o salário mínimo aumentou muito, mas sofre por causa da inflação? Seria um aumento artificial em alguns casos?

  10. Mas vc tem que levar em conta também o salário da época e a renda média para poder fazer a devida comparação, não acha?

    • Não. Pois pois o índice de inflação é calculado pelo IPCA e não pelo salário mínimo que, aliás, é um valor arbitrado pelo governo.

  11. porque não faz o comparativo com produtos mais baratos que existem. Pois nao sei que leite é esse que paga 20 reais em 6 litros.

    • No post tem o link para a fonte dos preços: IEA (Instituto de Economia Agrícola). É impressionante, as pessoas não se dão sequer ao trabalho de ler ;-)

  12. Otário, acompanho seu trabalho a algum tempo já, sempre compartilhei de várias opiniões com você, porém essa sua matéria comparando 1994 com 2015, não fez muito sentido, pois em 1994 o salário mínimo era de R$ 64,79, se fizermos uma conta rápida em 1994 com o salário mínimo conseguiríamos comprar aproximadamente 54 kg de pão francês, e hoje em dia com o salário mínimo em R$ 788,00 e o atual preço do pão francês, conseguimos comprar aproximadamente 81 kg, o poder de compra o brasileiro aumentou e não diminuiu.

    • Comparar com salário mínimo é que não faz o menor sentido, afinal, este é um valor arbitrado pelo governo.

      A inflação é calculada pelo IPC-A e não pelo salário mínimo.

      Se a inflação do país estivesse controlada, como o governo diz estar, o preço do pão francês teria subido cerca de 300% e não 700%! ;-)

  13. Uma pergunta: R$ 100,00 em 94 correspondia a que percentual do salário mínimo?

    Eu mesmo respondo: Segundo o site http://www.guiatrabalhista.com.br, o valor do salário mínimo em 01.03.1994 era de R$64,79 . Sendo assim, R$100,00 equivalaia a 154,34% do salário mínimo.

    E hoje? Com o salário mínimo a R$788,00, R$100,00 equivalem a 12,69% do salário mínimo.

    O que significa, se eu não estiver errado, que em termos de salário mínimo, R$ 100,00 de 94 equivaleriam a R$ 1.213,52 hoje.

    Da pra comprar :

    5kg de carne a R$20,00 = R$100,00

    16kg de pão frances a R$8,00 = R$128,00

    30 lts de leite a R$3,33 = R$100,00

    30 kg de arroz a R$2,85 = R$ 85,71

    15 kg de feijão a R$5,00 = R$ 75,00

    total = R$488,71. – R$ 1213,52 = sobram R$724,81.

    Calculei errado?

  14. Sei que o salario que recebemos 2015 é muito pouco, já vi em pesquisas que a renda para pagar todas a despesas (comida, educação, moradia, saúde, lazer e entre outros) o trabalhador deveria receber hoje é no minimo R$ 2500,00. Mas em 1994 a situação era pior.

    Fazendo o calculo da feirinha dessa postagem:
    1994 (96KG = R$ 100,00) 100 reais equivale a 142% em relação ao salario de 1994 (R$ 70,00).

    2015 (96KG = R$ 480,00) 480 reais equivale a 60,91% em relação ao salario de 2015 (R$ 788,00).

  15. Analisando os gráficos pré 2002 e pós 2002 fica a pergunta, quem segurava a inflação para a população mais pobre, que sempre é a mais afetada por seu aumento, PT ou PSDB?

  16. Que bosta, hein? Meio Superficial demais. Não acha?

  17. Otário ta cagando no pau, foi a mesma lógica postada pela pagina do PSDB, postava imagens comparando valores d 94 e de 2014.
    Nunca comparavam o salário minimo do mesmo período. E o povo sendo alucinado pelo PT e PSDB.

    R$ 70,00 em 94 22kg de carne
    R$ 724,00 em 2014 35kg de carne

    Então não f*** p****!
    Otário ta pouco imparcial, se tem alguma coisa +ou- útil que o PT fez, foi melhorar um pouquinho só o poder de compra. Agora no resto, fez só merda mesmo…

    • Cara, eu acho q nao eh bem uma imparcialidade, houve de fato uma perda de valor da moeda, eu enxergo hoje em uma moeda de 1,00 como enxergava 0,10.. Estava comentando com o frentista essa semana que quando comecei a dirigir (1996/97) eu nao gastava 40,00 pra encher o tanque do carro.. nessa epoca, eu lembro de abastecer 3,00 no carro pra fazer um passeio curto tranquilo.. hoje eu coloco 30 pra fazer esse mesmo passeio.

      Ou seja, o real vale menos.

      Sou do tempo em que os planos da fazenda consistiam em cortar zeros para economizar a emissao de cedulas, bastava um carimbo e tava tudo certo, estamos caminhando pra isso..

  18. Essa comparação ta errada. O certo seria comparar o salario minimo de 94 com o de 2015.

  19. Realmente dá pra comprar bem menos hoje em dia com 100 reais, mas não lembro de ser tão fácil conseguir 100 reais naquela época. Acho que seria melhor explicado se fizesse o comparativo do quanto dava de comprar com o salário mínimo de 1994 e o quanto dá de comprar com o salário mínimo de 2014. Agradeço se puder fazer esse comparativo

  20. otário vacilou nesta noticia :(

  21. Me corrijam se eu estiver errado, mas em 94 o salário mínimo era R$70,00 enquanto hj é mais de R$700,00, fazendo então uma regra de três, podemos concluir que o salário mínimo de 94 comprava na época cerca de 67Kg. Enquanto Hj, podemos comprar cerca de 140 Kg usando o o Salário mínimo de 2015.

    Analisando esses dados, é fácil concluir que houve uma evolução no poder de compra da população, ao invés da “Regressão” que esta publicação deixa nas entrelinhas..

    • Mas em 94 era outra moeda cara…

    • Boa, Giusepe! Sempre achei muito interessante o Canal do Otário, mas pisaram na bola dessa vez. Ou querem difamar o governo, ou estão mal informados.

      • Olá Patrick, acredito que não é preciso nenhum site postar nada sobre o governo para difamá-lo, os acontecidos no nosso país já falam por si só.

        O que o Giusepe falou faz sentido, o pode de compra do brasileiro deve ter aumentado mesmo, mas o que a reportagem disse é outra coisa. Vejam bem:

        A ideia do Otário foi retratar que o índice “IPCA” passado pra nós, não condiz com o que está acontecendo com o país (os preços, na verdade estão mais altos que deveriam)

    • O problema do salário mínimo é que ele aumentou o desemprego. São poucos os empresários hoje dispostos a treinar funcionários sem experiência, eles preferem contratar quem já tem experiência ou não contratar mais, aumentando assim o trabalho de seus empregados que trabalham muito mais para ganhar um pouco a mais do que antes. E, com a crise que se instalou devido a inflação, muitos perderam o emprego. A inflação é como um monstro, que quando cresce muito se torna incontrolável e ferra com toda a economia. Não é apenas os impostos que aumentam a inflação, mas também o dinheiro que o banco central faz para pagar a dívida pública.Quanto mais dinheiro em circulação, menos valor ele tem.

    • Campeão, salário mínimo não significa absolutamente nada .

      Se tivesse lido o post, teria percebido que a crítica está relacionada ao IPCA, que é o índice oficial do governo para medir a inflação. Porém, infelizmente, o IPCA não explica essa diferença ;-)

      • você se deu mal agora kkkkkk

      • OtarioAnonymous … #NumFodePorra

        No começo do post você até fala do IPCA… Mas no fim quer fazer uma compaçãozinha nível de fanpage lixo do facebook faz “Ain, antes dava para comprar tudo isso, agora só isso” … É, dava, mas quem tinha 100 reais facil assim em 94?… O poder de compra aumentou, os preços aumentaram #NumFodePorra… agora vem falar que salário mínimo não significa absolutamente nada… aiai

        • Poder de compra ou poder de putaria, antigamente, as pessoa dava valor para o nome na praça, por isso que tinha lojas que fazia a venda no carne, agora todo mundo liga o f*** e suja o nome, estoura o cartão de crédito. Salario não significa nada mesmo, já que é tanto imposto e frescura no governo que sempre será proporcional o aumento do salario e inflação.

      • OtarioAnonymous … #NumFodePorra²
        Está certa a sua crítica à inflação mascarada. Mas não significa que o camarada não possa criticar a sua comparação com o poder de compra usando o salário mínimo. E Que foi uma crítica muito coerente por sinal.

        • Não, não foi nada coerente…
          Coerente teria sido se tivesse comparado com o salário médio do brasileiro entre os dois períodos, e não com um valor totalmente arbitrado pelo governo que é o salário mínimo (o qual repito, mais uma vez, não significa nada!).

      • Se o salario minimo segnifica “absolutamente nada” pq o governo não joga ele pra 2000 reais? Ele ficaria bem na fita para a galera q acha o contrario e pra pessoas q concordam com vc não faria diferença nenhuma.

        • Não significa nada, só aumenta a informalidade e o desemprego. O custo da mão de obra no Brasil é alta e a qualidade é baixa. Se o funcionário não valer o que custa, a empresa manda embora ou deixa de contratar.

    • Soh vc n percebe q o salario minimo da época era o dobro ou ateh mais do q está falando e eh simples compare pela regra dos 100 reais mesmo mais n 20 anos soh 10 é Vera oq se compra eh ridícula essa inflacao mascarada às coisas arrebentam no preço depois Caen após Junho mascarando essa inflação. Nesse país de ladroes

    • Cara, eu também fiz a mesma conta e cheguei a mesma conclusão que vocês, já ia postar isso.
      Obrigado!

      • A questão não é o salário minimo e o poder aquisitivo que ele traz, a questão é de como a nossa moeda valia antes e, comparação de como ela vale hoje, ela perdeu o valor e pra não deixar o povo todo na merda eles aumentaram o salario

    • Sim o salário minimo em 94 era 70 reais e em 95 passou a ser 100 reais. Levando em consideração o salário minimo de 95 e os preços da época com os de 2015, atuais, ainda o poder de compra hoje é melhor. Por exemplo, comprando 5Kg de carne em 95, se gastava 20 reais, sobrando apenas 80 reais (ou 80%) do salário. Hoje comprando 5Kg de carne se gasta 100 reais, sobrando 688 reais (ou 87,25%) do salário.

      • 5kg de carne R$100,00?
        Essa média está errada (pelo menos eu acho), onde vivo o kg de carne não sai por menos de R$24,00…

      • posso ate ta falando alguma bobagem mas lembro em 97 eu tinha 13 anos trabalhei em uma loja de tecidos meu primeiro emprego ganhava 1 salario mais comissão que fazia fácil 1 salario por semana chegando ate 5 por mes vendendo tecido infelizmente n fiquei muito tempo, porem hj em dia a msm loja que trabalhei ainda esta aberta pagando hj apenas comissão q chega 1 salario dois no máximo isso devido a encargos impostos altos. quero dizer que se n fosse os roubos dos governantes deste pais e esses impostos astronomicos os empregadores teriam como repassar os lucros das empresas de forma mais digna para seus funcionários

    • Nossa quando bati o olho nas comparações pensei a mesma coisa. Tá uma roubalheira do caramba, e espero que sejam todos punidos e se for pra tirar do poder os políticos que saiam todos os envolvidos, do cargo mais alto de Presidente até onde for necessário.

    • Você esta absolutamente certo Giusepe, óbvio que os preços aumentaram, porém o salário minimo aumentou ainda mais, aumentando o poder de compra da população. A inflação esta sim sendo mascarada, mas o poder de compra aumentou, e não diminuiu como o Otário tentou fazer parecer.

      • o problema “cumpanheiro” rsrs é que o salario minimo somente esse ano subiu 8,8 % e os alimentos subiram quantos ? me explique ! somente a energia subiu 40% de uma vez só fora gasolina etc etc…

    • Perfeita observação camarada.

    • Simples de ver que o cara não está falando de salário minimo e sim de inflação que está um absurdo mesmo, não acompanha nunca os dados passados pelos governantes.

    • Canal do otario , tem Imbecis do governo infiltrados, falando merda, feito este quadrúpede chamado Giusepe.

    • Bom Giusepe, já que você pediu…

      Não é possível fazer regra de 3 pois a função razão entre salário mínimo e poder de compra foi provada linear (e euristicamente não é, basta ver os dados). Parece imediato fazer regra de 3 mas isto é um erro matemática gravíssimo.

      Inclusive é questão de alguns vestibulares normalmente quando relacionada a funções polinomiais, como proporção dimensional, ou exponencial. Vale a pena dar uma olhada nesse trecho explicando sobre proporção dimensional:

      Na economia entretanto a relação do comportamento de grandezas em função do tempo pode ser bastante complexa e há áreas de estudos realmente necessárias para ter um entendimento razoável desses comportamentos, como a estatística, a física, simulações computacionais, análise numérica, os processos estocásticos e os sistemas complexos (só para citar algumas das quais sei alguma coisa). Um modelo simples para começar a trabalhar com esse tipo de cenário é o modelo de Langevin (), talvez valha a pena dar uma olhada.

      Através de uma regressão linear simples () é claro que o post do Otário não está errado ou mal intencionado. Com conhecimentos básicos de matemática e programação de computadores é possível realizar você mesmo essa operação (ou talvez encontrar algum aplicativo para fazer isso), de tal maneira que talvez interesse uma leitura sobre o método dos mínimos quadrados. (). Realmente encorajo a qualquer fazer o experimento mesmo sem ter experiência, e para tal recomendo ferramentas como R () e Python ().

      Segundo os dados divulgados e referenciados no post, podemos observar que a inflação além de ser maior do que a divulgada, possui sua derivada no tempo preocupantemente diferente. Sendo _bastante_ conservador eu diria que a função de inflação real é aproximadamente quadrática, mas isso pode desconsiderar porque é mero palpite meu.

      • ERRATA: ler “não foi provada linear”. pulei letras –‘

      • você é doente, não falou nada que faça sentido!

        • É de humanas, Champz?!
          O que o Victor disse faz todo sentido! Quem estuda ou trabalha na área de exatas, sabe que é complicado mexer com esses cálculos. Pessoal de humanas se liga muito no “vem vamos embora que esperar não é saber” e esquece que o mundo por trás deles é feito de números e cálculos…

  22. Apenas para enriqueçer o post em 1994 o Salário mínimo chegou a ser 70 R$, 100 reais equivalia a 143% do salário da época, fazendo uma converção “burra” por regra de 3, 96Kg dos alimentos listados seria pago, hoje, com ~480R$ equivalente a 60% do salário mínimo atual.

  23. É, Otário, também não creio nesta % de inflação declarada pelo governo, mas isto não é medida para calcularmos.

    O salário mínimo em JUL de 1994 era de R$64,79 e hoje é de R$788,00.

    Usando o preço da carne, para comparar: Com o salário da época eu comprava 16 KG de carne e hoje compro 39 kg.

    Por óbvio que temos milhares de outros fatores na sociedade para esta base de cálculo ser precisa. Energia, outros alimentos, roupas, etc… Logo, apesar de não gostar da inflação e nem deste governo, isto, por si só, não me parece uma grande prova das coisas terem piorado.

    O que eu acredito é que, no montante, nosso custo de vida aumentou.

    Sustentar estes 39 ministérios, salários de juízes e bolsa escola pros filhos deles, mais bolsas e planos do governo, mais obras para olimpíadas (daqui a pouco, até passagem para mulher de político), e por aí vai… isto é que ta Fu….. como nosso custo de vida.

    • Deve se observar também a produção de carne da época, se produzia menos carne ela tinha preço muito mais valorizado do que hoje.
      E com o aumento da produtividade será que não deveria dar para comprar hj em dia muito mais do que 39 kg.??

    • meus amigos concerteza o salário minimo na época era bem menor que hoje mas me digam quem ganhava apenas um salário em 94 quase ninguem a maioria ganhava pelomenos uns 3 a 4 salarios tenho base por meu pai que trabalhava na epoca como ajudante de obras que em 94 concerteza era mau remunerado e ganhava bem mais que um salario minimo, agora hoje milhares de pessoas recebem apenas 1 salario ou 1 e um pouquinho mais então se voçes largarem um pouco as porcentagens e os numeros verão que a coisa ta feia mesmo, claro que tem muita gente que ganha bem hoje mas comparado com quem ganhava 1 salario em 94 e hoje 2015 pode ter certeza que seria como a comparação que nosso amigo otário fez acima so que invertida em 94 poucas pessoas e 2015 centenas de pessoas
      !!!!

      • kkkk verdade em 94 eu ganhava a media de 180 reais como ajudante de pedreiro (orelha seca) quase 3 salários, em 95 trabalhei como auxiliar de restaurante (garçom) 240 reais ja passou a 2 salários e meio em 97 comecei a trampar como eletricista ai sim lavei a burra, fazia uma media de 1500,00 a 2000,00 reais por mês quase 20 salários, em 99 que o bicho pegou com a desvalorização do real, quebrei, tudo que eu tinha ganho e investido no setor de informatica que estava super aquecido foi pelo ralo, o dólar passou de 1,32 para 2,16, a inflação que estava próximo a 2 % passou a 20 %, panico, muita gente perdeu sua empresa nesta época, o quadro que estamos passando hoje lembra muito esta crise de 99, nesta época me tornei vegetariano na marra, se continuar como esta logo volto a fazer churrasco de cebola com pimentão. ;) rsssrsrsr

  24. Vamos fazer outra conta. Salário mínimo 1994 =R$64,79 dava para comprar 16 Kg de Carne
    Salario mínimo Dezembro de 2014 =R$724,00 Da para comprar 36 Kg de carne.
    Feijão a 1,33 o kg em 1994 salário mínimo da época comprava por volta 48 kg de feijão.
    Hoje, com o salário mínimo atual dá para comprar 144 kg de feijão..
    Portanto, os ganhos salariais nos últimos anos foram expressivos. Embora e inflação também.

  25. Poutz!! O cara tá falando de poder aquisitivo e a galera brigando pra dizer que o salário mínimo subiu?? Não ser se são todos petistas querendo desvirtuar o assunto ou se são todos burros mesmo!! Apersar que na atual situação do Brasil alguém ainda se intitula petista só pode ser um burro mesmo!!

  26. O Giusepe só esquece de uma coisa, ainda deve se analisar que as pessoas além de comprar comida, também tem a necessidade de se vestir, usar energia elétrica, ter agua encanada e se locomover, seja com transporte público ou com o próprio veículo, isso sem esquecer da moradia. Portanto se for analisar o quanto se melhorou, não veremos uma melhora muito grande, mas pouca coisa para mais de 20 anos, enquanto diversos países mudaram muito mais em menos tempo, claro que esses países tem uma economia mais aberta e menos impostos e não essa economia socialista que o Brasil tem hoje, onde existe apenas uma pequena margem de capitalismo.

  27. só que me lembro bem em 1994 poucos trabalhavam pelo salario minimo, hj muitos trabalham, na ha opcao!!

  28. 7kg de arroz por 20 reais? C******, onde vocês moram? aqui eu compro uns 15kg por esse valor. kkkkkkkkkkkkkk

  29. C****** ou nego é muito burro ou se faz de burro!

    O Salário Mínimo não tem nada a ver com o calculo, a questão é quanto valia 100r antes e quanto 100r valem hoje! Não estamos falando de salário mínimo aqui e sim da inflação!

    • Rsrsrs

    • Camarada, permita eu discordar de você. A questão é que a maioria das pessoas, seja por não entender o que de fato causa a inflação, seja por entender somente a “linguagem” do salário mínimo, tem dificuldade de ver toda essa questão através dos números.

      O que causou confusão na maioria das pessoas (até em mim), foi no momento da associação dos 100 reais ao o que ele podia comprar antes e o que pode se comprar agora. Automaticamente, a maioria dos usuários aqui lembraram do salário mínimo da época e comparou com o de agora (corrijam-me se estiver enganado).

      Essa confusão é normal, mesmo que não seja a explicação correta para a comparação. O que pode se tirar de conclusão sobre os dados trazidos pelo Otário e pelos outros usuários é:

      – O poder de compra das pessoas diminuiu drasticamente (IPCA acumulado em aprox. 350%);
      – Alguns produtos, porém nem todos, tiveram aumento de preço acima da inflação;
      – Salário mínimo de hoje consegue comprar uma cesta maior de que em 1994 (mesmo que não seja o parâmetro correto para efeito de comparação ao que o artigo presente almeja).

      Conforme alguns falaram, o governo, através de decreto, o governo aumenta os salários, levando em consideração INPC do ano anterior e PIB de 2 anos anteriores, ou seja, o aumento dao salário será em sua grande maioria acima da inflação, gerando um “ganho real”. Porém, este método na verdade causa mais inflação (ficaria longo explicar o porquê disso).

      Justamente pelo fato de o método de aumento do salário mínimo vigente ser desta forma, que a inflação todo ano vai se acumulando, gerando um ciclo de aumento de salário – inflação. A questão é que se a inflação estivesse na meta, nosso “poder de compra” com o atual salário mínimo seria maior. Nossa política econômica é fajuta…

  30. Minha dúvida nem é quanto ao sálario minimo, mas quanto se ganhava?
    Ou seja quanto vocês que estão comparando com o sálario minimo ganhavam em 1994? E quanto ganham hoje?

  31. Já escutaram aquela “os amigos próximos e os inimigos mais próximos ainda”? Pois é, você acha que esses comentários sem fundamentos nenhum são de que tipo de pessoa? #NumFodePorra

  32. Eu só sei dizer uma coisa, em 2001 quando aconteceu os ataques terroristas as torres gêmeas, eu estava construindo a casa que moro hoje em dia, essa casa tem 140m² e a fundação dela é toda de vergalhão 3/8 que custava na época cada vara de 6 metros algo em torno de R$ 6,00 cada uma, um saco de cimento custava em torno do mesmo valor, hoje trabalhando no mesmo lugar que trabalho seria impossível construir uma casa igual, visto que o meu salário atual não acompanhou, isso mostra a perda do poder aquisitivo que tivemos durante todo esse período, eu citei somente o vergalhão e o cimento porque é o que lembro do preço na época, agora procure saber quanto custa um saco de cimento ou uma vara de vergalhão de 3/8 nos dias atuais.

  33. Acho muito interessante as matérias do canal, mas nessa o otarioanonymous fez jus ao nome.

  34. AEheaUheaUhEAU olha a comparação que o cara faz… tem que ser um otario mesmo… Cara comparando um poder de compra com salario minimo de 70 REAIS.. com um de 700 hoje!! PQP voce é burro pa carai!

  35. Depois não sabe porque está morrendo.

  36. O que o Otário quis dizer ficou claro. O que muitos aqui não pararam pra pensar, é que em 20 anos nosso poder de compra de fato aumentou, mas a inflação também aumentou, e muito! O que muita gente não percebeu é que com o crescimento da economia brasileira era para estarmos numa posição MUITO melhor do que a atual. Sair de uma situação horrível (1994) para uma ruim (2014) é a mesma coisa de comparar merda com bosta. Querer comparar salário minimo x poder de compra? Vão aos Estados Unidos e comparem. Lá eles ganham mais e gastam menos do que a gente para ter a mesma bosta de vida que levamos aqui. Se bem a vida ruim lá tá 10 anos luz na frente da nossa.

  37. Está totalmente equivocada essa comparação… Vamos malhar o governo mas com bons argumentos esse foi f…

  38. Sabemos o que 100 reais comprava e compra. AGora, qual a diferença do poder aquisitivo das medias salariais dos anos de 94 e 2015? Pq falar de poder aquisitivo de uma quantia imposta pelo governo é muito conveniente.
    Uma coisa é fato, o governo mascara os dados, assim como fez com balaço da Petrobras.

  39. Sempre acompanho as postagens e videos do site, acho todas excelentes, entendi que o texto mostra o comparativo em relação ao IPCA. Mas a comparação entre os 100 reais de 1994 e 2014 foi uma forçada de barra. São realidade completamente diferentes. No mais aproveito para parabenizar pelo trabalho, sempre mostrando com números e dados a realidade manipulada pelos meios publicitários.

  40. Francamente,não estamos falando de quanto era o salário,mas sim o que dava pra comprar com 100 merreis antigamente

    alguns brasileiros tem mais e que comer o pão que o diabo amassou mesmo

  41. Como as pessoas concordam que a inflação atual é artificial e controlada/criada pelo pelo Gov. e usam como referência o salário mínimo arbitrado pelo mesmo Gov?? Sem se basear na economia de mercado???? Se você acha que essa é uma relação justa, (não precisa ter muito conhecimento só espirito crítico) então você está agindo/pensando conforme o governo realmente quer.

    Se aumentou o poder de Compra como quase todos acima estão dizendo, então cadê o poder com o mesmo tanto de Dinheiro? Colocar mais dinheiro no salário do trabalhador para compensar a inflação só aumenta a própria inflação e reduz o valor de compra da moeda. Eu não vou pesquisar para ter certeza, (pois acho que não vale a pena) mas em 94 o real foi ajustado de forma artificial ao mesmo peso que o dólar. Enquanto no US as taxas de juros são baixíssimas e o poder de compra varia conforme a economia de mercado via de regra, (salvo exceções como uma crise de mercado em escala mundial). No Brasil a economia é super taxada a juros altíssimos… Por que ao invés de colocar o salário mínimo que o Gov. dita, vocês não fazem a conta com a Taxa de Juros que o brasileiro paga aos Bancos?? Porque a verdade, é que você precisa ganhar cada vez mais para manter o padrão de vida. Ninguém vivia bem na época com 1 salário minimo, e muito menos hoje, mesmo ele sendo “muito maior”. Vai olhar a correção na tabela do imposto de renda defasada, depois veja como o Governo ignora o seu poder de compra.

    E ai Otário, o que você acha? tem tanto fio solto, e tanta gente sem crítica básica, que se o Governo faz uma Regra de 3 na propaganda eleitoral, todo mundo já acredita…

    • Exatamente, se a pessoa quiser ter uma vida digna, agradável e saudável, simplesmente não consegue.
      O tão falado poder de compra não significa nada, quando na realidade é um poder de compra do kit sobrevivência do brasileiro.
      Se hoje em dia vc pagar suas contas em dia, comprar roupa, pagar os impostos, se divertir, etc. Se vc fizer tudo isso sem estourar seu nome, vc não compra o que comprava em 1994, simples.
      Pessoal pensa que poder de compra é preço de cesta básica e não é.
      A maioria dos brasileiros hj está com a conta fodida, ou come ou paga o que deve. 20 anos atrás, com salário mínimo de 100 reais dava pra comer, pegar onibus todo dia pro trabalho, se divertir um pouquinho e guardar uns 20 reais no mes, hj em dia o cara faz menos, MUITO MENOS.

  42. Desvalorização da moeda foi oque vi,não salarial.Num f*** c********.

  43. Parece que o Danilo entendeu a matéria. Mas parece que nem todos aqui vivem ativamamente na economia pra entender a inflação que corrói o contribuinte…

  44. O problema é que o salário mínimo aumenta 8,8% mais o salário do “trabalhador” aumenta 5 ou 6% depois de muita briga, pq o dicidio anual não acompanha o salário mínimo? E pq o salário de juízes e políticos não acompanham o aumento do salário mínimo?

  45. Pra quem anda dizendo aí que o poder de compra aumentou, sinto muito, mas pra mim a única coisa que aumentou foi o poder de compra do kit sobrevivência.
    Vá viver, se divertir, adquirir um vestuário adequado, pague as contas e os impostos em dia, cuide adequadamente de sua saúde.
    Faça isso sem estourar o seu nome e refaça as contas pra ver se seu “poder de compra” aumentou.
    Vai é passar fome.

  46. Esqueceram de outro detalhe o trabalhador que ganhava na média R$ 700,00 em sua profissão ganhava 10 salários mínimos em 94, hj em dia o mesmo trabalhador se conseguir tirar R$ 2100,00 levante a mão pro céu e equivale a 3 salários, se lembrarem desse pequeno detalha vcs vão ver que a perda foi muito maior. Tudo isso porque os reajustes salariais não acompanharam o aumento do salario mínimo. Daí tirem suas próprias conclusões!

  47. me lembro que quando tinha 4 anos minha mãe me dava 1 real e eu ficava todo feliz comprava tudo hj um chiclete ta 1 real

  48. Será que é por que há uma diferença de 21 anos? Rssrsrs

  49. Cara, que viagem.
    Pra começar, o IPCA não é composto apenas de alimentação.
    E no próprio gráfico IPCA vs Alimentação, mostra que alguns itens tem aumento menor que o IPCA e outros maiores.
    Fora isso, o valor do dinheiro sempre é dinâmico em relação ao tempo, essa comparação de 100 reais em 94 e 2015 não faz NENHUM sentido.

  50. cara num f*** p**** tá vendo que este governo tá fodendo vocês?

  51. Em 1994 o salário mínimo era R$ 64,00. Então, dividindo o salário pelo preço da carne dava pra comprar 16 quilos. Pegando o salário atual R$ 788,00 e dividir pelo preço da carne, dá pra comprar 39,4 quilos… Então não entendi essa comparação….

  52. Sempre reparei que o salário mínimo aumentou várias vezes mas o preço dos produtos também aumentaram junto, assim sempre achei que esse aumento não fazia muito sentido. Por exemplo se o salário mínimo em 1994 valia R$100,00 = Y. Em 2015 temos que o salário vale uns 7Y, porém muitos produtos tiveram o valor aumentado em um fator parecido. Por exemplo, pelo que vi aqui na internet a latinha de coca custava R$0,50 em 1994, agora ela custa uns 3 reais, ou seja aumentou 6 vezes.

    Seguindo essa lógica consigo imaginar um futuro onde o salário mínimo seja uns 10mil reais e a latinha de coca seja 5mil reais. Alguém consegue explicar esse efeito para mim de maneira simples?

  53. Faltou o gráfico do aumento salarial para podermos comparar…

  54. pera ai também né naquela época o salario minimo era outra coisa

  55. A curva era menor nos tempos de FHC. Btw, troquei o pão por batata doce e leite por ovo há 2 anos.

  56. PENA QUE OS VALORES NÃO POSSUEM UMA REFERÊNCIA CONFIÁVEL
    POR EXEMPLO: CARNE BOVINA QUE CARNE ERA? PESCOÇO, FILÉ – 20 REAIS HOJE

    PENA QUE O SITE É NADA SÉRIO E PODERIA VIR COM CÁLCULOS MAIS REAIS.
    POR EXEMPLO:´CARNE EM 1994=3,02; 2014=20,18 AUMENTO DE 468,21% NÃO 600%
    ELES PROPOSITALMENTE COLOCARAM O VALOR FINAL QUE SERIA 568,21% QUE TAMBÉM NÃO É 600%

    SABEMOS QUE A INFLAÇÃO É MAQUIADA, ASSIM COMO OS VALORES E PERCENTUAIS DESTA PÁGINA.

  57. Mesmo achando a política do PT abominável, estou tentando captar com o máximo de boa vontade possível essa diferença de preços dos últimos 20 anos, e tentar comparar ela com o valor do salário mínimo no mesmo período. Gosto do canal. muito. Mas por gentileza, por que não faz a mesma comparação que costuma fazer quando menciona produtos de empresas privadas comparadas entre o que aparece em terras estrangerias e o que aparece aqui?

    Tipo… quantos quilos de pão eu comprava em 94, e quantos quilos de pão compro hoje com o salário mínimo? Quanto compro de cerveja (devias estar na cesta básica) em julho de 94 e quanto compro hoje em janeiro de 2015 com o salário mínimo?

    Na boa, Anderson Silva (eu sei que é você, malandrinho)… esse post seu me assustou…

  58. O salário mínimo em 1994 era de uns 65 reais, por que fazer o que você conseguiria gastar cm 100?

  59. Seria bem mais inteligente e de bem maior utilidade pública fazer um utilizando o quanto se compraria com um salário mínimo, ai sim ficaria claro se o valor do salário mínimo consegue se equilibrar com o aumento da inflação.

    • Errado, campeão! Se quer fazer comparação de salário, então faça comparação com o salário médio do brasileiro em 1994 e o salário médio do brasileiro em 2015. Pois, como já disse em outros comentários, salário mínimo não significa absolutamente nada!

      Mas, pelo visto, acho que vc não vai querer fazer essa comparação, né?! ;-)

  60. Olha Diego, oque eu entendi sobre inflação controlada foi sobre coisas como o aumento da gasolina, esse aumento era pra ter acontecido bem antes, o governo só não aumentou como marketing politico e pra dizer que “controlou” a inflação ano passado. Claro que você simplesmente produzir mais papel pra dizer que aumentou o salario da população vai só aumentar a inflação, mas, o fato é… um salario minimo compra menos hj do que comprava anos atrás. Pq? os motivos técnicos eu não sei, mas posso afirmar que foi incompetência do governo.

  61. Falar mal, apontar defeitos, descer a lenha é muito fácil. Fazer uma crítica real e construtiva é difícil. Você compara os valores ou de forma tendenciosa e covarde ou por falta de conhecimento em economia. Se for pelo segundo deveria retificar o artigo depois desse comentário, pois em 1994 o salário mínimo era 64 reais, hoje é 788. Repito, a situação demonstrada no artigo está distorcida.

    • O choro é livre.

    • Striker, você deve não ser muito conhecedor de economia você mesmo. Falar em comparação com o salário mínimo é insosso, simplesmente porque boa parte da população ganha mais que um salário mínimo. A questão é o aumento de todos os salários, não só do salário mínimo. E adivinha o que acontece quando você compara o aumento de todos os seus salários… seu papo vai pro brejo ;)

      • Daniel… não é por nada não mais os dados do artigo estão errados mesmo. Só para citar um exemplo… pelo site do próprio IEA o leite em 07/2014 o litro do leite tipo B era de R$ 2,29 é só pesquisar… a carne bovina (contrafilé) em 07/2014 era de R$ 16,47/kg (mais venhamos… aqui em Sumaré eu pago hoje no leite de caixinha R$ 1,79 e no contrafilé R$ 18,90. O Feijão no artigo consta R$ 4,17/kg no site do IEA esta por R$ 2,88 em 07/2014 o site para consultar e o do próprio IEA – http://ciagri.iea.sp.gov.br/nia1/Precos_Medios.as

        • aki em blumenau sc 18 reais o kilo de contra file carne dura a boa msm ta 24 reais depende a regiao varia o preço neh ele colocou uma media

        • litro do leite 2,49? To pagando R$ 1,60 no litro do leito , vai depender de cada região, do quanto o leite foi batizado, logistica, e o quanto a industria joga de lucro no litro.

        • Aqui Balneario Camboriu – SC é os preços do Rubens, contra filé 24R$, pra cima, 19R$ tá o coxão mole pra se ter uma ideia. Quanto tá a gasolina ai? Aqui tá 3,05R$ 3,10R$…

        • Fiquei grilado com esse contra filé a 16,49R$ poxa é muita diferença… 8R$ de diferença, gostaria de saber como está o preço nos outros estados, pra saber se é só aqui que tão “metendo a mão” na carne O.o..

      • amigo desculpa mas o salrio minimo fechou o ano em 1994 a R$70 e uma despesa hj para comprar os itens citados com R$100 em 1994 hj seria necessário um valor proximo a $500, compare que em 1994 vc precisaria gastar acima do salario minimo para comprar tais itens e hj com valor abaixo do salario minimo se compra os mesmos itens.

        • o detalhe ainda é que não tem haver com salario minimo e sim com o valor da moeda que tem se mostrado muito desvalorizada ao passar dos anos, mesmo o salario minimo de hj comprando muito mais que a 21 anos atras ainda sim esta claro que a moeda real esta muito fraca e sofreu queda.

    • É striker, aparentemente você não entende porcaria nenhuma de economia. Em 93 a média anual do brasileiro era de 5 mil reais (isso em valores de 2012), e em 2012, 10 mil. Daí eu lhe pergunto: como que em valores absolutos a renda dobra e o poder de compra cai cinco vezes? Salário mínimo nunca foi nem nunca será indicativo de p**** nenhuma, só é um valor vazio de significado pra político enganar trouxas como você. Aliás, já parou pra pensar nessa sua cabecinha oca por que se chama mínimo se boa parte do povo não faz isso por mês?

    • Esse cara é muito burro Striker. Não adianta responder gente tapada que nem ele, pois querer comparar uma nova moeda com os períodos de hoje, é no minimo patetico. Agora só falta ele falar que quem criou o plano real foi o FHC….tcs tcs

      • Não foram os E.T que virão na sua 60° visita a terra.

      • Jovem quem criou o Plano Real?
        Confirma essa história para mim!
        Tudo bem que o Presidente na época era Itamar Franco, mas quem criou, quem fez a lista dos maiores economistas na época, quem liderou as reuniões?
        Jovem tome cuidado, daqui a pouco vc estará falando que quem desenvolveu o plano de distribuição de renda no Br foi o Lula…

    • Vc deve ser um petista alienado. Tem moral nenhuma pra falar de ninguém. O artigo tem por finalidade falar de inflação e poder de compra da moeda. Simplesmente compare o poder de compra da moeda antes e agora, seu energúmeno.

    • Não sou economista, mas subir o salario e o preço das coisas não é distorcer o salário do trabalhador ? já que você sabe tanto de economia me diga como os outros países conseguem pagar salários justos e que possibilitem real ganho ao trabalhador ? sabe o que não é muito fácil ? ver como pessoas como você perdem seu tempo para tentar explicar as porcarias do governo brasileiro, quem é que se beneficia disso ?

    • Faz sentido, mas se prestar bem atenção o crescimento do salário mínimo e dos preços é praticamente o mesmo, ou seja, o aumento do salário é sempre igual à inflação (óbvio no nosso país). Logo, são 20 anos de não progresso nessa área.

    • Caro amigo Striker; Realmente tu está completamente certo sobre o valor dos produtos de 1994 sobre os de hoje em 2015 comparando ambos com seus respetivos salários mínimos da época, mas não conta com um fato muito importante; “Poder de compra”.
      Infelizmente o real está se desvalorizando muito em relação ao dólar, o que torna a vida de muitos que dependem da baixa cotação da nota americana um caos. Nosso poder de compra nunca foi tão péssimo em anos, e devido a isto, o mercado brasileiro basicamente freia em meio a uma crise como a que vivemos.
      Mesmo que seja realizado diversos cálculos em relação ao salário minimo, não podemos usa-ló como peso fundamental nas contas, pois não se pode esquecer que mesmo que o salário cresça exponencialmente, ele ainda estaria longe da porcentagem que a inflação tomou durante os últimos anos. Se o governo realmente ajusta-se o salário com base da inflação, ele passaria fácil 1,290,00 Reais, mas isso não é uma realidade que vivemos.
      Na ultima década produtos básicos tiveram aumento muito acima da tabela da inflação, tornando o salário quase nada se comparado a 1994.

      Não analisamos aqui valores, pois valores em sí não justificam o momento atual, mas sim o poder de compra que iremos conseguir com este valor.

      Mesmo que possuamos um salário considerado razoável, todo o mercado nacional mostra um valor muito maior do que o seria considerado normal.

      Com 64,79 real em 1994 daria para sustentar uma família pequena, mas hoje com 788,00 é impossível, levando em consideração todos os valores que seriam considerados prioridade:

    • Campeão (Striker), se quer fazer comparação de salário (o q não é a ideia deste artigo) deveria faze a comparação do salário médio do brasileiro, e não do valor do salário mínimo (o qual não significa absolutamente nada).

      Pode ficar tranquilo, pois o post continuará no ar. Adoro ver pessoas passando vergonha em público ;-)

      • Comparar com salário médio é que é coisa de imbecil. No salário médio entra os mais ricos que elevam a média.

        Ana Maria Braga – 1,5 milhão reais
        Empregada – 65 reais
        Passadeira – 65 reais

        Média da casa 500.043 reais (uau, a casa vai super bem!)

        • Manja nada de estatística, campeão.
          Vá estudar, antes de criticar futilmente.

        • Não Zeca salario médio não é pegar o montante de dinheiro e dividir pelo numero de pessoas, é um estudo feito pelo IBGE to ano acho, leva em consideração bem detalhada todas as classes E,D,C,B,A o numero de pessoas que estão em cada classe e feito uma média, por essa ex: a media de salario brasileiro está em mais ou menos 1900R$. Só gostaria de saber o quanto era em 94 nos anos anteriores, na net só to encontro os números atuais. E mesmo que a media de salario atual seja maior, tem que levar em conta essa desvalorização do poder de compra, se beneficiou ou não, o fato é que o poder de compra caiu 4 vezes.. consegue fazer essa correlação? Tipo aumenta a renda , mas o poder de compra diminui, se o aumento da renda não for muito superior a essa desvalorização do poder de compra não foi benéfica e não está sendo benéfica, ou seja não estamos aumentando de fato nossa renda, pois ao mesmo tempo estamos perdendo poder de compra… ou seja com defasagem da real renda que deveriamos estar.

    • Já viu o salário mínimo nos EUA ? e ja viu os preços das coisas lá ? povo feito você,acomodado tem mais que ferrar mesmo.

  62. Incrível como as pessoas sempre querem defender o seu partido predileto.
    gente, deixem o fanatismo de lado e caiam na real de que o que esta sendo mostrado é simplesmente para ilustrar como nossas vidas estao sendo drasticamente mudadas, pra pior, devido a estes parasitas que estao no poder, seja partido A ou B. Enquanto tiver pessoas fanaticas que defendem estes hipócritas, jamais prosperaremos.

  63. Otário, é com muito respeito e consideração que venho cumprimentá-lo através deste meio. Gostaria de, em breves palavras, esclarecer que sua análise está equivocada pois deveria ter considerado o poder de compra do salário mínimo àquela época em relação à atualidade. Naturalmente, os resultados não serão dos melhores, e a situação estabelecida pelo governo PT está, realmente, muito preocupante, mas, pelo menos, a análise ficaria correta. Aguardo correção da análise.

    • Obrigado pela sugestão, Felippe, mas a análise está correta. Como expliquei em outros comentários anteriores, se é para fazer comparação de salário (o q não é a ideia deste artigo, mas sim, demonstrar que a inflação é muito maior do que o governo diz) deveria-se fazer a comparação do salário médio do brasileiro, e não do valor do salário mínimo (o qual não não possui significado algum) ;-)

      • Parabéns Otário. É estranho parabenizar alguém assim rsrs. Como é difícil para muita gente entender que o seu objetivo era apenas comparar taxas de inflação. Salário mínimo que se exploda. Tem gente que aposentou com quatro salários no INSS e hoje ganha o mínimo. Assim esse argumento de merda de mínimo se vai.

      • Otário, entenda que mesmo com o foco na dúvida sobre a confiabilidade do IPCA, seu público é inteligente e sua comparação do R$100,00 foi infeliz.
        Existem mais fatores a serem considerados… Faça uma comparação melhor e não insista no erro simplesmente por não dar o braço a torçer. Sempre gostei do canal por causa da honestidade, não nos decepcione, por favor, você também não…

  64. esse bosta com saco na cabeça fala merda. aqui na minha cidade compro pão há 5,00 o kilo. ele deve ter pego esses preços no pão de açucar, que é o lugar mais caro do mundo. babaca disfarçado de boneco e defensor do nariz platinado do aecinho.

  65. boa noite striker, ele esta tentando mostra o quanto o poder de compra vem sendo perdido gradativamente com o passar dos anos pois embora o salário tenha se valorizado estamos tendo aumentos abaixo da real inflação e fácil enganar uma população carente de educação com discurso baratos como faz esse governo pois não adianta se dar um aumento de 8% num salário mínimo quando a real inflação do Brasil ultrapassa isso pois os preços estão sendo mascarados com dados distorcidos para que se mantenha dentro da meta que eles criaram ou seja se temos aumentos abaixo da real inflação o cidadão esta perdendo poder aquisitivo de compra, e não ganhando como o nosso governo distorce.

    • Cassio, entendi o seu ponto de vista e acharia a ideia até legal, porém o artigo usa a mesma artimanha do governo, ou seja, mascara os dados para parecerem mais condizentes com a ideia do autor, isso nada mais é que manipulação. O Brasil precisa de ma mídia seria e não manipuladora, só a informação e a educação real pode ajudar outros brasileiros a enxergar realmente a situação do Brasil. Esse tipo de artigo leva apenas a isso que estamos vendo nos comentários, discussões inúteis onde todo mundo fala o que quer sem embasamento nenhum. Falar (escrever) é fácil, qualquer um pode. agora fazer isso com propriedade… bom ai é mais difícil.

      • concordo com você no quesito dos dados estarem como você diz manipulados, de certa forma sim se você for fazer essa comparação por regiões pois em algumas, determinado produto estará sim mais barato que em outras sendo assim estariam sim os dados manipulados mas no meu ponto de vista não considero os dados apresentados como manipulados o único produto que se encontra com um valor absurdo e o pão francês mas o valor informado e sim encontrado em algumas regiões em algumas ate 20% mais caro do que foi apresentado como já disse o objetivo da matéria e mostrar aos brasileiros que mesmo com o salário hoje mais de sete vezes maior que o da época o poder de compra do cidadão não cresceu como o governo estampa em todas as propagandas, há sim uma situação de conforto aos brasileiros! mas não aos pobres que são os que vive com um salário mínimo mas aos da classe media a quem os pobres apenas vivem para manter a boa vida dos que vivem na classe media acho que você esquece que a perda do poder de compra pela inflação afeta somente os pobres pois os pobres compram apenas produtos básicos para sobreviver e sao esses produtos que a inflação mais corroí.

  66. Tendensioso, se pegarmos o salário de 94 que era de R$ 70,00 compraríamos 66 Kg. Com o salario atual R$ 788,00 compramos mais de 200 Kg…

    • Se quer fazer comparação de salário (o q não é a ideia deste artigo) deveria fazer a comparação do salário médio do brasileiro, e não do valor do salário mínimo (o qual não significa absolutamente nada).

      E aí?! Quem é o tendencioso?! ;-)

      • Otário, você teria o valor do salario médio dos brasileiros em 1994 e ao longo dos anos? Só encontro na net o salario medio dos ultimos anos que é de aproximadamente 1900 R$ … ~~

  67. Só eu que achei o segundo gráfico ter (exemplos de histórico de preços de alguns produtos), em todos os casos o “Preço por Litro”??? Mesmo em CARNE!?

    Concordo com o Canal do Otário em 99,9999999999999999% do que aqui há mas acho que o IEA comeu bola feio…

    (Clarificando o 0,0000000porra-nenhuma% que falta eu acho que falta mais debate…)

  68. Bom estou vendo muitos alienados(petistas) tentando desvalorizar o artigo… Esses dias vi em um video, agora n lembro se era a dilma muito provável ou lula mandando os seus combaterem a “direita” no caso deu a entender que o pensamento deles e que todos aqueles que não são seus alienados são da direita., a estar combatendo na internet, pois a direita vem ganhando nesse território…Então vai haver muitos ”strikes” a partir de agora….

  69. Quanta ignorância, o post mostra a diferença de compra de R$100,00 antes e agora, não importa se ganhava 01 ou 20 salários mínimos, não importa se o salario era 65,00 ou 5.000,00. Está evidenciando o PODER DE COMPRA DE R$100,00 (CEM REAIS) acho q ficou claro agora.

    • E o mercado exterior? tem que se fazer reajustes para acompanhar economia mundial, ganhar 100 a 20 anos atrás é quase o mesmo que se ganhar R$1300, vai no Paraguai com R$100 pra ver o que você traz de la, comparação absurda que foi feita pelo otário. Você todo ano quer aumento, seu patrão também quer ter mais lucro, aumenta seu salario aumenta o preço dos produtos ou que esteja sendo vendido.

      • se você for no Paraguai com 100 reais e claro que você vai trazer muita coisa, a moeda la e bem mais desvalorizada que o real.

  70. Ola senhor Otario, sempre leio seus artigos e quase que sempre concordo com boa parte, contudo concordo com alguns comentários acima que seu artigo não faz muito sentido já que vc faz a comparação simples e puramente dos 100 reais sem levar em consideração por exemplo o salário minimo (este que quer dizer sim alguma coisa, é a garantia do trabalhador não ser pago com palitos de picolé), peço que revise a matéria já que o salário minimo de 94 éra de R$64,79 e esses R$100 equivalia a 156 % do salário minimo da época e hoje esses mesmos R$100 equivale a serca de 12%, se vc considera que o salário minimo não serve para nada pelo menos o use como base da sua comparação.

    Ps: Não que eu esteja contradizendo a opnião de que o brasileiro esteja perdendo poder de aquisição, sim ele esta perdendo,contudo no mercado mundial e para produtos importados.
    Ps2: Não sou adepto a nenhum partido, sou adepto ao Brasil.

  71. Isso explica que a política econômica deu prioridade para quem ganha o mínimo, ou seja, os mais pobres. A classe média (quem ganha a média) não foi beneficiada. Por isso a gritaria contra o PT. Eu grito não porque sou classe média, faço o sacrifício para viver num país sem pobreza, mas pelos milionários que continuam intocados.

  72. Uma comparação um pouco mal feita, deveria se colocar valores reajustados com salários, comparar R$100 quando se tem salario de R$100, com R$100 para quem ganha R$1000 é meio confuso. Mais é fato que antes o poder de compra em relação a alimentação era muito superior, ou lembro minha infância, enxiamos quase 3 carrinhos de compra, comprava o que se tinha vontade, hoje mal enche 1 carrinho, não da pra se comprar mais o que tem vontade, tem que procurar preço ao invés de qualidade. De uns 10 anos para cá o volume de compra caiu drasticamente, trabalho em mercado e sei dos preços, os preços estão subindo desproporcionalmente com o salário, coisa ta feia e tem retardados que vem defender governo do PT só por que consegue fazer churrasquinho com acém, vão a merda.

  73. É triste ver um canal tão interessante realizando uma análise tão superficial e tendenciosa sem qualquer tipo de conhecimento econômico.

  74. obs: O texto não consegue comprovar que existe uma “inflação real” maior que a calculada pelo IBGE por meio do IPCA, apenas mostra a desvalorização da moeda devido a inflação, coisa que é natural em qualquer país. Além disso, o preço dos produtos na comparação da cesta básica são ridículos. 10 reais o kg do pão? 3,33 o litro do leite? Isso nem supermercado de alto poder aquisitivo.

    Resumindo: o autor tenta de alguma forma argumentar que existe uma inflação real maior que a calculada pelo IPCA mas não consegue comprovar. O máximo que consegue é ilustrar a desvalorização da moeda (e com valores bastante manipulados)

  75. Antes das “sarrafadas”, vamos lá não tenho afinidade nem com futebol quanto menos

    com partido político e políticos, na verdade nem costumo me expor ao postar coisas

    na net, mais desta vez farei uma exceção (se tiver erros de português ou pequena diferenças

    de arredondamento ignore,concentre-se no ponto de vista, ok)

    FONTE / DADOS

    http://www.contabeis.com.br/tabelas/salario-minim
    Salario em 2015 R$ 788,00

    Salario em 1994 R$ 64,79

    PROPORÇÃO

    Como em 1994 o SM era equivalente a 64,79 % da nota de R$ 100,00

    então em dias atuais daria algo em torno de R$ 510,54

    Utilizando a mesma quantidade de alimento (kg/l) e utilizando o valor da tabela Jan.2015

    vamos ver o que dá para comprar utilizando o “mesmo valor”

    Carne 05 x R$ 20,00 = R$ 100,00

    Pão 16 x R$ 10,00 = R$ 160,00

    LeiteB 30 x R$ 3,33 = R$ 100,00

    Arroz 30 x R$ 2,85 = R$ 85,71

    Feijão 15 x R$ 5,00 = R$ 75,00

    ——————————————-

    R$ 520,71

    Para minha surpresa, No MEU entender ficou proporcionalmente mais caro 2% ( R$ 10,17 )

    Volto a frisar RESPEITO todas a opiniões, mais este é MEU PONTO DE VISTA

    se puder fazer uma proporção diferente ficarei feliz eu observar e aprender.

    • Senhores utilizando o calculo do Willian, em 94 para um assalariado gastar os 100,00 reais ele tinha que completar com R$ 36,00 realizando seus biquinhos (vendendo calcinha, desentupindo fossa e etc..), hoje a mesma pessoa comprando os mesmos produtos ele fica com o valor de R$ 267,00 sobrando em sua carteira, o grande problema é a perda do salário da classe média que na maioria são servidores públicos onde o seu salário não acompanhou a subida do salário minimo. Um país que ver o empreendedor como golpista e não ver como gerador de emprego, vive a realidade que merece! Temos que criar novos empreendedores qualificados e não aventureiros, temos que deixar de viver do serviço público e sim do privado. Assistem o filme Barão de Mauá e vocês vão entender o que eu estou dizendo!

  76. Eu atribuo essa inflação aos fdps dos Banqueiros e o esquema sujo de reserva fracionada…..Banqueiros são um dos que lucram com violência pois o povo com medo guarda o dinheiro lá, dinheiro esse que vira empréstimo e ajuda gerar inflação…..O Itaú/ Unibanco sonega BILHÕES de impostos e ninguém faz ou fala nada kkkkkk Dinheiro pra patrocinar a seleção tem né???….Ao meu ver só existe abusador pq existe gente abusável….o povo tbm é muito acomodado, não quer estudar, aprender, pensar por si só etc….Ae com essa combinação podemos ver esse tipo de absurdo que vc posta aqui…….Parabéns pelo trabalho cara….Admiro mto

  77. Os comentários que estamos vendo aqui é uma clara guerra que utilizam para tentar desqualificar tudo que seja contrário ao que acontece de errado nos dias de hoje. Pessoas são pagas para desqualificar o que é dito, escrito ou produzido por meio de vídeos. O método utilizado foi claro, se refere ao valor específico R$100,00 e dividido por 5 itens, pode-se notar que os valores de alguns produtos foram superiores, o mesmo acontece na questão do IR, pois o nosso salário foi sendo aumentado pela inflação e muitas pessoas estão sendo taxadas pelo IR sem que tenham tido ganhos reais, então na realidade estamos ganhando menos ainda…

  78. Meu Xará Rodrigo, entendo a revolta da população e sei que mesmo hoje em dia as coisas não vão nada bem. Mas isso não dá direito da pessoa deturpar dados para expressar seus argumentos ou revolta.

    O autor do texto tenta deixar duas mensagens bem explicitas no texto:

    1) A inflação que acaba na “desvalorização” monetária e consequentemente diminui o “poder de compra” do consumidor.

    2) Tenta sustentar de que existe uma inflação “real” que é superior a divulgada pelo governo (IBGE, por meio do índice IPCA).

    1º)No item 1 para afirmar que o “poder de compra” do consumidor está sendo diminuído, é necessário fazer outros tipos de comparação, como por exemplo, o salário mínimo ou a renda média da população/região. Isso não foi feito no texto.

    2º)O autor compara o índice IPCA que é uma média NACIONAL (composto por uma série de itens) com 5 produtos do instituto de Economia Agrícola (IEA). Para quem não sabe, a metodologia do IEA calcula os preços APENAS DA CIDADE DE SÃO PAULO e que coincidentemente ADIVINHEM: a cidade de São Paulo possuí o custo de vida mais alto do Brasil.
    O que torna a comparação INVÁLIDA, pois o IPCA é uma média NACIONAL.

    Tendo esses dois argumentos em vista. O autor tenta generalizar algo que não é possível de ser generalizável (dados errados, comparações erradas, informações insuficientes).

    Quem sabe o mínimo de estatística deve entender o que estou querendo afirmar.
    Se alguém quiser continuar acreditando no texto que acredite, mas eu avisei que o autor não consegue sustentar seus argumentos com os dados.

    1) Não conseguiu comprovar a diminuição do poder de compra do consumidor
    2) Não conseguiu comprovar que o IPCA é manipulado e que existe uma Inflação NACIONAL “real” maior que o índice calculado pelo IBGE.

    Não estou aqui defendendo governo nem ninguém. Apenas expressando minha opinião lógica sobre os dados e argumentos apresentados pelo autor do texto.

  79. Em 1994 o salário minimo era de R$64,79 e a renda média mensal do Brasileiro era de R$382,73 ou seja, um brasileiro recebia em média 5,9 salários mínimos . Atualmente a renda média mensal do Brasileiro é de R$2.013,50 (2014) e isso equivale a 2,79 salários mínimos.

    Além de o Brasileiro estar pagando mais pelas coisas ele em media está recebendo menos dinheiro. Haters aquietem-se.

    • VC quis dizer que a desigualdade social diminuiu? (Vai te afundando). Agora vamos voltar pro tópico do IPCA antes que a galera reaça se afunde mais.

    • A renda média cresceu acima da inflação medida pelo IPCA, considerando os dados apresentados pelo “Fábio Santos”, a renda média mensal subiu de R$382,73 para R$2.013,50 , havendo uma elevação superior a 400%, levemente superior a inflação no período. Quanto ao contingente da população brasileira que recebe o salário mínimo, foi o seguimento mais privilegiado, com elevação de rendimentos superior a 1000% (mil por cento) suficientes para caracterizar um crescimento de 100% acima da inflação , é como se ao final do período mencionado o vivente que recebia o salário mínimo passa-se e receber o dobro já descontada a inflação, por isto que um salário mínimo atual é suficiente pra comprar a lista de item sugerida pelo Otário e ainda sobra troco, ao passo que em 94 o sujeito precisaria esperar para receber o próximo salario par ter dinheiro o suficiente para comprar os itens e sobrar algum dinheiro!

      • Perfeito Alex. É desse tipo de consideração lógica de que precisamos para elucidar a questão do poder de compra.
        Não um tal de “otário” que só porque acha que é famoso acha que pode falar o que quiser, com os dados que quiser e ainda achar que está certo!

        Tem que rir! Piada!!

      • E pior: o cara me usa dados de 5 itens que são baseados apenas na capital de SP (cidade com maior custo de vida do BRASIL) pra dizer que existe uma inflação “REAL” maior que a calculada pelo IPCA.

        Esse tal de otário acho que é tão sujo quanto nossos políticos! Tentando enganar os leitores com a deturpação de dados para convencer dos seus argumentos!!!

        Sujeira!!

  80. E olhem que o Otário desconsiderou uma interessantíssima variável: nesses 20 anos, os avanços privados em tecnologia e logística somados aos investimentos públicos em transportes DEVERIAM ter REDUZIDO drasticamente os CUSTOS DE PRODUÇÃO (e, consequentemente, os PREÇOS FINAIS ao consumidor) — como ocorreu no caso de celulares e laptops, por exemplo.

    HAHAHAHAH!!!! Chorem sobre os salários mínimos que vocês tanto exaltam PORÉM se recusam a pagar integralmente para as empregadas domésticas que trabalham para vocês, seus esquerdistas hipócritas!

    • Nossa vc tem doméstica? Pq eu não tenho! E o artigo do Canal do Otário (que tanto gosto e sigo) está sendo muito maniqueísta porque eu trabalhava em 1998 e ganhava 96 reais de salário, sim 96 reais, hoje quanto está o salário mínimo? Se comparar o valor de uma moeda e seu poder de compra em 20 anos não faz menor sentido se vc não corrige inflação, e poder de mercado. Nem precisa ser economista para saber que 100 reais em 94 era muito dinheiro uma vez que o salário mínimo em julho de 1994 era de 64 reais!!!! Fala sério as pessoas parece que adoram a desinformação, o Brasil ta uma merda, mas sempre tem um querendo pintar o quadro mais feio do que realmente é.

  81. Tanta discussão…ninguém acordou ainda para a situação do país???Juro que eu gostaria de morar no país defendido pela militância do PT.Tá um lixo e ainda vai piorar mais.Espero que pelo menos a população se conscientize que PT e PSDB e quase todo o resto é tudo farinha do mesmo saco,que adotaram a política partidária,e não patriótica.

  82. Senhores utilizando o calculo do Willian, em 94 para um assalariado gastar os 100,00 reais ele tinha que completar com R$ 36,00 realizando seus biquinhos (vendendo calcinha, desentupindo fossa e etc..), hoje a mesma pessoa comprando os mesmos produtos ele fica com o valor de R$ 267,00 sobrando em sua carteira, o grande problema é a perda do salário da classe média que na maioria são servidores públicos onde o seu salário não acompanhou a subida do salário minimo. Um país que ver o empreendedor como golpista e não ver como gerador de emprego, vive a realidade que merece! Temos que criar novos empreendedores qualificados e não aventureiros, temos que deixar de viver do serviço público e sim do privado. Assistem o filme Barão de Mauá e vocês vão entender o que eu estou dizendo!

    • cara vc é um tremendo de um mentiroso, o salário mínimo é um salário de fome e 100,00 reais não da pra comprar quase nada hoje.

  83. Barão de Mauá, bela citação! Um dos agentes mais importantes na História do Brasil! E os livros de história exaltam malandros políticos como sempre.

  84. Lembro bem em 1994 que na mudança de URV para Real, já teve um aumento maroto do comércio e ninguém falou nada. Ou seja, naquela época com aquele papo de valer “mais que o Dólar” era só da boca pra fora, pois os comerciantes já tratavam de desvalorizar o nosso dinheiro antes da hora, talvez querendo dar uma de esperto e ganhar uns trocadinhos mais.

  85. ok mas naquela epoca o salario minimo era de 64 reais , vendo a sua reportagem parece até que o salario continuou o mesmo de 94 até hoje.

    • Campeão, naquela época, o trabalhador ganhava em média 6 salários mínimos, hoje, este mesmo trabalhador ganha em média 3 salários mínimos.
      Vai continuar insistindo nessa história de salário mínimo?! ;-)

    • entao, eu conheci o Brasil antes do plano real, era bem pior e o Brasil ta indo para este buraco, mas voltando em 94, a desigualdade economica era enorme e a média de 10 salários mininos na pratica não acontecia, no final das contas 60% dos Brasileiros viviam com bem menos de 10 salarios minimos, ou seja, na classe D e E, hj a classe C é quase 50% do Brasil, então a desigualdade economica melhorou um pouco, mas tanto faz PT ou PSDB, a corrupção será a mesma, a questão é Qual partido sabe esconder melhor sua corrupção? pq pra mim o PT é burro pra c****** neste sentido, mas o PSDB engana bem.

      • Considerando que “o salário a ser ganhado para a classe média diminui”, é fácil entrar para a classe média, logo vamos ter meio salário mínimo, ou ate mesmo mendigos na classe média.
        Considerando a inflação não achas que isso deveria ser aumentado ao invés de diminuído?

  86. Ele esqueceu de mostrar que em 1994 o salário minimo era de R$ 64,79 até agosto e depois de setembro passou para R$ 70,00. Então os R$ 100,00 eram equivalentes a quase um salário e meio que hoje seria igual a mais ou menos R$ 1100,00. É fácil fazer essas contar para enganar os idiotas senhor Otário mas quem viveu essa época sabe o quanto hoje nosso dinheiro tem valor.

    • Campeão, naquela época, o trabalhador ganhava em média 6 salários mínimos, hoje, este mesmo trabalhador ganha em média 3 salários mínimos. Seguindo essa sua lógica "j"ênial, o trabalhador brasileiro deveria estar ganhando atualmente quase 8.000 reais.
      E aí?! Vai continuar insistindo nessa história de salário mínimo?! ;-)
      As vezes eu tenho até medo de ler os comentários, vai que é contagioso!

    • Bela comparação: o que se podia comprar com um salário e meio em 94, VS O que se pode comprar hoje com 1/8 de salário.

  87. Aff!! Parem de defender políticos pelo amor de Deus!!!

  88. Só esqueceu de Falar que em 1994 pra ganhar 100 reais era o mês inteiro e hoje é em menos que uma semana quer comparar, compara com os 724 que é o salário inteiro

  89. EM 1994 meu pai ganhava 3000 reais.. tinha um gol 1.6 quadrado ano 1992 e morávamos de aluguel num apê de classe média na zona sul de SP.. e ele sustentava e bem além dele mais 3 pessoas, ainda tinha viagens, roupas boas, clubes que eramos sócios, um bom padrão na época…

    Hoje em dia eu ganho 3000 reais tbm.. MAS… não consigo alugar um apartamento semelhante ao que morávamos em 1994, não consigo ter um carro com 2 anos de uso, não consigo fazer uma compra com os itens que eu quero, não consigo nem comprar os Kinder Ovos que na época era o que utilizava para decorar as prateleiras do meu quarto. Não consigo ser sócio de nenhum clube aqui em SP, não consigo fazer os mesmos programas “viagens, restaurantes, compras em shoppings” e isso meus queridos que eu não tenho dependentes ou mulher pra sustentar..

    Não existe métrica melhor do que a experiencia de vida… O pais ta indo pra vala.. e quem reelegeu essa presidente, junto com todo o resto de lixos politicos, é culpado…

    Eu votei corretamente, fui atrás do histórico dos meus candidatos.. tirei algumas horas para estudar em quem votas.. se todos tivessem feito isso.. tenho certeza q o país estaria melhor!

    • OOOOO varada, esse aqui menti mas q a mulher da cobra.
      kkkkk ninguém ganha 3 mil nesse tempo meu filho, aposto que criança, adulto já sei q não é.
      3 mil acho q nem politico ganhava, com 3 mil nesse tempo seu pai compraria uma casa em qualq lugar

      • Tinha gente que recebia sim…e pior ainda…devido a esse mundo “canibalista”, lembro meu pai de receber em torno de 2.000 perto de 1998….hoje na mesma função e com muito mais experiencia, recebe 800…e se não aceita, outro aceita receber isso? Quer mais injustiça que isso?

      • O Lolapako quis falar tanto que, talvez só não explicou como seu pai inteirava o salário para chegar a 3 mil. Vai saber como?!

  90. olha não entendo muito do assunto, mas 100 reais naquela epoca era mais q um salario minimo, hoje com um salario eu compro bem mais do que com os 100 daqueles tempo

  91. Em 94 eu ganhava 4 salários e não 10. Detesto a política do PT e seus parsas, porém com FHC e companhia, é impossível comparar. Política monetária justificada com base sabe lá do que pra dizer que o governo atual é pior que os anteriores… isso não cola… todos, até o momento só tem piorado nossa condição. Faz tempo que não sigo mais esse canal, tornou-se menos atrativo quando passou a justificar posicionamentos políticos… é Bacana, isso é apenas mais um pouco da mesma coisa…

    • Claro, um estagiário em 1994 não ganhava 6 salários mínimos, de fato ;-)

      Faz tempo que não segue o canal? Tá fazendo o que aqui então, campeão? Masoquista?

      Aliás, quem está fazendo posicionamentos políticos aqui é vc, e não eu. Eu estou apenas constatando um fato: o meu dinheiro foi corroído pela inflação.

      • Você está misturando política desde pouco antes das eleições Otario. Sinceramente, era beeeem melhor quando se focava no que as empresas faziam e imagino que até seu site era bem mais frequentado (mas não tenho como saber, só estou chutando pela quantidade de comentários). Deixa seu contrato com o Gentilli de lado e volta a fazer o que você sabia fazer bem. Não precisa defender PSDB e FHC mais.

  92. Parece que só tem retardado aqui, vou tentar simplificar para os ”retardados” defensores do governo, antes eu colocava R$13,00 de gasolina na minha moto e enchia o tanque até a ”boca”e ganhava bem menos, hoje eu ganho muito mais e R$20,00 de gasolina não dá nem metade do tanque,meu salario subiu mas eu não consigo comprar o que comprava antes, os impostos subiram muito mais ”mascarando” a desvalorização do seu dinheiro, é difícil mesmo para alguns entenderem o golpe é semelhante a um show de ilusão como o 13° salario, você o recebe para devolver ao governo como impostos e pensa que esta sendo um grande negocio, depois não sabe porque esta endividado, parece que os brasileiros se acostumaram com esmolas mesmo .

  93. entao, eu conheci o Brasil antes do plano real, era bem pior e o Brasil ta indo para este buraco, mas voltando em 94, a desigualdade economica era enorme e a média de 10 salários mininos na pratica não acontecia, no final das contas 60% dos Brasileiros viviam com bem menos de 10 salarios minimos, ou seja, na classe D e E, hj a classe C é quase 50% do Brasil, então a desigualdade economica melhorou um pouco, mas tanto faz PT ou PSDB, a corrupção será a mesma, a questão é Qual partido sabe esconder melhor sua corrupção? pq pra mim o PT é burro pra c****** neste sentido, mas o PSDB engana bem.

  94. Galera, vamos elucidar o caso de forma racional…

    Vamos nos unir para descobrirmos a verdade?

    Quem aqui consegue uma fonte segura sobre a média salarial de um trabalhador brasileiro de 94 x 2014,

    Porque calcular apenas o valor do salário minimo da época é loucura, eu explico!

    O valor médio recebido pelos brasileiros nunca será o mínimo, então não tem motivos para ter cálculos sobre ele, ele é apenas referência para sabermos o quanto devemos ganhar!

    Não quero travar aqui uma batalha entre PT x PSDB (FHC)

    Gostaria de saber a realidade, se evoluímos ou definhamos

    Seria muito interessante se houvesse uma tabela com a a divisão de clases da pupulação sobre os dois períodos

    .

    • Gostei da sua abordagem.
      Segundo o Otário a média de salário era ~6 salários mínimos e hoje é de ~3.
      E sendo imparcial de partido, acho que o salário mínimo pode sim ser uma base de referência para o poder de compra, que aumentou potencialmente (com base em quem ganhava ou ganha ele hoje).
      Agora se analisar o salário médio, na média o poder de compra foi corroído pela inflação conforme este post aborda.
      Quanto a dúvida, se evoluímos ou definhamos?
      Muito subjetivo, mas posso dizer que evoluiu, porque a desigualdade social diminuiu drasticamente, pode-se ver claramente com o salário médio mais perto do salário mínimo. Pode não parecer, mas a desigualdade social é muito relevante em termos “classificação” de país desenvolvido. O Brasil ainda é muito desigual socialmente, isso é notório estatisticamente mas também sinto isso claramente quando vejo o salário que ganharia em outros países, que seria uns 5-6 salários mínimos tomando como exemplo o Canadá, enquanto aqui é mais de 10.
      Concluo que o Brasil ainda é muito desigual, mas de 94 para cá evoluiu bastante nesse quesito.

      • Então eu estou querendo saber se houve ou não evolução no quesito poder de compra, ou seja, não gostaria de levar em conta ainda a desigualdade social, tanto porque esse assunto é muito complexo, e duvido muito que consigamos chegar a um acordo quanto a isso.

        Mais uma vez eu digo:
        Calcular o poder de compra a partir da média salarial da época é justo, a partir do salário minimo é algo simplesmente incoerente.

        Não quero ter posicionamento político, quero apenas a verdade. Em qual época se existia um maior poder de compras?

        Thiago Vargas obrigado por contribuir!

    • De acordo com o IBGE, em 1994 os trabalhadores ganhavam em média 6 salários mínimos
      Porém, hoje, ganham apenas 3, totalizando cerca de 2200 reais mensais.

      Pela lógica do salário mínimo, esses mesmos trabalhadores deveriam ganhar em média, 6 salários mínimos, ou seja, mais de R$4.500/mês

      • Otario, mas de acordo com o Dieese o salário teve crescimento real de 175%. Mesmo com toda a teoria explicada, é inegável a melhoria em todos os sentidos. Hoje, com cada salário, se faz mais do que antes.
        Vejo suas respostas, mas você também deve perceber que os comentários estão quase todos contra argumentando seu artigo. No mínimo, seu ponto de vista não reflete a realidade.
        Pesquisando um pouco, encontrei diversos artigos que contradizem seus argumentos (todos eles). Ou você explica melhor seu ponto de vista mostrando algum dado adicional, ou deixa de lado e parte para algo mais realista, como os abusos do HSBC, artigos sobre empreiteiras, etc (o que melhor lhe convier).

  95. Meias verdades. Salário Mínimo em 1994: R$ 64,79 Salário Mínimo em 2015: R$ 788,00. Fora que existiam no Brasil em 2001 64 milhões de Brasileiros na extrema pobreza, gente que nunca tinham sonhado em ganhar R$ 100,00 reais na vida.

    • E vc acha que a presidANTA efetivamente tirou a maioria dessa faixa pra classe média? Moveu a barra pra baixo e pronto – milagre! Continua passando fome mas agora é classe média! Que maravilha!

      • Na verdade, isso não ocorreu. De acordo com o FGV: “Para a FGV, uma família é considerada de classe média (classe C) quando tem renda mensal entre R$ 1.064 e R$ 4.591. A elite econômica (classes A e B) tem renda superior a R$ 4.591, enquanto a classe D (classificada como remediados) ganha entre R$ 768 e R$ 1.064. A classe E (pobres), por sua vez, reúne famílias com rendimentos abaixo de R$ 768.”

  96. mas otário, não quero bancar o advogado do diabo, mas e a renda das famílias nesse mesmo período aumentou quanto? ou isso não interfere no poder de compra?

  97. Em 1994 o salário-mínimo no início do REAL era R$64,00, hoje temos um de R$724,00. Ou seja, hoje se pode comprar muito mais que no início do Plano Real com um salário-mínimo.

  98. É Otario, acho que seu analista de economia tá por fora ou o pessoal da EXAME deve ser bem incompetente. Olha só o que disseram:
    http://exame.abril.com.br/economia/noticias/salar

    • Campeão, se vc tivesse lido a matéria, teria percebido que eles apenas transcreveram um relatório do Banco Central. Talvez os analistas da revista sejam até competentes, mas o problema eu acho que são alguns dos seus leitores ;-)
      Além disso, as análises feitas aqui no site do Canal do Otário estão bem claras e explícitas, aliás, com todas as fontes citadas. Antes de aceitar tudo o que aparece na mídia passivamente, sugiro que pense o pouco, e questione-se (basicamente é isso o que eu sempre faço aqui). Não aceite tudo passivamente, pois aí sim, vc realmente estará fazendo papel de otário.

      PS: Tentar mascarar um possível sucesso econômico baseado apenas no valor do salário mínimo, ou é ignorância, ou é sacanagem mesmo.
      Mais uma vez, repito: Salário Mínimo não significa absolutamente nada. Aliás, se quer insistir nessa baboseira de salário mínimo, em 1994, um trabalhador médio recebia cerca de 6 salários mínimos, hoje, este mesmo trabalhador recebe apenas 3… (preciso dizer mais alguma coisa)

      • Campeão, eu li o seu artigo e li o da Exame. Aparentemente é você que não leu o deles.
        Mas longe de mim querer que vc admita sua comparação sem sentido de 100R$ 20 anos atrás com 100R$ de hoje.

        Tentar mascarar o crescimento econômico do país com comparações infantis de 100 vs 100 é tão bobo que só a criançada das webs mesmo pra cair nisso.

        Oh deus, falei que o país não está afundando. Sou petista agora. =)

  99. Para o pessoal que tá choramingando sobre salario minimo e só pegar a taxa média anual de crescimento do salario minimo e tb do salario médio e subtrair pela taxa média anual de crescimento desses preços ai.

    Assim, dá para saber se houve ganho real ou perda real ou se ficou na mesma.

  100. O certo seria REVOGAR A MERDA DA CLT E O SALÁRIO MINIMO, que só engessam a economia.

    • Vai tomar no cú, seu empresáriozinho. Espero que com a revogação das duas coisas, seu patrão achate o seu salário e ameaçe a lhe colocar na rua sob a alegação de que tem outro doido para trabalhar e que aceite menos. Concorrência entre desempregados só é bom para o patrão.

  101. No ano 2000 o salário minimo era 330,00 reais e a cerveja 1,00 real… O salario dava pra comprar 330 garrafas de cerveja. Hoje o salario é 724,00 reais e a cerveja custa 5,00. O salario dá pra comprar 145 garrafas de cerveja. O PT rouba a Petrobras e cria o mensalão até da pra perdoar… agora perder 184 garrafas de cerveja é osso… Não fodee porraa!

    • Pô Yuri, volte a tomar a porcaria da cerveja que você tomava naquela época, que deve ser daquelas com gosto de urina de égua, que você lucrará.

    • A latinha de Skol era 95 centavos (em 95), hoje é R$1,50. Não sei que cerveja você está bebendo hoje, mas no mínimo precisa travar a língua pra falar o nome dela.

    • O SALARIO MINIMO EM 2000 ERA R$151,00.

      Ano

      Vigência

      Valor

      Ato Legal

      Percentual de aumento

      2015 01/01/2015 R$ 788,00 Decreto 8.381/2014 8,84 %
      2014 01/01/2014 R$ 724,00 Decreto 8.166/2013 6,78 %
      2013 01/01/2013 R$ 678,00 Decreto 7.872/2012 9,00 %
      2012 01/01/2012 R$ 622,00 Decreto 7.655/2011 14,13 %
      2011 01/03/2011 R$ 545,00 Lei 12.382/2011 0,93 %
      2011 01/01/2011 R$ 540,00 MP 516/2010 5,88 %
      2010 01/01/2010 R$ 510,00 Lei 12.255/2010 9,68 %
      2009 01/02/2009 R$ 465,00 Lei 11.944/2009 12,05 %
      2008 01/03/2008 R$ 415,00 Lei 11.709/2008 9,21 %
      2007 01/04/2007 R$ 380,00 Lei 11.498/2007 8,57 %
      2006 01/04/2006 R$ 350,00 Lei 11.321/2006 16,67 %
      2005 01/05/2005 R$ 300,00 Lei 11.164/2005 15,38 %
      2004 01/05/2004 R$ 260,00 Lei 10.888/2004 8,33 %
      2003 01/04/2003 R$ 240,00 Lei 10.699/2003 20,00 %
      2002 01/04/2002 R$ 200,00 Lei 10.525/2002 11,11 %
      2001 01/04/2001 R$ 180,00 MP 2.194-6/2001 19,21 %
      2000 03/04/2000 R$ 151,00 Lei 9.971/2000 11,03 %
      1999 01/05/1999 R$ 136,00 Lei 9.971/2000 4,62 %
      1998 01/05/1998 R$ 130,00 Lei 9.971/2000 8,33 %
      1997 01/05/1997 R$ 120,00 Lei 9.971/2000 7,14 %
      1996 01/05/1996 R$ 112,00 Lei 9.971/2000 12,00 %
      1995 01/05/1995 R$ 100,00 Lei 9.032/1995 42,86 %
      1994 01/09/1994 R$ 70,00 MP 598/1994 8,04 %
      1994 01/07/1994 R$ 64,79 Lei 8.880/1994 –

  102. Sempre fui fã do Canal do Otário, mas agora vi a desonestidade intelectual tomando conta em prol de fazer politicagem contra um partido…

    O Otário, que antes buscava tantas referências e tantos dados, dessa vez ocultou dos leitores quanto era um salário mínimo em 1994 (algo em torno de R$65,00) e quanto é um salário mínimo hoje (em torno de R$788,00).

    Então, otários que acreditam cegamente no Otário (que está mais para Espertalhão Partidário), a questão não deveria ser o que se comprava com R$100,00, mas o que se comprava com um salário mínimo na época e o que se compra hoje.

    O malandrinho do Otário fez a mesma espécie de manipulação que a imprensa comum faz.

    Em 1994, R$100,00 equivaliam a quase dois salários mínimos. Hoje, os mesmos R$100,00 equivalem a menos de um sétimo do salário mínimo.

    Então, Otário, NÃO F***, P****!

    Não sou partidário de nenhum lado dessa política podre brasileira, mas vejo que você virou mais um dos desonestos de direita, servidores do P****** Mineiro.

    Ridículo!

    • Infelizmente, o Canal do Otario se tornou um contratado de um partido político.
      Tenho percebido que há tempos ele “escolhe a dedo” as informações que demonstrem uma imagem “ruim” para o país mesmo que estas informações estejam incompletas ou sejam representantes de uma visão deturpada da realidade.
      Esta do valor da “nota de 100” foi um dos mais inconsequentes, pois vai de encontro a visão de analistas de mercado renomados que dizem literalmente o contrário, queimando ainda mais o filme do Otario e botando em cheque a moral do cara que começou um esquema interessante que discutia os serviços mal prestados por grandes empresas no mercado.

      • Caso vc tenha algum comprovante de doação enviado pelo PSDB ou qualquer outro partido aqui para o meu site, é só divulgar! Vc está perdendo uma oportunidade incrível de me desmascarar ;-)

      • Só gostaria de saber o porquê. Geralmente, quando há discordância de opiniões as pessoas tomam esse tipo de atitude, fazer a primeira acusação besta que vier na cabeça.

      • Caro Reinaldo,
        Não é possível fazer uma comparação entre o Salário Mínimo dessas épocas, outros tempos. Mas dinheiro e o que eu posso comprar para comer é comparável, afinal eu estou ganhando muito mais do que ganhava em 1994 e comprando muito menos.
        Tivemos inflação sim e todos os governos, PSDB e PT, esconderam.

    • Em 94 eu não conhecia ninguem que ganhava menos de 4-5 salarios mínimos, hoje todos de classe baixa ganham 1 salario minimo ou menos.

      • 1 salário mínimo “ou menos”? Isso é literalmente criminoso. Um trabalhador só pode receber menos de 1 salário mínimo se não trabalhar em tempo integral.

        A maior parte da classe “Pobre”, de acordo com o SAE, ganha em torno de R$1113, sendo a classe média ganhando entre R$2674 (baixa classe média) a R$9897 (alta classe média) por família.

        • Como vc fala besteira, hein nevellin?!
          Sugiro ler este post e verá que, para o governo, a classe média ganha entre 291 e 1019 reais per capita.

    • Esqueci de mencionar em meu comentário anterior: Ele escolhe a dedo informações “ruins” sobre o país, excluindo da lista as que envolvem o PSDB, mas dando ênfase ao governo federal (que envolve literalmente centenas de políticos), concentrando seus ataques no PT, como se o partido fosse único responsável por todas as mazelas do país em todas as suas esferas de poder.
      Fica claro quando vc passa o olho na lista dos últimos 15 artigos e vê que quase todos são ataques direto à Dilma ou a ao governo (às vezes separando ambos e até mesmo partindo para ataques a pessoa física dela).
      O partidarismo é claro, só falta colocar o contra cheque no site.

      • \”J\”ênio, infelizmente o PT é o partido que está no poder há 12 anos, e indo para os 16. Vc queria que eu falece de quem? Dos portugueses que descobriram o Brasil? Que tal dos alienígenas?!

        Aliás, se quiser ser meu patrão, o link para doação é este aqui (e, certamente, lá não tem nenhum partido político).

        Mas caso vc tenha algum comprovante de doação enviado pelo PSDB ou qualquer outro partido aqui para o meu site, é só divulgar, vc está perdendo uma oportunidade incrível de me desmascarar ;-)

    • Reinaldo, já que quer citar salário mínimo, vc esqueceu de citar que em 1994, um trabalhador ganhava em média 6 salários mínimos (de acordo com o IBGE), será que o trabalhador ganha em média 6 salários mínimos atualmente?

      Resposta: Claro que que NÃO! O trabalhador ganha em média, atualmente, cerca de 3 salários mínimos.

      – Ooooh que legaaaaal! Ou seja, salário mínimo não significa P**** NENHUMA! E serve apenas para fazer com que a população burra que não sabe fazer conta, achar que está ganhando mais.

      Portanto, pare de falar bobagem.

      • coloque em números Otário, 6 salários de 65 é 390 reais (sem contar vale alimentação e/ou refeição).
        fazendo o cálculo da sua matéria seriam
        19,5kg de carne (R$78,00)
        62,4kg de pão francês (R$78,00)
        117 litros de leite (R$78,00)
        117kg de arroz (R$78,00)
        58,5kg de feijão (R$78,00)

        agora com a média q vc citou no seu comentário agora, 3 salários de 724 reais é 2172 reais. (sem contar vales alimentação e/ou refeição)
        20,88kg de carne (R$434,40)
        41,77kg de pão francês (R$434,40)
        125,31 litros de leite (R$434,40)
        146,2kg de arroz (R$434,40)
        83,54kg de feijão (R$434,40)

        pensando q um brasileiro consome normalmente o famoso “arroz/feijão/mistura” sendo esta mistura carne bovina (temos outros, mas vamos nos manter na bovina), e o consumo médio do brasileiro seja 1,5kg de arroz, 1kg de feijão e 2kg de carne bovina ao mês (dados “super atualizados” de 2009, caso alguém ache outros dados mais atuais, por favor poste o link, pois estou curioso), este indivíduo comeria carne bovina durante um pouco mais de 10 dias, arroz durante 97 dias e feijão por 83 dias, só aí temos uns 3 meses de arroz e feijão com um mês de salário, óbvio q a pessoa compra para o mês (normalmente).
        vamos colocar 45 kg de arroz para durar exatos 30 dias e 30kg de feijão. sobraram na conta deste brasileiro R$579. dividindo esta quantia para os outros 3 alimentos teremos q a carne vai para 30kg durando agora 15 dias.
        quero analisar agora a situação atual dos laticínios (leite e derivados), agora com 181 litros, o brasileiro consome aproximadamente 1,5 kg (sendo 1kg aproximadamente igual a 1 litro de leite). para durar 30 dias, bastaria comprar 45 kg, sobrando assim R$471,40. vamos novamente dividir entre os outros dois, temos agora de carne bovina um pouco mais de 40kg, durando assim 20 dias.
        logicamente assim como otário deixou na matéria tem muito mais coisa ainda, temos frango, peixes, frutas, legumes, verduras e etc.

        queria fazer a análise para 94 também, portanto vamos lá, sem preguiça.
        vou utilizar os dados de consumo q usei acima, logo esta análise vai mostrar se o brasileiro de 2009 passaria fome em 94 ou não. (não mostrará se o brasileiro de 94 passava fome, se bem q estávamos no mapa da fome da ONU)
        o arroz duraria 78 dias, o feijão duraria 58 dias, laticínios também 78 dias e a carne bovina duraria um pouco menos q 10 dias.
        ajustando o arroz, o feijão e os laticínios para 30 dias (45kg de arroz, 30kg de feijão e 45kg de laticínios) sobraria na conta R$134, acrescentando metade na carne teríamos 18 dias desta.

        logo, a situação não estaria tão diferente de um para o outro, porém muitas das assistências q temos hoje não eram tão fortes em 94, sem contar também as oscilações nos preços, logo nem sempre poderia se comprar 1kg de arroz no mesmo preço, 1 dia poderia estar barato, no outro caro, tudo era muito incerto naquela época, hoje, apesar de caro, temos um valor mais fixo para nos programarmos.
        esta análise foi mais para mim mesmo, mas quis compartilhá-la, espero q o Otário faça outra análise em cima desta, sem xingamentos, por favor, pq não o ofendi e espero apenas um contra argumento com respeito.

      • Otário PSDB, quem fala bobagem é você. E enquanto meu objetivo (como o de vários outros aqui) é trazer informações e dados verdadeiros, o seu objetivo nada mais é do que atacar o governo que venceu o partido/candidato a quem você obedece de forma fanática, cínica e inescrupulosa.
        Também ao contrário de você – não, sua(s) identidade(s) não é(são) tão secreta(s), assim – , em 1994 eu trabalhava e convivia com trabalhadores, sou filho de trabalhadores e digo que não, não havia média alguma de trabalhadores ganhando mais salários mínimos do que hoje, tanto é que o nome é “Salário Mínimo”, caso não tenha percebido. Dados fora de contexto do IBGE não valem. Talvez sirvam para você iludir seu público base, de adolescentes e pré-adolescentes que não viveram a época FHC/PSDB e odiadores de PT induzidos pela mídia e pela imprensa (“gente” como você).
        Agora chega de dar audiência para um vendido sem vergonha, oportunista e mau caráter como você.
        O espaço é seu, para propagar a mentira que você quiser, conforme seus donos mandarem.
        Eu não tenho partido, não tenho dono. Comecei a gostar de seu canal porque você tinha coragem de atacar de frente aqueles que são nocivos ao povo e estão – inclusive – acima do poder político: O Poder Econômico. Eu vibrava ao ver alguém ter coragem de ir contra os bancos em defesa do povo.
        Infelizmente, perdi a confiança em você ao vê-lo vendido, de quatro diante do PSDB por uns trocados mais altos do que você poderia angariar sendo honesto e correto.
        Meu recado não era nem para questionar seus dados ridículos e intelectualmente desonestos. Quem começa com dado descontextualizado para enganar trouxa, continua debatendo com dados descontextualizados para enganar trouxa. Sabia que sua resposta (demorada, diga-se de passagem, pois deve ter ido buscar resposta de assessoria dos seus donos) viria com base em outra deturpação de dados.
        Meu recado aqui era só um: Você perdeu a credibilidade. Então, como várias vezes me manifestei para parabenizá-lo, estou me manifestando para dizer que hoje você merece um saco na cabeça, mas não para se proteger dos poderosos e sim para cobrir a vergonha de ser o que é.
        Nem condições de conversar você tem. Precisa atacar e agredir quem não concorda com você, já que argumentos e brio não lhe restam.
        Adeus!
        (E que grande aliado o povo perdeu para o PSDB…)

        • Vamos falar das coisas boas do governo?
          Com certeza, o combustível, a água, a energia e o preço das mercadorias não aumentaram no seu bairro. Com certeza vc não conhece ninguém sem emprego. Também deve ter ótimos hospitais no seu bairro e seus pais devem ter uma ótima aposentadoria. Essa é a vida que o PT vende para todos os Brasileiros. Falei algo de errado? Espero que entenda que o PT deixou de ser há muito tempo o partido dos trabalhadores para ser o partido dos manipuladores.

          Acorda amigo!!!

        • Petistas são todos iguais mesmo, se alguém fala algo que não gostaram sobre o governo do PT logo os associa ao PSDB, não é porque o otário fala mal do governo atual que é uma m**** que ele seja associado ao PSDB, ou que seja tendencioso, assim como o PT vira a população contra a Veja e grandes fontes de noticias os Petistas e seus militantes intitulam todas as formas de oposição a Psdebistas, acordem Petistas, o governo do PT perdeu sua essência a muito tempo, se corromperam… e não estou dizendo que o PSDB seja um partido melhor não, mas no momento quem está nos FO***** é o PT. Como a imprensa vai falar do governo de 15 anos atrás?

      • o pior é que ainda tem gente que defende o pt… puts velho na moral, ou são burros ou não entendem nada, e acham que bolsa familia ajuda?! seria engraçado se não fosse cômico!!! rsrs

      • Otario tem link que fala que o trabalhador ganhava 6 salario em 1994

  103. Minha nossa, o nível de burrice e intolerância desse MAV é de mais de 8000 mil!!!

  104. Caramba! Tem comentarista vomitando burrice e opina sobre a já conhecida desvalorização do real (perda de poder de compra) que qualquer livro de introdução economia explica.

    Parabéns otário pela iniciativa e esculacha esses comentaristas imbecis.

  105. Mas mesmo assim 6*64 < 3*788 arredondando, 350 << 2300, o salario médio hoje é aproximadamente sete vezes maior, e segundo suas contas de "o que se compra com 100 reais" hoje se compra cinco vezes menos que em 94. Ou seja o salario aumentou 7x e o preço aumentou 5, o que deixaria o consumidor com uma margem a mais de dinheiro não? Então como você diz que a inflação é muito maior?

    Obs.: não estou defendendo o governo ou te atacando, só quero dados mais aprofundados para entender melhor.

  106. Só mais uma coisa para constar: Criar perfil de comentarista para atacar as opiniões contrárias às suas e puxar o próprio saco é tão feio, Otário PSDB, que mereceu mais um comentário meu.
    Você causa vergonha alheia…

  107. Impressionate como aparecem MAVs do PT para defender o governo. Não existem eleitores do PT no mundo real apenas cúmplices dessa corja que está aí. Só falta dizer que sou filiado ao PSDB ou a outra merda que está aí… Por mim o Brasil poderia importar os políticos de outros países como Alemanha, Japão, Suécia, Holanda etc… Garanto que haveria menos maracutaias e menos avacalhação com a população. Quem defende esse governo ou está ganhando algo ou trabalha pra ele.

  108. Em tempo parabéns ao Canal do otario. Sem dúvidas um canal sério e um importante instrumento de denúncias contra os governos picaretas típicos do Brasil. Conheci o blog hoje e já li várias matérias todas com excelente conteúdo. Vi que aparecem os velhos e conhecidos MAVs do PT que ocupam os espaços de comentários nos principais meios de comunicação. A eles faço um apelo nas palavras do criador do canal do otario: mostrem o comprovante de pagamento de qq partido político e desmascarem ele. Se isso acontecer nunca mais acesso esse blog da mesma forma que parei de ver os vídeos do agora petista caue moura e parei de escutar as musicas dos racionais MCs depois que o mano brown decidiu jogar no lixo toda a história e as letras do grupo para se aliar ao petismo e para finalizar da mesma forma que joguei no lixo todos as musicas do chico Buarque após esse intelectual perseguido na ditadura ser calado com os milhões da lei rouanet…parabéns canal do otario e nunca, nunca em hipótese alguma tire essa mascara pois certamente muita gente está querendo ver sua cabeça.

    • “Não vejo mais vídeos do cauê porque ele votou no PT”.
      “Não gosto mais do canal do otário porque descobri que ele é PSDB”.
      Como vocês querem “opinar” sobre política se vocês ainda tratam partido político como time de futebol e luta entre o bem e mal?
      Vamos evoluir primeiro galera!

  109. Só sei que independente de quem está no governo.
    Não e necessário ser um gênio ou matemático para perceber que o CADA VEZ MAIS COMPRA-SE CADA VEZMENOS COM A MESMA QUANTIA DE R$.
    Se alguém aí consegue comprar a mesma coisa que 1 ano atrás ésó me far onde, pois, o nome disto é inflação.

    Não interessa se o salário mínimo subiu X vezes no governo PT ou PSDB se as pessoas em o poder de compra corroído.

  110. Rapaz eu estou impressionado, com a comparação de R$ 100,00 que nem era o salário em 1994, eram 1,43 salários mínimos pois eram só R$ 70,00 reais quando aumentou em setembro, o que ocorreu foi a desvalorização da moeda, mas não o poder de compra do salário mínimo, se a carne custava seu anonymus R$ 4,00 o salário só comprava 17,5 kg de carne hj o salário mínimo R$ 788, 00 compra nada mais nada menos que 39,4 kg, ou seja 21,9 kg a mais mais que o dobro do salário de 1994, não entendi essa referência dolar pela desvalorização da moeda, sem considerar o poder de correção e valorização de compra do salário mínimo, é pra sorrir ou só zombar mesmo de tamanha burrice, afinal estamos nos EUA ou no Brasil.

  111. Os 100 reais de 94 são quase 1230 reais hoje. Aprende a fazer conta direito, palhaço!

  112. Tempo bom de 1991 á 1998 arrecadava 85 bilhões com privatização e perdia 87 bilhões, tudo isso para pagar divida externa segundo o governo da época e acabava aumentando. Isso que era planejamento de verdade, todo mundo feliz com 70 conto no bolso, dava para comprar 36Kg de mercadoria conforme esse gráfico genial, hoje só compraria esses 36kg e mais 120Kg, mais esta ruim ainda né? ruim mesmo é o preço dos carros aqui no Brasil, no exterior é metade do preço, porem mesmo assim compramos e compramos bem viu. “Somos f*** né! Não deixamos a bola cair e compramos mesmo assim! E compramos bem, pois em 2013 fomos o 4º no ranque do pais que mais compra carros do mundo”. Puxa em 2002 brigamos por 2 Boeing cheio de pessoas que morria por dia. Vejo que nossa briga, hoje é entre nós e nosso ego de seres individuais onde o Bem comum deixou de existir, não nos respeitamos, preferimos atacar com palavras a opinião individual do sujeito que está a expressar o que pensa! A mídia é suja e quer cada dia mais desgraça pois noticia boa não dá dinheiro. Ela vende a idéia e grande parte das pessoas compram! A Mídia utiliza estes meios por que hoje os meios de comunicação existente dá um feedback mais rápido e preciso do que seus meios de informação! ela utiliza e manipula estes meios para beneficio próprio.

  113. Tem um detalhe: eu fiz as contas aqui e pra voce comprar os mesmo 96 KG, hoje fica aproximadamente 500 reais (menos de um salário mínimo) enquanto 100 reais em 1994 era 1 SM e meio, então sob essa ótica a vida dos mais pobres melhorou. Agora não vejo essa comparação entre PT e PSBD, como alguns estão colocando,pois pra se fazer essa comparação, há que colocar os dados de 2002 (último ano do FHC).

  114. É… Tem muita gente aqui que vem pra tachar o Otário de partidário. Mas ninguém percebeu que talvez esses caras que sejam os partidários. O Otário está sendo muito caçado como uma lebre, como todos sabem. Ele incomoda de verdade. Ou talvez o Otário esteja vendido também como dizem. Vai saber quem está certo…

  115. Não acho que o otário seja formador de opinião, ele só tenta abrir os olhos daqueles que se enganam fácil, aprecio muito o trabalho dele, desde quando fala de produtos e suas propagandas enganosas e abusivas, até mesmo de politica, também sou inconformado com a situação do nosso país. Parabéns otário, muitos estão com você, não se deixe abalar por seres partidários (Petistas).

  116. Bom se fizermos uma regra de três simples com os dados q o Otário disponibilizou: Salário médio em 1994 igual há 388,74 (64,74*6) do mês de Julho segundo o DIEESE poder de compra 100 kg de alimento a cada 100 reais logo o trabalhador médio brasileiro pode comprar até lógicamente 388,74 kg de alimento em 1994 muito bem, agora com o salário do trabalhador médio atual q eu achei muitos dados conflitantes por isso vou pressupor q seja 2,5 salários mínimos q creio eu o Otário esteja de acordo (segundo um comentário dele no site dele e vídeos anteriores dele), ou seja, 1970 reais, sendo bem grosseiro com os números, com o poder de compra de 20 kg de alimento a cada 100 reais o trabalhador médio pode comprar até 394 kg de alimento… Isso é o de menos, é certo q o governo esta tentando maquiar a inflação estonteante q ja foi muito menor e sendo a de 1994 a menor da história obviamente pois o plano real havia acabado de ser implantado, embora a inflação ja tivesse atingido esses picos alarmantes em outros anos posteriores há 1994 e ainda no governo FHC, mas o poder de compra absoluto esta de maneira geral aumentando, há diversos estudos q compravam isso. Q mancada Otário, seriaum… :(

  117. Também leio o Canal do Otário, e concordo com alguma coisa ou não e mesmo não sendo petista, apenas eleito e leitor, não babo tudo por ele e vice-versa, mas acho que o governo Lula-Dilma foram melhores que FHC em quem votei no primeiro turno. Não voto em partidos, voto em propostas, mas sei ver quem fez mais pela maioria, repito:maioria. Lula-Dilma fez isso melhor.

    • Então imagino que vc esteja bastante decepcionado com o atual governo, pois ele prometeu uma coisa durante a campanha e está fazendo outra completamente diferente.

      • Otário, e se elege no brasil quem fala a verdade? Pq seria muita inocência acreditar que um dos 2 candidatos estavam prometendo verdades. Não quero fazer apologia a campanhas mentirosas, mas olha o “sucesso” que teve a marina ao tentar se eleger através da “nova política”. Ficou muito fácil para a oposição enquadrá-la em contradição e deu no que deu. Conseguiram a proeza de colocar os 2 piores candidatos no segundo turno (depois do Levi blz). Isso que o camarada quis dizer. Das 2 merdas, escolhemos a menor. Mesmo sabendo que ela estava mentindo descaradamente e mascarando a crise e a inflação descaradamente.

  118. De acordo com o IBGE, a renda média de um brasileiro ocupado era aproximadamente de 5,6 salários mínimos. Considerando que salário mínimo era de R$64,76, isso significa dizer que a renda média era de R$362,824. Isso implica dizer que R$100,00 equivale a 27,56% da renda total.
    Já de acordo com o IBGE, em 2014, a renda média per capita era de R$1052,00. Calculando 27,56% de R$1052,00, encontramos R$289,931 ou aproximadamente R$290,00.
    Tendo como base esse valor, temos:
    – Cerca de 3 kg de carne;
    – 6 kg de pão;
    – 16 litros de leite;
    – 13,5 dúzias de ovos;
    – 21 kg de arroz;
    – 12,5 kg de feijão.

    Devo admitir que realmente houve uma queda do poder de compra do brasileiro, mas acho que você deu uma exagerada. Não sei se você fez isso de propósito ou não, mas de qualquer forma, só estou tentando melhorar o resultados obtidos para que as pessoas possam julgar melhor.
    vlw.

  119. Sr. Otário, não sei se é sua esperteza ou falta de conhecimento mesmo fazer comparação do poder de compra de 100 cem reais em 1994 com o poder de compra desses mesmos 100 reais agora em relação ao salário médio do brasileiro.

    Desta maneira, com esta comparação, você não demonstrará corretamente o ganho real de salário de todas as faixas salariais.

    Em uma economia hipotética com 100 indivíduos, 99 indivíduos tem o salário de 100 reais no ano de 2002. Um indivíduo tem o salário de 1000 mil reais no ano de 2002. A média salarial no ano de 2002 desta economia será 9900 do primeiro grupo , mais 1000 mil reais do segundo grupo , dividido por cem , resultando numa média salarial de 109 (CENTO E NOVE REAIS).

    Dando-se um aumento de cem por nos salários dos dois grupos no ano de 2015, a média salarial da economia ficaria a seguinte: 19800 mil reais de salário para o primeiro grupo mais 1000 reais de salário para o segundo grupo, dividido por cem, resultando numa média salarial de 208 (DUZENTOS E OITO REAIS).

    Como pudemos constatar, o aumento da média salarial da economia foi menos do que 100 por cento apesar de todas as classes da economia terem tido aumento de seus salários em 100 por cento,

    A diferença percentual neste cálculo entre o aumento salarial de cada grupo da economia com a média salarial da economia ficou muito próxima.

    Faça o cálculo com um número maior de indivíduos que você constatará que, mesmo com um aumento de 100 por cento para cada grupo da economia, o aumento da média salarial da economia tenderá para zero.

    Chegará a um ponto que você pode até 300, 400, 500, 1000 por cento de aumento para o grupo da economia que ganha mais e continuar dando 100 por cento para os que ganham menos, mesmo assim, o aumento da média salarial da economia será menor do que 100 por cento.

  120. Putz o calnal é mesmo do otarios fique lendo esta bosta psdbistas atoa qualquer jumento com um pouco de vontade de pesquizar consegue desvendar a primeira linha desta porcaria de pagina ha mas não pode ser o anti… este nem c o mundo tiver acabando abaixo d seus pés ele vai acreditar kkkkkkk

    • A verdade é uma só quem faz a crise é a maldita imprensa e o pensamento negativo do ser humano, eu não tenho que reclamar. sei que hoje eu consigo comprar mais do que em 1994 e tudo a vista em…

    • este canal do otario da um tiro no proprio pe , se em 94 a renda do trabalhador era em media 140 reais , pois a grande maioria do povao ganha nao mais que 2 salarios minimos, entao em 2015 e tambem 1500 ou 2 salarios minimos ,nao acredita? , pegue uma\ carteira de trabalho de quem trabalhava em 94 e outra de 2015, vera que com o salario de hoje compra no minimo 70% mais que em 94 , e tambem no minimo 50% mais que em 2002 , isso pelo proprio grafico do otario ,a mas ele ta falando do IPCA , este otario nao leva em conta que nao e so os alimentos que entra nos calculos ,

      • Campeão, de onde vc tirou esses números?! Da cartola do achismo?!
        Meus dados são do próprio IBGE. Aqui não tem achismo!
        Em 1994 o trabalhador ganhava em média cerca de 600 reais, e não 140 reais como vc afirma. Não acredita?! Que tal olhar o link do próprio IBGE que eu coloquei no final do texto em letras garrafais?!

        • KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, ONDE ISSO MEU KARO AMIGO? , TRABALHAVA NESTA DATA NUMA EMPRESA DE CALÇADO ,UMA DAS MAIORES DO BRASIL , ” GRENDENE”,RECEBIA COM 4 ANOS DE TRABALHO NESTA EMPRESA RECEBIA CERCA DE 200 REAIS ,QUEM COMEÇAVA NAO ULTRAPASSAVA OS 140 REAIS ,LEVANDO 2 ANOS OU MAIS ,PEGUE VC MESMO E VEJA A CARTEIRA DE TRABALHO DE UMA PESSOA DAQUELA EPOCA ,EU TENHO A MINHA ,ENTENDA UMA COISA EU TO FALANDO DO POVAO OU A MAIORIA DESTE PAIS QUE RECEBE NESTA BASE ,DETALHE MORAVA DE ALUGUEL NESTA EPOCA DIVIDINDO UMA CASA COM MAIS TRES COLEGAS ,E TODOS RECEBIAM NESTA BASE ,E O ALUGUEL ERA BEM B\AIXINHO PARA UM PORAO UMIDO E CO QUATRO PEÇAS SO 3 SALARIOS MINIMOS OU 210 REAIS, HOJE VC ALUGA ESSE MESMO PORAO POR NO MAXIMO MEIO SALARIO MINIMO , MINHA MEMORIA NAO MENTE , LEMBRO MUITO BEM DA ERA FHC

        • Campeão, não será escrevendo com o CAPs ligado que vc vai conseguir mudar a realidade.
          Os dados que eu te passei são a média nacional, divulgada pelo próprio IBGE. E não por alguém que olhou na própria carteira de trabalho ou simplesmente “confia” na sua própria memória. Como eu disse, aqui não tem achismo. Aqui tem dados reais e oficiais.
          Mas, pelo visto, acho que vc nunca conseguirá entender isso…

        • Concordo com o Donizzetty. Em 1994 eu não ganhava NADA! (afinal tinha 9 anos) Hoje eu posso me gabar de possuir um salário de pouco mais de 4 mínimos.

          Esqueceu do efeito Bruna Marquezine, foi Donizzetty?

          Numa função semelhante, há 20 anos, meu pai ganhava cerca de R$3500,00, hoje eu ganho… adivinha? MENOS DO QUE ISSO. Significa que a mesma função PERDEU poder de compra em quase CINCO VEZES.

          Aprende a fazer conta, aprende matemática básica e depois volta, ok?

        • em 2003 a média salarial do brasileiro era em torno de 600 reais, em 2003, com essa renda média era possível comprar em torno de 250 litros de gasolina levando em conta o preço daquela epoca.

          em 2014 com a renda média na casa dos 2000 reais é possível comprar em torno de 600 litros de gasolina levando em conta o preço atual da gasolina.

          em 2003 era possível comprar 66 kilos de picanha pro churrasco com a renda média da epoca.

          em 2014 era possível compra 80 kilos de picanha.

        • OK! Vou usar seus próprios dados. Utilizaremos o preço da carne que foi o que mais teve aumento. Em 1994, o quilo de carne era R$ 4,00; o salário mínimo era R$ 70,00. Portanto, um salário mínimo comprava 17,5 kg de carne. Hoje, o quilo de carne custa R$ 20,00; o salário mínimo é R$ 788,00. Portanto, um salário mínimo hoje compra 39,4 kg de carne. As coisas não vão bem, mas, na sua comparação, estava pior. Você usa uma crítica aos enganadores do povo, mas você é que tá fazendo as pessoas de otário. Devia se envergonhar.

      • “Aos malandrões que estão querendo justificar a corrosão do nosso dinheiro, pela inflação, através do salário mínimo, lamento informá-los, mas salário mínimo não significa P**** NENHUMA! Quer comparar com alguma coisa? Que tal comparar com o salário médio do brasileiro entre os dois períodos? Aí os “J”ênios não querem, né?! Mas, independentemente de qualquer coisa, a crítica neste artigo é bem clara e direta, e está relacionada ao IPCA, que é o índice oficial da inflação do governo. Só que o IPCA (que variou 350% no período) não explica as diferenças que chegam a mais de 700% no valor do pãozinho francês. Aliás, parece que o governo conseguiu impregnar na cabeça dessa gente a cultura do salário mínimo. Só que o salário mínimo aumentou, mas o seu salário continua o mesmo! Acorda, p****!”

  121. a mais pura verdade, com 100R$ tinha comida garantida

  122. VINICIUS se em 95 como ce diz teu pai ganhava 35 salarios minimos e hoje ce ganha 4 intonce escolheu a profissao errada ,deveria procurar outra area ,de um analfabeto algebrico , DÃAAAAAAAAAAAAA

  123. desculpe eu ter “escrevinhado” no caps , nao foi intencional , quanto a dados oficiais , ate pode ser , mas aqui embaixo as leis sao diferentes ,e o que sentimos na carne nao o que falam os dados seja de quem for ,como ja disse meu caro otario ,nao querendo te desrespeitar xamando o assim , mas este canal e seu nao é ?faça uma pesquisa vc mesmo , va onde esta as verdadeiros dados da epoca como ja fiz , em revistas e jornais da epoca ,e veras a verdade, ou simplesmente acredite em quem vc quiser ,eu vivi essa epoca , mas pa\ra refrescar a memoria\ vou a sebos , onde sempre encontram muitas materias sobre a era tucana, salarios de empregados preço de carros , combustiveis e afins , so e enganado quem quer ser enganado,

  124. Otário, vc tá mal de conta. Não tem que iniciar de 1994 e terminar em 2015, pq aí vc não vai saber quem é culpado de nada, já que misturou período dos dois governos. Vc tem que pegar o período do início do governo FHC ou do Real e compará-lo com o final. Aí vc vai ter o desempenho do período tucano. Depois vc pega o início da era PT e compara com o período presente. Mas tem que considerar parâmetros como o salário mínimo sim, ou outro, como a média salarial média que é menos confiável, já que temos várias categorias de profissionais. Algumas se valorizaram mais e outras menos, já que reina a livre negociação. Apenas com números absolutos é impossível avaliar o desempenho dos dois governos. Assim, por exemplo vc pode ter um aumento do pão em 50%, mas um aumento do nível salarial de 60%. Ou seja, se olhar só para o preço do pão(dado absoluto), vc vai achar que houve uma perda. Mas se levar em consideração que o nível salarial aumentou mais do que subiu o preço do pão, vai concluir que houve um ganho. Faça um cálculo científico, nada de sofismas e pegadinhas. Você tem responsabilidade para com as pessoas que te seguem. Não se esqueça, vc é o Otário, não os seus seguidores.

    • Campeão, do que vc está falando?! O real começou em 1994 (vc acha que eu escolhi esta data a esmo?!) e foi utilizado o salário médio divulgado pelo IBGE para realizar a comparação!
      Depois sou eu que estou fazendo sofisma. Por favor, né?! Leia as coisas antes de sair comentando bobagem.

  125. No começo do seculo 20 nos estados unidos com $0,15 se comprava uma xicara de cafe hoje sai por $1,75 maldito obama comunista!!!!

    Toda moeda com o tempo se corroí pela inflação isso é natural do capitalismo, ignorar que a meta do governo FHC era chegar e manter o salario mínimo em $100 não é correto.

    O salario mínimo da era fhc variou de 109~89 dólares, sim terminou desvalorizado, nas era lula e dilma começou em 72 herança da economia desestabilizada e foi até $334 em 2012,mais de 3x o maior pico do salario mínimo do fhc que era somente pela supervalorização do real em época em que a moeda era atrelado ao dólar e não era cambio flutuante.

    Agora está menor por causa da alta do dólar no mundo, se comparar com o euro verá que o real não desvalorizou muito nos ultimo dois anos.

    Resumindo dane-se que em 94 comprava mais com 100 reais do que hoje com R$100, mesmo pq a moeda era atrelada ao dólar faz a mesma conta em 99 pra ver que beleza que era, e se em 94 com um salario mínimo comprava 111kg de comida hoje compra mais que 150kg isso com suas próprias contas otário.

  126. Do que adianta comprar mais coisas com 100 reais em 1994 se o salário não passava de 200??? enquanto se comprava em 1994 2 vezes a quantidade de alimentos descrita acima, em 2015 se compra-se no mínimo 7x devido o salário estar na base de 780 reais, apesar da inflação galopante de hoje é 1000 vezes melhor hoje do em 1994, sei porque vivi nessa época, nessa época meu pai vivia estressado no serviço pegando empréstimos para pagar contas básicas. Quem acha que antigamente era melhor é só perguntar as pessoas que viveram aquela época, e não revistas, blogs e noticiários comprados.

  127. Esse otário, além de OTÁRIO é uma ANTA… Obviamente que tudo em 1994 ara mais barato… E obviamente que R$ 100,00 lá comprava muito mais… O problema era o cara ter R$ 100,00 na época, onde o salário mínimo era R$ 65,00.
    TUCANATO LADRÃO JAMAIS… Venderam as maiores empresas do país, que poderia gerar lucros para dar SUPORTE FINANCEIRO AO PAÍS… Venderem não..ENTREGARAM A PREÇO DE BANANA, EM TROCA DE PROPINAS GIGANTESCAS… O MESMO QUEREM FAZER COM A PETROBRÁS E O PRÉ-SAL…. BANDIDOS.
    Procura ver quanto FHC deixou de RESERVA CAMBIAL e procura ver quanto é a reserva cambial hoje…. Só quem é MUITO OTÁRIO mesmo para ir atrás do que a GLOBO (mafiosa, corrupta, ladrona) divulga… Esse otário fez faculdade no JORNAL NACIONAL.

    • Mais um ‘j’ênio vomitando achismos…
      Como já expliquei em outros comentários e no próprio post, o salário médio em 1994 era de mais de 400 reais (dados do IBGE)! Ou seja, o que vc falou sobre alguém conseguir 100 reais na época não passa de uma besteira sem limites.

      • SALÁRIO MÉDIO NÃO É IGUAL A SALÁRIO MINIMO , O SALÁRIO MINIMO NÃO PASSAVA DE 140 REAIS, NUNCAAAAAA PASSAVA, ERA EM TORNO DE 100 REAIS, AGORA O SALÁRIO MÉDIO ERA UNS 450/500 , RELEMBRANDO SALÁRIO MÉDIO, QUE É JUNTANDO TODAS AS CLASSES, HOJE EM DIA O SALÁRIO MÉDIO É OQUE? MAIS DE 3 MIL? SEI LÁ

        • Pois é, Thiago! Vc realmente não sabe mesmo ;-) (isto foi a única coisa sensata que vc disse)
          As pessoas insistem em passar vergonha em público, PQP!
          O salário médio do brasileiro em 1994 era de cerca de R$450, atualmente está em cerca e R$2100. Ou seja, em 1994, o brasileiro ganhava em média cerca de 5.6 salários mínimos, atualmente ganha apenas 3.

      • Você só não consegue dizer onde encontrou essa informação dizendo ser 500 reais o salário médio do trabalhador em 1994! Nem conseguirá… Achismo? Ou má fé mesmo?

  128. mio caro utario , eu fui la nu tau di ibejeé ,embora toda via entretanto ,porem , u ce diz que era 600 reau ,a media salarial em 94 , o que vi foi 380 , bom discordo ate do tar ibegeé , mas partindo do pré suposto que esteja “serto ” 94 foi um ano atipico ,em que o real começou ,tal e que a industria como nos conhecemos naquele ano afundou ,gerando logo em seguida inflaçao e desemprego,tal e que EFEAGASE teve que no seu governo aumentar o salario minimo a “sem” reau ,mas vc pode escrevinha o que quise , tem muitos otarios que vao acreditar em uce ,

  129. Só esqueceram de uma coisa, o salário mínimo de 1994 era de R$ 70,00 (vide – MP 598/1994). A grande maioria das pessoas só ganhavam isso, ou seja, nem 5 kg de carne podiam comprar.

    • Vc não leu o post?!
      O salário médio dos brasileiros naquela época não era de 70 reais. De onde vc tirou que a “grande maioria das pessoas só ganhavam isso”?!
      Como já escrevi acima, em 1994 as pessoas ganhavam em média 5.6 salários mínimos, fonte: IBGE (basta clicar aqui e ver com os próprios olhos).
      Bóra pesquisar antes de sair escrevendo “achismos” e bobagens.

  130. Estou olhando os comentários e me dá vontade de chorar. Como tem gente que não quer enxergar a realidade. Caso você não concorde com a metodologia de comparação, por favor, faça uma com o salário minimo que tenha validade técnica. Roubando a afirmação do Dr Otário: “O salário médio do brasileiro em 1994 era de cerca de R$450, atualmente está em cerca e R$2100. Ou seja, em 1994, o brasileiro ganhava em média cerca de 5.6 salários mínimos, atualmente ganha apenas 3.”

    Simples assim.

  131. Olha creio nisso aki que vou espanar pra vcs… em setembro de 95 o salario minimo era de 100 reais… 100 reais corresponde a 100% do que seria o salario minimo para poder comparar 100% tenho que usar 100% do salario minimo, que atual eh 788. Na matemática vc so pode usar valores proporcionais para comparar, um exemplo: a tempertura em celcius tem valor diferente da temperatura kelvin ou fahrenheit mas no fim os valores representam a mesma coisa quando compramos a mesma temperatura. Entao vamos lá:
    100 reis hj representa apenas 12,69% de 788… Entao para efeito de calculo teria que ser usado apenas 12,69 de reais que eh o valor proporcional dos 100 de salario que tbm corresponde a 100%
    Em resumo a comparação teria que ser 12,69 reais de 1995 com 100 reais de 2015 pois como ja falei so se pode comparar valores proporcionais.

    “As pessoas insistem em passar vergonha em público, PQP!
    O salário médio do brasileiro em 1994 era de cerca de R$450, atualmente está em cerca e R$2100. Ou seja, em 1994, o brasileiro ganhava em média cerca de 5.6 salários mínimos, atualmente ganha apenas 3.”

    Partindo desse pensamento aki do dono do site da pra comparar tbm, entretanto tem q ser proporcionalmente
    450 eh 100% logo 100 reais corresponde a 22% entao temos que comparar com 22% de 2100, o qual seria 462 reais… Talvez nao seja uma kestao de alienação politica e sim de noçoes de matematica básica.

  132. Só sendo muito ótario mesmo para fazer essa com paração primeiro lugar o salario minimo de 94 era R$64,90.Então sendo assim se você fosse comprar R$100,00 do que ele esta falando você não ia pagar luz,água,cartão de credito,não ia ter dinheiro para o ônibus enfim para tudo.Isso é matematica você não pode comprar a mais do seu salario por esse motivo é que não tem nada haver o que esse doido esta falando.Primeiro pesquisem direitode pois fassam a comparação.Não fação como o PSDB só mascaram a verdade e digo novamente o PSDB e o PMDB não trabalha para pobre.Se lude por quer quer.

  133. Se é quem não se lembram a cesta básica de 94 era R$68,56 ou seja acima do salario minimo que era R$64,90.
    Agora para quem ganhava bem com toda certeza do mundo que eles estavam no paraiso agora com esse salario de fome uma pessoa pobre dizer quer sente saudade disso no minimo é masoquista o é doido em 2014 a cesta básica era R$307,00 então fassa a comparação não precisa ser nem economista basta saber ler e saber matematica e pesquisar. isso são números oficias não é reportagem da GLOBO de alienação como ja disse antes pesquisem antes hoje com inflação e tudo mais você pobre vive muito melhor que 94 é só comparar.

Assinantes do site tem descontos especiais na loja! Bronze (5%), Prata (10%), Ouro (20%) e VIP (30%)! Saiba mais, clique aqui - Dispensar